Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No dia 4 de Setembro de 1824 nasceu, em Ansfelden, uma pequena cidade junto de Linz, o compositor austríaco Anton Bruckner.
Foi um conceituado organista e professor no Conservatório de Viena, mas ficou conhecido principalmente como compositor. Célebre pelas suas sinfonias, era um devoto católico, o que terá influenciado também a quantidade e a qualidade das missas e peças sacras que compôs.
Amigo pessoal de Richard Wagner e contemporâneo de Brahms (que era nove anos mais novo e morreu no mesmo ano) Bruckner continuou as tradições sinfónicas austro-germânicas, conseguindo várias sinfonias de grande riqueza orquestral, sobretudo graças a apuradas técnicas de composição e de improviso formal – em boa parte influenciadas pela sua mestria de organista.
Morreu em Viena, no dia 11 de Outubro de 1896.


4º andamento da Sinfonia nº 4, de Bruckner
Staatskapelle Berlin
Maestro: Daniel Barenboim

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 9 de Junho de 1865 nasceu numa aldeia perto de Odense, na Dinamarca, o compositor, maestro e violinista Carl Nielsen. Foi o sétimo de doze filhos e, embora os seus pais fossem pobres, conseguiu estudar violino e piano no Conservatório de Copenhaga. Numa banda militar também aprendeu a tocar diversos instrumentos de sopro. Começou a compor, apesar de nunca ter tido aulas de composição. Escreveu as suas primeiras composições com a idade de 8 ou 9 anos. Em 1894 estreou a sua primeira sinfonia, sem êxito digno de nota. Mas, dois anos depois, a mesma obra foi apresentada em Berlim e teve enorme sucesso.
Mesmo assim, a sua carreira continuou quase limitada aos concertos como violinista no Teatro Real de Copenhaga. Só em 1905 conseguiu editor para as suas composições. Depois, as suas seis sinfonias, além de diversas obras de câmara (principalmente para instrumentos de sopro) fizeram dele o mais célebre compositor dinamarquês.
Carl Nielsen faleceu em Copenhaga, no dia 3 de Outubro 1931.


4º andamento da Sinfonia nº 4, de Carl Nielsen
Orquestra Sinfónica da BBC
Maestro: Osmo Vanska

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Gennady Rozhdestvensky – Maestro russo

por António Filipe, em 04.05.12
No dia 4 de Maio de 1931, nasceu, em Moscovo, o maestro russo Gennady Anosov, filho de um maestro e professor, Nikolay Anosov, com quem aprendeu composição no Conservatório de Moscovo. Apesar disso (ou talvez para melhor se distinguir do pai), adoptou o apelido de solteira da mãe para a sua carreira artística. Famoso quando ainda mal tinha completado 20 anos, por ter dirigido “O Quebra Nozes” no Teatro Bolshoi, muito cedo granjeou prestígio. Estreou diversas obras de compositores soviéticos e fez a estreia de “Sonho de uma Noite de Verão”, de Benjamin Britten, em Moscovo.
Conhecido pela eficiência das suas especiais batutas muito curtas e pelo facto de nunca usar o pódio para reger a orquestra, porque deambula permanentemente pelo palco enquanto dirige, Rozhdestvensky “passeou”, pelas grandes salas de todo o mundo, uma distinta classe e uma enorme humildade. Portugal foi, de algum modo, testemunha disso, quando, em 2003, um concerto do grande maestro na Fundação Gulbenkian, em Lisboa, foi cancelado porque um segurança o não deixou entrar no recinto – certamente estranhando que uma tão grande personagem chegasse a pé e sozinho…

3º andamento da Sinfonia nº 4, de Tchaikovsky
Orquestra Filarmónica de Leninegrado
Maestro: Gennady Rozhdestvensky

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 3 de Abril de 1897 morreu, em Viena, o compositor alemão Johannes Brahms. Tinha nascido, em Hamburgo, no dia 7 de Maio de 1833. O pai cedo se apercebeu dos dotes de Brahms e quando este completou 7 anos, contratou um professor para lhe dar aulas de piano. Desde muito jovem acompanhou o pai, que era contrabaixista em bares, e, aos 10 anos, deu o primeiro concerto em público, interpretando Mozart e Beethoven. Não tardou a ser convidado para tocar nas cervejarias de Hamburgo e foi nesse ambiente que um dia decidiu sair de casa, aliciado por um violinista húngaro a fazer uma tournée pela Alemanha. A companhia não era a melhor, mas a digressão valeu a Brahms conhecer e fazer-se amigo de Joseph Joachim, Liszt e, Schumann. Em 1853, Robert e Clara Schumann receberam Brahms na sua casa, em Dusseldorf. Reconhecendo-lhe o génio, Schumann recomendou as suas obras aos seus editores e escreveu um famoso artigo na Nova Gazeta Musical, intitulado Novos Caminhos, onde lhe chamou "jovem águia" e "Eleito".
Em 1860, comete um grande erro: assina, junto com Joachim e outros dois músicos, um manifesto contra a chamada escola neo-alemã, de Liszt e Wagner, e o que chamava "música do futuro". Embora Brahms nunca fosse afeito a polémicas, acabou classificado de reaccionário, rótulo de que só se livrou muitos anos mais tarde, graças ao famoso ensaio de Schoenberg “Brahms, o Progressista”. Por isso ou não, deixou a Alemanha e fixou-se em Viena. E foi na Áustria que construiu algumas das suas principais obras e o prestígio que a qualidade destas merecia. Van Büllow referiu-se a ele afirmando que estava encontrado o 3º B da genialidade alemã (depois de Bach e Beethoven)
Mas foi só a partir da estreia do Réquiem Alemão, em 1868, que Brahms começou a ser reconhecido como grande compositor.
Em 1876, estreia a sua Primeira Sinfonia, ansiosamente aguardada. Foi um grande sucesso e Brahms ficou marcado como sucessor de Beethoven - o maestro Hans von Bülow até apelidou a sinfonia de Décima. Em 1890, depois de concluir o Quinteto de Cordas, op. 111, decide parar de compor e até prepara um testamento. Mas não se aguentou muito tempo. No ano seguinte, encontra-se com o clarinetista Richard Mülhfeld e, encantado com o instrumento, escreve inúmeras obras de câmara para clarinete. A sua última obra publicada foi o ciclo Quatro Canções Sérias, onde praticamente se despede da vida. Ofereceu a si mesmo esta colectânea, no aniversário de 1896. Johannes Brahms viria a morrer um ano depois, no dia 3 de Abril de 1897, em Viena.


3º andamento da Sinfonia nº 4, de Brahms
Orquestra Sinfónica do YouTube
Maestro-Michael Tilson Thomas

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Michael Tilson Thomas

por António Filipe, em 21.12.11

No dia 21 de Dezembro de 1944 nasceu em Los Angeles, Califórnia, o compositor, pianista e maestro Michael Tilson Thomas. Estudou na Universidade da Califórnia do Sul e, enquanto estudante, foi assistente musical e assistente dos maestros no Festival de Bayreuth. Em 1969 estreou-se como maestro, com a Orquestra Sinfónica de Boston, substituindo William Steinberg na segunda parte do concerto. Ficou em Boston como assistente do maestro até 1974. Foi director musical da Orquestra Filarmónica de Buffalo, entre 1971 e 1979. Por essa altura também dirigiu muitos concertos com a Filarmónica de Nova Iorque. De 1981 até 1985 foi o maestro principal da Orquestra Filarmónica de Los Angeles e, em 1987, fundou a Nova Sinfónica Mundial, em Miami, Flórida. De 1988 a 1995 foi o maestro principal da Orquestra Sinfónica de Londres. Desde 1995 é director musical da Orquestra Sinfónica de São Francisco.
No ano de 2009 Michael Tilson Thomas ajudou a criar a Orquestra Sinfónica do YouTube, cujos membros foram seleccionados em 30 países, tendo como base mais de 3000 audições em vídeo, no YouTube. Esta orquestra participou numa cimeira de música clássica, na Juilliard School of Music, em Nova Iorque, que durou 3 dias e terminou com um concerto ao vivo, no Carnegie Hall, no dia 15 de Abril. O concerto ficou, mais tarde, disponível no YouTube. No dia 20 de Março de 2011 Tilson Thomas também dirigiu a Orquestra Sinfónica YouTube 2 em Sydney, na Austrália.


4º andamento da Sinfonia nº 4, de Tchaikovsky
Orquestra Sinfónica de S. Francisco
Maestro: Michael Tilson Thomas

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:00


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Você precisa de um hacker para ajudar a invadir qu...

  • Anónimo

    Você precisa de um hacker para ajudar a invadir qu...

  • Anónimo

    Você precisa de um hacker para ajudar a invadir qu...

  • Anónimo

    Si vous avez besoin d'un véritable service de pira...

  • Anónimo

    Si vous avez besoin d'un véritable service de pira...

  • Anónimo

    Si vous avez besoin d'un véritable service de pira...

  • Anónimo

    Se trata de un grupo profesional de piratas inform...

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Você precisa de serviços de hackers? Em seguida, v...

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog