Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A orgânica inicial deste governo tinha (tem) dois problemas enormes: O super ministério da Economia e o super ministério da Agricultura e Pescas. O super da economial passou a normal, embora ainda com muitas e importantes  pastas. Foi assim que se esvaziou em parte o super Álvaro:O ministro da Economia perde, assim, a tutela da reprogramação e reafectação dos fundos comunitários, e apesar de continuar vê a sua posição mais fragilizada. Primeiro perdeu a diplomacia económica, que começou por estar nas mãos de Paulo Portas, ministro dos Negócios Estrangeiros, mas que acaba por ser repartida com Passos Coelho, que preside ao Conselho Estratégico de Internacionalização da Economia. Depois foi preterido a favor de António Borges, que foi chamado para a coordenar o programa de privatizações e de negociação das PPP que antes eram geridos no Terreiro do Paço, nunca chegando a estar nas mãos do ministro da Economia. E por fim por Miguel Relvas, ministro dos Assuntos Parlamentares que chamou a si a coordenação do grupo de trabalho para propor medidas para o desemprego jovem.

O erro quanto a mim foi a fasquia inicial!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00

O ministro da economia veio , um dia depois, do dia mais longo das nossas vidas, mostrar que o governo está a trabalhar noutros tabuleiros que não só o Memorando da Troika.

"Há vida para além da austeridade e a isso chama-se combater a subsídio-dependência, reformar sem medos e receios contra lóbis e proteccionismos", afirmou Santos Pereira na conferência "O Estado e a Competitividade da Economia Portuguesa", organizada em Lisboa pela Antena 1 e pelo Jornal de Negócio


Ler mais: http://aeiou.expresso.pt/ha-vida-para-alem-da-austeridade-video=f681390#ixzz1b9yA5UPG
Mais, vem aí uma reforma no sector empresarial do estado, principalmente nos transportes, absolutamente necessária. Vai-se reorganizar as redes de transporte numa óptica de complementaridade ( agora, à superfície, há transportes que têm, à mesma hora, o mesmo destino do Metro, todos sem passageiros ou perto disso), isso obriga a fusões em empresas e a despedimentos de trabalhadores ( podem ser aqueles que ganham mais que o Presidente da República e andam à boleia das greves dos maquinistas...)
Enfim, enfrenta-se um problema que acumula muitos milhões de prejuízos com a agravante que nos tentam vender a ideia que tem que ser assim mesmo o chamado "custo social dos transportes", como temos o "custo social do desperdício na saúde" e o "custo social dos professores chegarem todos ao topo da carreira" apesar dos miseráveis resultados da aprendizagem.
Para quem não queria perceber, sabe-se agora, de fonte segura, que os funcionários públicos ganham mais em média que os trabalhadores da privada e gozam da segurança de emprego que ninguém tem na privada.
Que não te doa a mão, Álvaro! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:00


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    OLÁ!!! Você é um homem ou uma mulher? Você precisa...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Ile é conectado como o controle de acesso à Intern...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog