Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No dia 11 de Dezembro de 1925, o compositor Carl Nielsen dirigiu a Orquestra da Capela Real, em Copenhaga, na interpretação da estreia da sua Sinfonia nº 6.

A Sinfonia nº 6, à qual Carl Nielsen chamou “Sinfonia Simples” foi composta nos anos de 1924 e 1925. Não sendo tão dramática como as duas anteriores, alguns ouvintes consideram-na estranha. Depois de um primeiro andamento que não tem nada de simples, a partitura do segundo requer, apenas, nove instrumentos e representa o comentário de Nielsen sobre as tendências de composição dos anos vinte.
A sinfonia nº 6 de Carl Nielsen foi, durante muitos anos, considerada um fracasso. Mas, cada vez mais, é apreciada como sendo o mais poderoso testemunho sinfónico deste compositor.


Sinfonia nº 6 “Sinfonia Simples”, de Carl Nielsen
Orquestra Sinfónica da Radiodifusão de Frankfurt
Maestro: Paavo Järvi

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


William Steinberg – Maestro alemão

por António Filipe, em 01.08.12

No dia 1 de Agosto de 1899 nasceu em Colónia, na Alemanha, o maestro William Steinberg, que, embora notável pelas suas interpretações expressivas, era conhecido pelo seu estilo simples e pouca dinâmica no pódio.
Estudou no Conservatório de Colónia, graduando-se, com distinção, em 1920. Foi-lhe atribuído o prémio Wullner, por direcção de orquestra. Na Ópera de Colónia foi assistente de Otto Klemperer, a quem sucedeu em 1924, como maestro principal. Começou também a aparecer em importantes concertos pela Europa, incluindo compromissos no Teatro Alemão de Praga, na Checoslováquia. Em 1929, foi nomeado maestro da Ópera de Frankfurt.
Steinberg deixou a Alemanha em 1936, mudando-se para Israel, porque o movimento nazi o retirou da Ópera de Frankfurt, em 1933. Tornou-se o primeiro maestro da Orquestra Sinfónica da Palestina, que viria depois a ser conhecida como Orquestra Filarmónica de Israel. Steinberg era o maestro quando Arturo Toscanini visitou a orquestra em 1936. Toscanini ficou tão satisfeito com o seu trabalho que o convidou para ser assistente na preparação de orquestras que seriam apresentadas na NBC.
William Steinberg mudou-se para os Estados Unidos em 1938, onde realizou uma série de concertos com a Orquestra Sinfónica da NBC, entre 1938 e 1940. De 1945 até 1952 foi o director musical da Orquestra Filarmónica de Buffalo. É mais conhecido pelo seu mandato como director musical da Orquestra Sinfónica de Pitsburgo, cargo que exerceu entre 1952 e 1976. De 1958 até 1960 dirigiu a Orquestra Filarmónica de Londres e foi director musical da Orquestra Sinfónica de Boston de 1969 a 1972. Entre 1966 e 1968, foi, também, o maestro principal convidado da Filarmónica de Nova Iorque.
Dirigiu as principais orquestras dos Estados Unidos e da Europa e tem uma estrela na calçada da fama de Hollywood. William Steinberg faleceu em Nova Iorque, no dia 16 de Maio de 1978.


1º andamento da Sinfonia nº 6, de Beethoven
Orquestra Sinfónica de Pitsburgo
Maestro: William Steinberg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 5 de Abril de 1908 nasceu, em Salzburgo, o maestro austríaco Herbert von Karajan. Vindo de uma família da alta burguesia, foi um prodígio no piano desde muito cedo. Começou a aprender o instrumento em 1912. A partir de 1916, e durante dez anos, estudou no Mozarteum de Salzburgo, onde foi encorajado a estudar direcção de orquestra. Depois ingressou na Escola Técnica de Viena e na Escola de Música e Artes de Viena, onde se graduou como maestro.
Regeu durante 60 anos, 35 dos quais à frente da orquestra que, com ele, mais prestígio granjeou entre todas: a Filarmónica de Berlim. A associação da sua pessoa aos alemães (era conhecido como “o mais alemão” dos maestros) vem do seu carácter e da ligação com a grande orquestra de Berlim. Em 1933, estreou-se no Festival de Salzburgo e, no ano seguinte, dirigiu pela primeira vez a Orquestra Filarmónica de Viena. Ainda em 1933, no dia 8 de Abril, tornou-se membro do Partido Nazi. Posteriormente, judeus como Isaac Stern, Arthur Rubinstein e Itzhak Perlman recusaram-se a participar em concertos com Karajan.
Em 1946, realizou o seu primeiro concerto depois da guerra, em Viena, com a Orquestra Filarmónica, mas foi banido de futuras actividades pelas autoridades da ocupação soviética. Após ter participado anonimamente no Festival de Salzburgo, no ano seguinte foi autorizado a voltar à actividade de maestro.
No dia 16 de Maio de 1968 dirigiu a Orquestra Filarmónica de Berlim no Coliseu dos Recreios, em Lisboa. Ao concerto assistiu o então Presidente da República, Almirante Américo Tomás. À margem da sua actividade artística, Karajan era um grande apaixonado por carros. Em privado, afirmava que a mais bela sinfonia do mundo era produzida por um motor de doze cilindros. Morreu em Anif, perto de Salzburgo, no dia 16 de Julho de 1989.
Embora tenha interpretado muitos outros compositores, Herbert von Karajan é muitas vezes indicado como o grande intérprete de Beethoven – e a verdade é que merece essa honrosa referência.


1º andamento da Sinfonia nº 6, de Beethoven
Orquestra Filarmónica de Berlim
Maestro: Herbert von Karajan

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 20 de Janeiro de 1894 nasceu em Rockland, estado do Maine, o compositor americano Walter Piston. Depois de ter estudado engenharia no liceu e de se ter licenciado em pintura, foi admitido na Universidade de Harvard, em 1920, onde estudou contraponto, harmonia, composição e história da música. Trabalhou como assistente de vários professores de música e foi maestro da orquestra dos estudantes. Mais tarde, foi professor na Universidade de Harvard, cargo que exerceu até 1959.
Virtuoso neoclássico no seu estilo, recebeu influências do jazz. É autor da suite de bailado “O Incrível Flautista” e de seis sinfonias, concertos, cinco quartetos de cordas, bem como de tratados de orquestração, contraponto e harmonia. Nos últimos anos de vida, Piston ficou debilitado com diabetes, que afectaram a sua visão e audição. Morreu, de ataque cardíaco, no dia 12 de Novembro de 1976, em Belmont, no estado de Massachusetts.


4º andamento da Sinfonia nº 6, de Walter Piston
Orquestra Sinfónica de Saint Louis
Maestro: Leonard Slatkin
Imagens: Obras do pintor e muralista americano Thomas Hart Benton

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog