Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Frederick Delius – Compositor inglês

por António Filipe, em 29.01.13
No dia 29 de Janeiro de 1862 nasceu, em Bradford, no Yorkshire, o compositor inglês Frederick Delius, considerado uma das figuras mais significativas no renascimento da música inglesa no final do século XIX.

Filho de um industrial alemão, estudou em Londres e, após ter trabalhado na firma do pai, acabou por partir, em 1884, para a Florida, dedicando-se à música, nos tempos livres. Depois da sua estadia nos Estados Unidos, o pai finalmente concordou em deixá-lo prosseguir uma educação musical. Foi então estudar para o Conservatório de Leipzig, onde conheceu Edward Grieg, que o encorajou e do qual se tornou amigo para o resto da vida. A partir de 1897, Delius instalou-se definitivamente em Paris. Compôs numerosas obras, apesar da cegueira e da paralisia que o atingiram com tenra idade, devido à sífilis, obrigando-o a deslocar-se numa cadeira de rodas. Muitas dessas obras suscitaram interesse principalmente na Alemanha na primeira década do século XX. Só mais tarde alcançou reputação no Reino Unido.
Frederick Delius morreu no dia 10 de Junho de 1934, em Grez-sur-Loing, na França. O enterro foi pouco habitual: não houve padre, nem orações, nem música. Um ano depois, o seu corpo foi trasladado para a Inglaterra e, no dia 24 de Maio de 1935 realizaram-se novas cerimónias fúnebres, desta vez com a participação de um padre anglicano e de uma grande multidão e, depois do funeral, teve lugar um concerto por uma secção da Orquestra Filarmónica de Londres.


“A Song before Sunrise”, de Frederick Delius
Royal Philharmonic Orchestra
Maestro: Sir Thomas Beecham

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 29 de Abril de 1879 nasceu em St. Helens, perto de Liverpool, o maestro inglês Thomas Beecham, um autodidacta que, não se limitando a dirigir orquestras fundadas por outros, criou, ele mesmo, várias: em 1915, fundou a Beecham Opera Company; em 1932, a Orquestra Filarmónica de Londres e, em 1946, a Orquestra Filarmónica Real. Manteve também uma forte ligação à Orquestra Filarmónica de Liverpool e às orquestras sinfónicas do Lancashire, sua região natal. A sua especialidade foi, curiosamente, a interpretação de compositores mais raramente interpretados na Grã-Bretanha, como Frederick Delius e Hector Berlioz. Mas foi igualmente brilhante em algumas das obras mais “universais” do repertório mundial
Desde o início do séc. XX até à sua morte influenciou significativamente a vida musical inglesa. Oriundo de uma família de industriais ricos, usou a fortuna que herdou para empreender uma profunda transformação do ambiente operático na Inglaterra, desde 1910 até ao início da I Guerra Mundial, estabelecendo as épocas regulares da Música em Covent Garden, em Drury Lane e no Teatro de Sua Majestade. Paralelamente – e segundo algumas fontes – terá sido o primeiro maestro britânico a ter uma carreira internacional regular. Estudou composição em Londres e em Paris.
Tinha um sentido de humor aguçado, que o levava, por exemplo, a dirigir-se a uma violoncelista durante um ensaio nestes termos: “Minha senhora, tem entre as pernas um instrumento capaz de dar prazer a milhares de pessoas, e tudo o que consegue fazer é arranhá-lo.
Sir Thomas Beecham faleceu no dia 8 de Março de 1961.


3º andamento da Sinfonia nº 38 “Praga”, de Mozart
Orquestra Sinfónica de Montreal
Maestro: Sir Thomas Beecham

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Piyush Giri Goswami

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE, ENTRE EM CO...

  • Piyush Giri Goswami

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    hello everyone, i'm so happy to recommend and tell...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...

  • Anónimo

    Despite all odds, this set of hackers has proved w...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog