Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sinfonia nº 2, de William Walton

por António Filipe, em 02.09.13
No dia 2 de Setembro de 1960, realizou-se a estreia, no Festival de Edimburgo, da Sinfonia nº 2, do compositor inglês William Walton. O maestro John Pritchard dirigiu a Royal Liverpool Philharmonic Orchestra.

Walton recebeu um patrocínio da Royal Liverpool Philharmonic Orchestra para compor esta sinfonia, para a celebração do 750º aniversário da cidade de Liverpool, em 1957.
O maestro George Szell dirigiu a Orquestra dos Concertos Gebouw, na estreia da obra, em Amesterdão, no dia 19 de Novembro de 1960. Também dirigiu a estreia nos Estados Unidos, em Cleveland, à frente da orquestra daquela cidade, no dia 29 de Dezembro de 1960 e, alguns meses depois, gravou a sinfonia, com a mesma orquestra. O maestro Leopold Stokowski, numa digressão com a Orquestra Sinfónica de Viena, executou a Sinfonia nº 2, de William Walton, em Maio de 1962, em Viena.
Esta obra foi alvo de várias críticas negativas na imprensa devido ao seu estilo aparentemente conservador, numa época em que, na Europa, florescia a música de vanguarda.


3º andamento da Sinfonia nº 2, de William Walton
English Northern Philarmonia
Maestro: Paul Daniel

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 4 de Abril de 1931 morreu o compositor, organista e maestro norte-americano George Chadwick. Tinha nascido em Lowell, Massachusetts, no dia 13 de Novembro de 1854.

Recebeu as primeiras lições de música do seu irmão mais velho, que tocava órgão. Abandonou o liceu em 1871 e começou a trabalhar com o pai, no ramo dos seguros. A experiência permitiu-lhe viajar para Boston e outras cidades, onde assistiu a concertos e eventos culturais que iniciaram o seu interesse pelas artes.
Em 1872, Chadwick entrou para o Conservatório da Nova Inglaterra, como "aluno especial", sem satisfazer os requisitos de admissão. Estudou órgão, piano e teoria musical. Em 1876, aceitou um cargo na Universidade de Olivet, em Michigan, onde foi professor e administrador e fundou a Associação Nacional de Professores de Música.
Percebendo que a sua carreira musical nos Estados Unidos era limitada, Chadwick foi para a Alemanha e estudou em Leipzig, no Conservatório Real de Música. Depois de dois anos em Leipzig, viajou pela Europa, vindo a continuar os seus estudos de composição na Hochschule für Musik, em Munique.
George Chadwick regressou a Boston, em 1880, e continuou a sua carreira de compositor, organista e maestro. Foi director do Festival de Springfield de 1890 a 1899 e do Festival de Música de Worcester, de 1899 a 1901. Em 1897 foi nomeado director do Conservatório de Nova Inglaterra. A sua produção, como compositor, entrou em declínio, a partir de 1919, mas continuou a ser muito respeitado até à data da sua morte.


3º andamento da Sinfonia nº 2, op. 21, de George Chadwick
Orquestra Sinfónica de Albany
Maestro: Julius Hegyi

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Walter Damrosch – Compositor e maestro americano

por António Filipe, em 30.01.13
No dia 30 de Janeiro de 1862 nasceu, em Breslau, na Alemanha, o compositor, maestro e professor de música Walter Damrosch, filho do maestro e compositor Leopold Damrosch.

Estudou piano e composição na Alemanha e em Nova Iorque, para onde foi, com a família, em 1871. Entre 1884 e 1891 foi maestro assistente na Metropolitan Opera e, em 1885, sucedeu ao pai como maestro da Oratorio Society e da New York Symphony Society.
Desempenhou um importante papel na persuasão de Andrew Carnegie para construir o Carnegie Hall e convidou Tchaikovsky para a sua inauguração, em 1891. Também dirigiu a estreia das Sinfonia nº 4 e 6, daquele compositor, respectivamente, a 1 de Fevereiro de 1890 e a 16 de Março de 1894.
Em 1920, Damrosch fez uma digressão pela Europa, com a Orquestra da New York Symphony Society. Foi a primeira vez que um agrupamento americano atravessou o Atlântico. Durante a sua estadia na Europa ajudou a estabelecer um Conservatório americano em Fontainebleau, perto de Paris.
De volta aos Estados Unidos, foi pioneiro no campo da transmissão de concertos pela rádio e, em 1927, foi nomeado consultor musical da NBC e foi também pioneiro na produção de material de educação em música clássica para crianças.
Walter Damrosch faleceu em Nova Iorque, no dia 22 de Dezembro de 1950.


Sinfonia nº 2, op. 73, de Brahms
Orquestra Sinfónica de Nova Iorque
Maestro: Walter Damrosch

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Sinfonia nº 2, de Schubert

por António Filipe, em 20.10.12

No dia 20 de Outubro de 1877 estreou-se a Sinfonia nº 2 do compositor austríaco Franz Schubert, que tinha apenas 17 anos.
A Sinfonia nº 2, D. 125, em si bemol maior, foi composta por Franz Schubert nos anos de 1814 e 1815. Sendo Schubert um incontestável admirador de Beethoven, não é de surpreender que tenha ido buscar inspiração àquele génio de Bona, para escrever esta sinfonia. Isso é notório, especialmente no 1º andamento, cujo tema inicial faz lembrar a abertura “As Criaturas de Prometeu”, que Beethoven tinha composto em 1800.
Sendo uma das obras importantes de Schubert, não se percebe a razão pela qual a Sinfonia nº 2 só foi executada, em público, 50 anos depois da morte do compositor. Embora com uma introdução lenta, o primeiro andamento é cheio de vigor e contém belas passagens, interpretadas pelos instrumentos de madeira. O final da sinfonia recria este ambiente alegre e acrescenta alguns toques de humor, bem à maneira de Haydn.


Sinfonia nº 2, de Schubert
Orquestra Sinfônica da Rádio da Bavária
Maestro: Lorin Maazel

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Maureen Forrester – Contralto canadiana

por António Filipe, em 25.07.12

No dia 25 de Julho de 1930 nasceu em Montreal a contralto canadiana Maureen Forrester, que ficou particularmente conhecida como uma intérprete de Mahler e Brahms. Com quatro irmãos, cresceu num bairro pobre e, aos 13 anos, abandonou a escola para ajudar no sustento da família, trabalhando como secretária na companhia dos telefones. Teve aulas de canto com Sally Martin, Frank Rowe e o barítono Bernard Diamant. Em 1953, deu o primeiro recital no YWCA, acompanhada pelo pianista John Newmark que passou a ser seu colaborador durante um longo período da sua carreira. Fez várias digressões pelo Canadá e Europa com o grupo Jeunesses Musicales.
A estreia de Maureen Forrester nas salas de concerto foi com a Nona Sinfonia de Beethoven, conduzida por Otto Klemperer. Em 1956 estreou-se no Town Hall, em Nova Iorque. Nesse mesmo ano, Bruno Walter, maestro e compositor alemão, convidou-a para cantar. Estava à procura de uma contralto para uma actuação e gravação da Sinfonia n º 2, de Mahler. Em 1957, Maureen Forrester realizou um recital, acompanhada pela Orquestra Filarmónica de Nova Iorque, na despedida de Walter.
A dicção alemã que Forrester possuía era considerada excelente e o seu sentido dramático também era admirado. As suas actuações em óperas eram, preferencialmente, em papéis para mezzo-soprano e contralto. Também deu voz à personagem Bianca Castafiore na série de televisão “As Aventuras de Tintin”.
Trabalhou com todos os principais maestros de renome internacional e foi casada com o maestro Eugene Kash, com quem teve cinco filhos, entre eles os actores Linda Kash e Daniel Kash. Maureen Forrester morreu, com 79 anos, no dia 16 de Junho de 2010, em Toronto.


4º andamento "Urlicht” da Sinfonia nº 2, de Mahler
Contralto: Maureen Forrester
Maestro: Glenn Gould

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Rafael Kubelík – Maestro checo

por António Filipe, em 29.06.12

No dia 29 de Junho de 1914 nasceu em Býchory, Bohemia, actual República Checa, o maestro Rafael Kubelík, Foi o sexto filho do famoso violinista Jan Kubelík. Estudou violino com o pai, e, posteriormente, no Conservatório de Praga, onde também estudou composição e direcção de orquestra. Acabou o curso em 1933, com dezanove anos.
Em 1939, Rafael Kubelík tornou-se director musical da Ópera Brno, cargo que ocupou até que os Nazis acabaram com a orquestra, a 12 de Novembro de 1941. Quando a Filarmónica Checa foi fundada, foi nomeado maestro principal. O seu primeiro concerto com a orquestra foi em 1934, quando tinha apenas vinte anos.
Em 1950, Kubelík foi o director musical da Orquestra Sinfónica de Chicago e, de 1955 a 1958 desempenhou a mesma função na Royal Opera House, Covent Garden. Entre os anos de 1961 e 1979 exerceu o cargo de director musical da Orquestra Sinfónica da Rádio da Baviera. Em 1971 aceitou a proposta de ser director geral do Metropolitan Opera, em Nova Iorque, tornando-se director artístico no ano seguinte.
Em 1985, devido à doença, Kubelík aposentou-se. A sua última apresentação foi em 1990 no Festival de Primavera de Praga, com a Filarmónica Checa. Morreu no dia 11 de Agosto de 1996, na Suíça, mas foi sepultado em Praga.


4º andamento da Sinfonia nº 2, de Beethoven
Orquestras dos Concertos Gebouw
Maestro: Rafael Kubelik

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 19 de Maio de 1954 faleceu, em Nova Iorque, o compositor americano Charles Ives. Tinha nascido, em Danbury, Connecticut, a 20 de Outubro de 1874. Era filho de George Ives, líder da Banda do Exército dos Estados Unidos, durante a guerra civil americana. O pequeno Charles costumava ir para a praça de Danbury, para ouvir a banda do pai e outras que por lá tocavam, às vezes simultaneamente, noutros locais da praça. Este facto contribuiu muito para o desenvolvimento do seu gosto pela música. Recebeu lições de música do pai, que o encorajou a fazer experiências com harmonizações bitonais e politonais.
Tornou-se organista da igreja quando tinha 14 anos e escreveu vários hinos e canções para os serviços eclesiásticos. As suas composições foram largamente ignoradas enquanto foi vivo e muitas delas não foram executadas durante vários anos. As suas composições combinavam a música popular americana e a música tradicional da igreja com a música europeia e foi dos primeiros compositores a aventurar-se no mundo da música experimental.
Em 1893 mudou-se para New Haven e matriculou-se na Hopkins School, onde foi capitão da equipa de baseball. Em Setembro de 1894 entrou para a Universidade de Yale. Compunha música de igreja e, em 1896, escreveu uma canção para a campanha presidencial de William McKinley. Continuou a ser organista na igreja até Maio de 1902. Em 1899 arranjou emprego numa companhia de seguros, onde se manteve até 1906. Em 1907, juntamente com um amigo, Charles Ives criou a sua própria companhia de seguros, que manteve até que se reformou. Era muito bem visto no ramo das seguradoras e muitos dos seus companheiros de profissão ficavam surpreendidos, ao saberem que também era compositor.
Nesse mesmo ano sofreu o primeiro de vários ataques de coração. Depois da recuperação, iniciou um dos períodos mais criativos da sua vida como compositor. Depois de casar com Harmony Twitchell, em 1908, mudou-se para Nova Iorque, onde continuou a ser um prolífico compositor até que, em 1918, sofreu outro ataque de coração. Depois disso, só compunha esporadicamente. A sua última composição foi a canção “Sunrise”, em Agosto de 1926. A sua mulher conta que, um dia, no início do ano de 1927, Ives foi ter com ela e, com lágrimas nos olhos, disse-lhe: “Já não consigo compor. Nada me soa bem.”
Embora deixasse de compor e lutasse, constantemente, com problemas de saúde, continuou a fazer revisões às sua obras anteriores e a supervisionar estreias da sua música. Em 1930 contraiu diabetes e retirou-se, definitivamente, do negócio de seguros. Embora tivesse mais tempo para se dedicar à música, nunca mais conseguiu compor.


4º e 5º andamentos da Sinfonia nº 2, de Charles Ives
Orquestra Sinfónica da Radiodifusão da Bavária
Maestro: Leonard Bernstein

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    OLÁ!!! Você é um homem ou uma mulher? Você precisa...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Ile é conectado como o controle de acesso à Intern...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog