Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


121106_plain_map_328.jpg

http://www.politico.com/2012-election/
View full results map: http://www.politico.com/2012-election/map/
Election results 2012 by state and county: http://www.politico.com/news/stories/1112/83320.html

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:16


Ó homem, solte-se!

por Francisco Clamote, em 20.09.12
Constata-se, face a esta  sondagem (infografia infra), que,  apesar da queda a pique do PSD nas intenções de voto, o PS não sobe e que só fica à frente do PSD, porque as intenções de voto neste partido vêm por aí abaixo.

O facto só pode ter, a meu ver, uma explicação: António José Seguro não é um líder que esteja à altura das circunstâncias.

Confesso que até nem desgostei das suas últimas intervenções, mas noto que é suficientemente tíbio para assumir, por inteiro, o legado do partido que lidera. O PS não tem nada que se envergonhar do seu passado, incluindo o mais recente, porque, se erros houve e sempre os há-de haver, porque errare humanum est, a verdade é que os anteriores governos liderados por José Sócrates, apesar das múltiplas resistências, obstruções e até traições, com origem, inclusive, nos partidos ora no poder e na Presidência da República, deixaram obra em múltiplos campos, obra que só pode ser motivo de orgulho para o partido. Relembro, designadamente, o investimento nunca visto na área da investigação, da ciência, da educação e da inovação, nas energias renováveis e nas novas tecnologias, sectores por onde terá de passar o desenvolvimento no futuro e que este governo tem vindo, sistematicamente, a desprezar. Com os resultados que estão à vista.

Para Seguro se mostrar inseguro basta acenarem-lhe com as PPP, onde, provavelmente, também  poderá ter havido erros, mas o certo é que nem aqui o actual líder do PS tem razão para se encolher. As PPP, nomeadamente as rodoviárias, tinham um propósito mais que justo. Só quem vive no litoral é que não reconhece que as obras lançadas com base nessas parcerias visavam antes de mais contribuir para evitar o isolamento e a desertificação do interior. O país não é só Lisboa e Porto. A coesão territorial, finalidade última dessas obras, só pode ser vista como uma política mais que justa.

Infelizmente não acabam aqui as queixas contra a actuação de António José Seguro, um homem ponderado, como ele diz, com verdade, e sereno, até demais, acho eu. De facto, como é que ele  não é capaz de  se insurgir e de desfazer a teia através da qual os partidos da direita se esforçam por atribuir ao PS a responsabilidade pela vinda da troika e pela assinatura do memorando? Não saberá ele que foi Sócrates quem mais se opôs à chegada da troika, tendo  resistido até não ter outra solução, já depois da queda do Governo, forçada por toda a oposição, da esquerda à direita, com esta  a reclamar e a pressionar, há muito, a entrada do FMI?  

Sabe com toda a certeza, pelo que é imperdoável que continue a pactuar com o logro. Por isso, daqui lhe digo: ó homem, conserve toda a sua ponderação e serenidade, mas solte-se. Duma vez por todas. Se não é capaz, dê o lugar a outro que seja capaz de pôr os pontos nos is.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:55

 

Esta sondagem da Universidade Católica parece demonstrar que, finalmente, uma boa parte dos que votaram nos partidos da actual coligação governamental se deu conta de que nas últimas eleições legislativas se deixou cair no "conto do vigário".

Digo finalmente, embora muito tarde, porque, face aos dados já, na altura, disponíveis, era evidente o logro, pelo que a queda no logro não é nada abonatório da clarividência dos logrados e acaba por, simultaneamente, pôr a nu a sua excessiva credulidade.

Talvez, por isso, como é habitual, nestes casos, as vítimas do "conto do vigário", por vergonha de se terem deixado enganar, não se assumem como vítimas. Não é, por isso, nada fácil encontrar quem tenha votado nesses dois partidos. Até já admito que nem a própria Manuela Ferreira Leite, anterior líder do PSD, tenha votado neles. Pois não desferiu ela, há poucos dias, um forte ataque contra a política deste governo liderado pelo seu próprio partido?

E às tantas, perante tanta negação, tenho de admitir como possível que estes partidos estão no poder pela simples razão de que eu e muitos outros como eu, que nem ao longe os podem ver, nos enganámos a colocar a cruzinha no boletim de voto.

Já não digo nada.

Ou melhor, digo: o PSD cai a pique, mas ainda tem muita margem para descer até ao zero que é o único algarismo capaz simbolizar a nulidade deste governo que o PSD lidera.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:42



Barómetro
Os dados do Barómetro Político da Marktest de Abril indicam que tanto o Presidente da República como o Primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, atingiram o saldo de imagem mais baixo de sempre, o que significa que os portugueses foram este mês ainda mais críticos na avaliação negativa da sua actuação.

Estudos de Opinião  , Grupo Marktest,  Ontem

 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00

As sondagenssão o que são e mostram uma fotografia num determinado momento. Há por aqui vária contradições:

"Se o País fosse hoje a votos, 36,3% dos eleitores voltariam a confiar nos sociais-democratas, enquanto 28,9% elegiam o partido liderado por António José Seguro. Já o CDS, que ao lado do PSD integra a actual maioria governativa, conquistaria apenas 6,2% das votações (ver caixa). A CDU obteria 10,1% dos votos e o Bloco de Esquerda 4%. A abstenção é que continua a atingir níveis preocupantes, com uma percentagem de 46, 1%.

Em matéria de confiança para primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho consegue reunir ainda mais votos do que o próprio PSD: 37,1%. António José Seguro reúne a confiança de 28,2% dos eleitores."

Mas 54,6% diz que o governo é mau...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Certa arrogância que aqui e ali se notam no discurso dos governantes e até a sua teimosia acerca de certas posições podem ser causadas por este facto. As sondagens, pesar da austeridade, continuam a posicionar o PSD à frente. Creio que são os que constituem aquela parte do eleitorado urbano que vota ora no PS ora no PSD e que dá a vitória ora a um ora a outro. Esses eleitores estão ainda convencidos que não há outra saída para além da que temos percorrido.

"De acordo com uma sondagem CM/Aximage, que será publicada na íntegra esta segunda-feira, se Portugal fosse hoje a votos, 36,3 por cento dos eleitores voltavam a confiar nos sociais-democratas, enquanto 28,9 por cento elegiam o partido liderado por António José Seguro para ser Governo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:45


Sondagem: PSD e PS aproximam-se

por Luis Moreira, em 12.01.12

Os dois partidos há muito que não estavam tão próximos. Desce o PSD sob o PS!

"Na sondagem de Janeiro da Aximage para o Correio da Manhã, o PSD conquistou 37,9% das intenções de votos, que comparam com os 39,5% alcançados no mês anterior. É o valor mais baixo desde Junho, o mês das eleições.
Por sua vez, 30% dos entrevistados no barómetro votariam no PS se as eleições legislativas se realizassem hoje. Há um mês, eram 27,7%. As intenções de voto representam a percentagem mais elevada, pelo menos, desde há um ano, ou seja, ainda durante o Executivo de José Sócrates. Entre os partidos mais pequenos com assento parlamentar, a CDU, apesar de recuar face a Dezembro, continua a ser a terceira força política mais escolhida pelos entrevistados, conquistando 10,7% das intenções de voto em Janeiro.
O CDS parece não sentir o desgaste por fazer parte da coligação governamental e, ao contrário do PSD, conseguiu aumentar as intenções de voto dos portugueses, estando agora em 9,3%. Por sua vez, o Bloco de Esquerda afasta-se das restantes forças, conquistando apenas 2,5% das intenções de voto, abaixo até dos votos em branco, votos nulo e ainda dos indecisos. "

A única boa notícia para o PSD é que os Portugueses confiam mais em Passos Coelho para governar do que em António José Seguro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:30

Recuou nos disparates do sistema polítco

por Isabel Moreira, em 15.09.10

mas Pedro Passos Coelho faz finca-pé em não de destacar do PS em intenções de voto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:53

Não sei, porque nunca me aconteceu, mas suponho que deva ser tramado: passar meses, anos, numa desvairada campanha de assassinato de carácter, num constante boicote ao Governo apenas porque estão lá os outros, num berreiro imparável contra a colossal incompetência e irresponsabilidade de Sócrates, declarar todos os dias que o abismo onde Portugal se afundará chega amanhã, e depois termos de nos levantar, ir ao banho e ao papo-seco, sair à rua e enfrentar esta sondagem nos idos de Setembro. Terrível, não gostaria nada que me acontecesse.

Claro que os zerinhos não o vão entender, nem ficando a tentar explicar até que o Estoril-Praia ganhasse a Champions, mas aqui fica por descargo de consciência: se Sócrates é tão mau como vocês o pintam, se é esse monstro de incompetência e corrupção, talvez esteja na altura de reconhecerem que há mais onde ocuparem o vosso tempo sem ser a coleccionar humilhações desta magnitude.

Portugal, decididamente, não merece o vosso titânico esforço, a vossa admirável inteligência e, acima e antes de tudo, a vossa salvífica verdade.

 

Insuperável...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:43


Da mordaça (até se nota nas sondagens, caramba)

por Rogério Costa Pereira, em 12.02.10

"Se as eleições legislativas fossem hoje, o Partido Socialista voltaria a ganhar sem maioria absoluta. Mesmo assim, no último mês, distanciou-se do PSD. É a conclusão de um estudo da Eurosondagem feito para a SIC, Expresso e Rádio Renascença que revela também uma recuperação da Procuradoria-Geral da República e dos juízes." [SIC - Estudo de Opinião efectuado pela Eurosondagem, S.A. para o Expresso, SIC e Rádio Renascença, de 04 a 09 de Fevereiro de 2010]

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:10


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Você precisa de algum serviço de hackers? ENTÃO CO...

  • Anónimo

    Você precisa de algum serviço de hackers? ENTÃO CO...

  • Anónimo

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • Anónimo

    Incrível, mas verdadeiro. Acabei de receber meu em...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Estou tão feliz que recebi um empréstimo de um cre...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog