Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O " Big Brother" português

por Luis Moreira, em 29.05.12
Vejam só a imensa quantidade de gente que anda a observar e, como era de esperar, não fazem a ponta de um chavo. Limitam-se a chular-nos.

Dá para imaginar quanta gente aqui trabalha.... vamos fazer um calculo !!!

Contamos pelo menos 111 Observatórios vezes 20 “empregados” (entre Presidente e Vice, Adjuntos, Tesoureiros, Secretárias, Administraticos e Porteiros)...

Estamos a falar de pelo menos 2200 Portugueses que têm a tal oportunidade de que o “outro” falava de ter um emprego !!!

Afinal, quem observa somos nós e pagamos bem caro por toda esta palhaçada. Depois queremos dinheiro para a saúde, a educação,  “pitróleo” para os Submarinos.!.!.e não há !!!

Observatório do medicamentos e dos produtos da saúde
Observatório nacional de saúde
Observatório português dos sistemas de saúde (...só para a saúde são 3 !!!)
Observatório vida
Observatório do ordenamento do território
Observatório do comércio
Observatório da imigração
Observatório para os assuntos da família
Observatório permanente da juventude
Observatório nacional da droga e toxicodependência
Observatório europeu da droga e toxicodependência
Observatório geopolítico das drogas (...mais 3 !!!)
Observatório do ambiente
Observatório das ciências e tecnologias
Observatório do turismo
Observatório para a igualdade de oportunidades
Observatório da imprensa
Observatório das ciências e do ensino superior
Observatório dos estudantes do ensino superior
Observatório da comunicação
Observatório das actividades culturais
Observatório local da Guarda
Observatório de inserção profissional
Observatório do emprego e formação profissional (...???)
Observatório nacional dos recursos humanos
Observatório regional de Leiria (...o que é que esta gente fará ??)
Observatório permanente do ensino secundário
Observatório permanente da justiça
Observatório estatístico de Oeiras (...deve ser para observar o SATU !!!)
Observatório da criação de empresas
Observatório Mcom
Observatório têxtil
Observatório da neologia do português
Observatório de segurança
Observatório do desenvolvimento do Alentejo
Observatório de cheias  (...lol...lol...)
Observatório da sociedade de informação
Observatório da inovação e conhecimento
Observatório da qualidade em serviços de informação e conhecimento (...mais 3 !!!)
Observatório das regiões em reestruturação
Observatório das artes e tradições
Observatório de festas e património
Observatório dos apoios educativos
Observatório da globalização
Observatório do endividamento dos consumidores (...serão da DECO ??)
Observatório do sul Europeu
Observatório europeu das relações profissionais
Observatório transfronteiriço Espanha-Portugal  (...o que é estes fazem ???)
Observatório europeu do racismo e xenofobia
Observatório dos territórios rurais
Observatório dos mercados agrícolas
Observatório virtual da astrofísica
Observatório nacional dos sistemas multimunicipais e municipais (...valha-nos a virgem !!!)
Observatório da segurança rodoviária
Observatório das prisões portuguesas
Observatório nacional dos diabetes
Observatório de políticas de educação e de contextos educativos
Observatório ibérico do acompanhamento do problema da degradação dos povoamentos de sobreiro e azinheira (lol...lol...)
Observatório estatístico
Observatório dos tarifários e das telecomunicações (...este não existe !!! é mesmo tacho !!!)
Observatório da natureza
Observatório qualidade
Observatório da literatura e da literacia
Observatório da inteligência económica (hé! hé!! hé!!!)
Observatório para a integração de pessoas com deficiência
Observatório da competitividade e qualidade de vida
Observatório nacional das profissões de desporto
Observatório das ciências do 1º ciclo
Observatório nacional da dança
Observatório da língua portuguesa
Observatório de entradas na vida activa
Observatório europeu do sul
Observatório de biologia e sociedade
Observatório sobre o racismo e intolerância
Observatório permanente das organizações escolares
Observatório médico
Observatório solar e heliosférico
Observatório do sistema de aviação civil (...o que é este gente fará ??)
Observatório da cidadania
Observatório da segurança nas profissões
Observatório da comunicação local (...e estes ???)
Observatório jornalismo electrónico e multimédia
Observatório urbano do eixo atlântico (...minha nossa senhora !!!)
Observatório robótico
Observatório permanente da segurança do Porto (...e se cada cidade fosse criado um !!!)
Observatório do fogo (...que raio de observação !!)
Observatório da comunicação (Obercom)
Observatório da qualidade do ar (...o Instituto de Meteo e Geofisica não faz já isto ???)
Observatório do centro de pensamento de política internacional
Observatório ambiental de teledetecção atmosférica e comunicações aeroespaciais (...este á bom !!! com o nosso desenvolvimento aero-espacial !!!)
Observatório europeu das PME
Observatório da restauração
Observatório de Timor Leste
Observatório de reumatologia
Observatório da censura
Observatório do design
Observatório da economia mundial
Observatório do mercado de arroz
Observatório da DGV
Observatório de neologismos do português europeu
Observatório para a educação sexual
Observatório para a reabilitação urbana
Observatório para a gestão de áreas protegidas
Observatório europeu da sismologia (...o Instituto de Meteo e Geofisica não faz isto também ???)
Observatório nacional das doenças reumáticas
Observatório da caça
Observatório da habitação
Observatório do emprego em portugal  (...este é mesmo brincadeira !!!)
Observatório Alzheimer
Observatório magnético de Coimbra

PS : Ou muito me engano ou isto é tudo segundos e terceiros vencimentos de umas pessoas muito importantes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00

Vencimentos dos gestores do PSI - 20.

 

Os salários dos gestores das principais cotadas na bolsa de Lisboa não seguiram a tendência geral de perda de rendimentos que se verificou em 2011. As remunerações dos presidentes executivos destas 20 empresas aumentaram 5,3%, para 17,6 milhões de euros. Já a média salarial dos trabalhadores caiu quase 11%.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:30


Vencimentos milionários em tempo de crise

por Luis Moreira, em 13.05.12

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:35

E esta, hein? Faria de Oliveira é o Presidente da Caixa Geral de Depósitos, banco estatal, mas isso não o impede de ser também Presidente da Associação Nacional de Bancos que é, nem mais nem menos, o lobby da banca privada.

Como os gestores, ou melhor, os salários dos gestores andam a ser apertados com aquela história de não poderem ser superiores ao vencimento do Presidente da República, logo as nossas "cabecinhas pensadoras" arranjaram forma do Sr. Engenheiro (?) poder escolher um vencimento que não está sujeito a essas "chinesices". E o homem não se fez rogado, escolheu o vencimento maior. Não é ele banqueiro?

Vale tudo neste país sem vergonha! Como queremos nós que haja moralidade e ética se o estado se envolve com os interesses privados desta forma escandalosa? Para dar um vencimento superior a um senhor que anda há quarenta anos nas administrações de tudo quanto é empresas do estado? Não há ninguém na Assembleia da República que erga a sua voz contra esta ilicitude, mesmo que a Lei o permita?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:48

Sexta-feira de manhã os parlamentares europeus assinam o livro de presença e depois zarpam para casa. Veja o jornalista a querer falar com eles e os deputados a fugirem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

Contrariamente ao que fazem constar os professores portugueses ganham mais que a generalidade dos seus colegas ."os professores portugueses recebem mais 1,19 de salário do que outros trabalhadores a tempo inteiro com formação superior. Um valor que os coloca acima da média da OCDE que é de 0,77. Só a Coreia e a Espanha têm valores semelhantes a Portugal."

Mas os alunos são dos piores classificados e os sindicatos fazem greves, uma atrás de outra, como se os seus membros fossem os injustiçados maiores. Como se vê fazer muito barulho não dá razão a ninguém. É mais uma achega para se perceber as razões que levam os  professores a não quererem a autonomia das escolas, a avaliação assente no mérito e os rankings das escolas. Pois se ganham bem e não têm que dar troco a ninguém!

Esta tentativa de colocar os professores como profissionais mal tratados, a ganhar pouco, longe de casa, pendentes de concursos anuais que sempre são injustos, aturando alunos e pais violentos, cheios de comprimidos para se defenderem do stress, não cola. A classe, no essencial, tem os problemas de todas as outras classes profissionais.E, como em todas as classes, há quem ganhe de mais e quem ganhe de menos, segundo os resultados individuais.

E é preciso que os sindicatos percebam que não vale tudo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:36

Primeiro os trabalhadores da TAP a seguir os da CGD...

Os trabalhadores que mais ganham em Portugal e com mais certezas de emprego e mordomias são os que saltam como "coelhos" da tal "caixa"...

Quem virá a seguir? Não serão de certeza nem os pensionistas, nem os desempregados porque esses nunca entraram na "caixa de Pandora", não têm por onde gritar, pressionar, fazer lóbi...

Dizem os trabalhadores da TAP que se justifica por estarem em processo de privatização e porque operam em concorrência no mercado internacional. Os da Gaixa porque mal seria que os administradores se considerem "não funcionários públicos" para poderem ganhar as fortunas que ganham e, eles trabalhadores, na mesma Caixa, terem estatuto diverso e, assim, verem o seu vencimento diminuído.

Claro, que nada disto tem sentido. O que tem sentido é que estamos num processo muito doloroso para todos e devia haver solidariedade. Assim, o que temos é os trabalhadores darem uma vergonhosa demonstração do "salve-se quem puder..." . Depois queixem-se por os capitalistas colocarem o dinheiro nas off shores.

É o estado lobista mil vezes negado em todo o seu esplendor!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Cartroga vem dizer no Expresso, em extensa entrevista, que não é militante do PSD. Mas o Público até mostra como Marques Mendes em 2005, agitou ao país em transe, 33 novos membros que tinham aderido ao partido. E, preto no branco lá vem o nome de Eduardo Catroga.

Aqui está um exemplo, como os cientistas que, recentemente, descobriram que os neurónios se reduzem a partir dos 45 anos, têm toda a razão, pois não vamos acreditar que Catroga mente "com todos os dentes". Mas também quem tem esquecimentos destes dificilmente "tem o valor de mercado" que o leva a ganhar um vencimento milionário em cima de uma pensão milionária.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00


Ramalho Eanes exemplo de ética

por Luis Moreira, em 15.01.12

Ramalho Eanes no seu segundo mandato de Presidente da República viu-lhe enviada uma Lei congeminada contra si, "impedindo que o Presidente da República acumulasse o vencimento à sua pensão correspondente à sua carreira como militar". De imediato a aprovou, dando assim uma chapada de luva branca no videirismo e no salve-se quem puder que é o modo de estar da maioria dos políticos.

Mais tarde, desconfortado com tamanha injustiça, recorreu para os Tribunais que lhe deram razão e obrigaram o estado a entregar-lhe cerca de um milhão e trezentos mil euros importância que não aceitou. Mais uma vez uma chapada de luva branca nestes gananciosos que acumulam vencimentos e várias pensões enquanto arrotam, entre dois whiskies, a austeridade e a sua preocupação com os pobrezinhos.

São estes exemplos de ética que muita falta fazem ao país, olhamos em volta e só vemos ganância e despesismo!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:54


Pergunta Edite Estrela - Podem acumular?????

por Luis Moreira, em 10.01.12

Em relação a este poste, Edite Estrela faz aquela pergunta no Tweeter. A pergunta e os vários pontos de interrogação devem querer dizer que está perplexa com o poste.

Escusado será dirigi-la para este poste onde se pode ler que um país atrasado e mais injusto que o nosso ( a Suíça) fixou um limite de 1 700 euros para as reformas. Também, em abono da verdade, isto de ser socialista é bom mas devagar, não seria de esperar outra reacção:  professora, deputada, Presidente da Câmara de Sintra, Eurodeputada...

É, pois, muito natural que o leque salarial em Portugal seja o mais alargado de todos na Europa e vai continuar assim, com é bom de ver. Porque todos têm direitos adquiridos, menos os que vivem na miséria (dois milhões) esses é que não tem direitos, nem uma vida digna.

Poder acumular podem, basta ver o que está a acontecer na EDP mas não deviam. Quem está na vida activa devia suspender o recebimento da reforma ainda para mais quando se trata de pura ganância. E, ainda por cima pela mão do estado. Pensão e vencimento!

A minha perplexidade quanto a este assunto ainda é maior que a de Edite Estrela. Deve acumular????

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

Isto num país decente não acontece. Ou está reformado ou está no activo. Estar reformado e no activo ao mesmo tempo é que é absurdo. A reforma é um tempo de lazer, terminou a vida activa e começam os anos de lazer e descanso, há um tempo para trabalhar e um tempo para descansar. Mas aqui a reforma para alguns é só uma maneira de ganharem mais dinheiro.

Tiram postos de trabalho a quem não o tem e recebem milionárias reformas que o Estado não comporta. São estas "espertezas" que tornam este país profundamente desigual e o Estado pela mão dos partidos é quem mais dá cobertura.

Aqui está uma reforma estrutural, é regra que quem recebe uma reforma milionária continue a usufruir de vencimentos milionários. Na EDP e nas empresas públicas ou que já foram públicas, há muitas dezenas nestas condições.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


Deixem-nos ir embora

por Luis Moreira, em 10.11.11
Há uma proposta de lei para que os gestores públicos não ganhem mais que o Primeiro Ministro. Vamos ver quem é que na Assembleia da República vai votar contra. Já aí há quem diga que assim os melhores se vão embora. Era uma sorte, basta olhar para o estado do país para perceber que fazer pior é difícil.
Quem quiser ganhar mais faça depender os seus rendimentos dos resultados em mercado concorrêncial e não protegido.
Os que têm mercado de trabalho lá fora, já lá estão há muito tempo, ninguém os quer (passe um ou outro) e muito menos com os vencimentos milionários que auferem.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00


Estamos na falência? Estamos?

por Luis Moreira, em 28.10.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

Cavaco Silva, primeiro ministro, armadilhou-a ao aceitar as progressões automáticas na função pública. O que se passa é que os aumentos salariais regem-se pelo aumento da produtividade na economia e/ou pela inflação. A ideia é não distribuir mais do que o que se produziu e/ou não deixar que os vencimentos dos funcionários sejam "comidos" pela inflação.

O que acontece é que os aumentos de produtividade em Portugal não ultrapassam os 1/2% e a inflação anda, grosso modo, pelos 2%.Então, o aumento dos salários não devia ultrapassar os 2%, até porque é por este valor que se regem também as empresas privadas.

O que acontece é que em termos de massa salarial ( o que se gasta com as despesas do pessoal, anualmente) nunca é inferior a 5/6%, devido às progressões automáticas na carreira e das promoções. Isto é, as despesas com o pessoal são todos os anos muito superiores ao aumento da produtividade e da inflação. Isto, é claro, tem efeitos acumulativos, no ano (n+1) todo os aumentos têm como base este ano que, por sua vez, já tem acumulados todos os aumentos não sustentáveis dos anos anteriores.

Estou convencido que esta questão estará na base da perda salarial dos funcionários públicos nos próximos anos.

Será a isto que Pacheco Pereira se refere quando diz que os funcionários públicos não terão mais os 13º e 14º mês?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE OS H...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Anónimo

    I was searching for loan to sort out my bills &...

  • Anónimo

    VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING DE QUALIDADE...

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE EM C...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO COM TODOS OS TIPOS DE TRABALHO HA...

  • Anónimo

    Recebi meu cartão multibanco programado e em branc...

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE EM C...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog