Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No dia 24 de Junho de 1906, nasceu, em Paris, o violoncelista francês Pierre Fournier, considerado “o aristocrata dos violoncelistas”, devido à sua elegante musicalidade e imponente som.

Filho de um general do exército francês, Pierre Fournier foi ensinado pela mãe a tocar piano. Mas, ainda em criança, teve poliomielite e perdeu destreza nos pés e pernas. Tendo dificuldades com os pedais do piano, virou-se para o violoncelo.
Licenciou-se no Conservatório de Paris com a idade de 17 anos, em 1923. Foi aclamado como “o violoncelista do futuro” e ganhou fama pelo seu virtuosismo e técnica do arco. Tornou-se muito conhecido quando tocou com a Orquestra dos Concertos Colonne, em 1925.
Fez digressões por toda a Europa, tocando com muitos dos mais famosos músicos do seu tempo.
Foi professor na École Normale de Musique, em Paris e no Conservatório de Paris, de 1937 a 1949. Em 1948, fez a primeira digressão pelos Estados Unidos, onde actuou, com muito sucesso, em Nova Iorque e Boston.
A partir de 1956, começou a residir na Suiça, embora nunca tenha renunciado à cidadania francesa. Dava aulas privadas de violoncelo, na sua casa, em Genebra. Um dos seus alunos fo o violoncelista inglês Julian Lloyd Webber. Em 1963, foi feito membro da Legião de Honra.
Pierre Fournier continuou a actuar em público até dois anos antes da sua morte, que ocorreu no dia 8 de Janeiro de 1986.

Suite nº 1, para violoncelo, de Johann Sebastian Bach

Violoncelo: Pierre Fournier

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Gregor Piatigorsky - Violoncelista ucraniano

por António Filipe, em 17.04.13
No dia 17 de Abril de 1903 nasceu, em Ecaterinoslav (hoje Ucrânia), o violoncelista ucraniano radicado nos Estados Unidos, Gregor Piatigorsky.

Conhecido como Grisha, estudou violino e piano com o pai quando era criança. Apaixonou-se então pelo violoncelo. Obteve uma bolsa de estudo para o Conservatório de Moscovo e, enquanto estudava, ganhava dinheiro tocando em cafés.
A Revolução Russa aconteceu quando tinha treze anos. Aos quinze, foi contratado como principal violoncelista do Teatro Bolshoi. As autoridades russas não o deixaram viajar para o exterior para completar os estudos e fugiu para a Polónia, com um grupo de artistas, num combóio de gado.
Aos dezoito anos, estudou em Berlim e Leipzig, com Hugo Becker e Julius Klengel, com quem formou um quarteto que tocava em cafés. Nessa altura, um dos seus ouvintes foi Wilhelm Furtwängler, que o contratou para ser o principal violoncelista da Filarmónica de Berlim.
Em 1929, visitou os Estados Unidos pela primeira vez, tocando com a Orquestra de Filadélfia, com Leopold Stokowski e com a Filarmónica de Nova Iorque, com Willem Mengelberg.
Gravou com Arthur Rubinstein, Jascha Heifetz, Vladimir Horowitz e Nathan Milstein e teve contactos com os maiores artistas de seu tempo, como Prokofiev, Hindemith, William Walton, Stravinsky e Richard Strauss.
Piatigorsky também gostava muito de jogar xadrez. A sua esposa ganhou várias competições nos Estados Unidos. Juntos organizaram vários campeonatos de xadrez, dos quais participaram nomes famosos como Paul Keres, Tigran Petrosian e Boris Spassky.
De 1941 a 1949, trabalhou no Curtis Institute of Music, em Filadélfia, e ensinou em Tanglewood, Universidade de Boston e Universidade do Sul da Califórnia, onde permaneceu até sua morte em Los Angeles, Califórnia, no dia 6 de Agosto de 1976.


“O Cisne” de “O Carnaval dos Animais”, de Saint-Säens
Violoncelo: Gregor Piatigorsky

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 15 de Abril de 1651 nasceu, em Bolonha, o violoncelista e compositor do barroco italiano Domenico Gabrielli.

Aparentemente não tinha relação nenhuma com os famosos Gabriellis de Veneza. Trabalhou como violoncelista, na orquestra da Igreja de S. Petrónio e também foi membro e, mais tarde, presidente da Academia Filarmónica de Bolonha. Durante a década de 1680 também trabalhou como músico da corte de Francisco II d’Este, Duque de Modena.
Como compositor, escreveu várias óperas assim como obras instrumentais e vocais para a igreja. Entre os seus contemporâneos era conhecido como o “Domenico do violoncelo”, devido à sua virtuosidade naquele instrumento.
Domenico Gabrielli faleceu no dia 10 de Julho de 1690.


Ricercar nº 6, para violoncelo, de Domenico Gabrielli
Violoncelo: Elisabeth Reed

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Godsto Mamedu

    Trazemos a você boas notícias dos cartões master e...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    kkkk tipo a classe média de Cuba ou da Venezuela?

  • Anónimo

    Olá, telespectadores, quero compartilhar minha exp...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ONLINE Cuidado com os am...

  • Barei Khan

    Olá, deparei-me com um grupo de hackers certificad...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • SALLY PAUL

    NOTA: Se vocêestá procurando uma empresa de emprés...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog