Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Luciana foi visitada por um senhor inspector

por Luis Moreira, em 19.04.12

A Luciana tem seis filhos. Um deles já anda na universidade diz com orgulho. Os outros andam todos na escola . A Luciana trata do resto. Com os 1 000 euros que recebe do RSI e do abono de família, trata dos filhos, da alimentação e da limpeza. Tudo muito apertado mas vai dando. Tem uma casa que os obriga a  dormirem todos só em dois quartos. Mas vai dando. Tomam banho com água quente da panela que o gás já foi desligado porque falhou umas quantas vezes o pagamento. Mas vai dando.

O senhor inspector até lhe disse que só o facto de ter um filho na universidade já justificava o RSI, mas estranhamento passados umas semanas tiraram-lhe 200 euros. Bem, pensou, ficou pior mas vai dando. A Luciana lá continua com aquela sua vida de trabalho e amor pelos filhos. É uma opção de vida. Sabe ter filhos e tratar deles. O que seria dos pobrezinhos se andassem aí metidos em creches ou entregues aos cuidados de estranhos?

No outro dia o senhor inspector voltou lá a casa da Luciana. Parece que lhe vão tirar mais dinheiro ao fim do mês. Com medo perguntou se seria muito. Um bocado respondeu o senhor inspector, se for como andam a pensar cortam-lhe quase metade.

A Luciana já não dorme. Afinal ela e os filhos trabalham e estudam .

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:32


A redução dos subsídios na Segurança Social

por Luis Moreira, em 04.04.12

Ontem escrevi aqui este texto. No entanto, hoje li várias opiniões com argumentos a que fui sensível e quero alinhá-los porque a questão pode ser vista de modo diverso. Que o governo tenha que tirar aqui e mais ali, em tudo o que vive e trabalhe, exige-lhe o ter que poupar. Mas escusava de justificar com o argumento de combate à fraude.

O ministro denunciou sinais exteriores de riqueza a alguns que recebem o RSI. Nestes casos de fraudes deve combatê-las na certeza, porém, que a grande fraude não é neste  segmento da população que recebe RSI que a encontrará. Por isso, faça os cortes que tem a fazer mas não insulte quem já se sente insultado.

Aqui fica o espírito e a letra do editorial do Publico que repõe a justiça no processo  para quem é "contemplado".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:55

O ministro da vespa, digo, do carrão, oficialmente da Segurança Social, anunciou que as  regras de acesso ao rendimento social de inserção (RSI) vão mudar em 2012.
Para Pedro Mota Soares "Só faz sentido atribuir esta prestação a partir do momento em que todo o processo esteja instruído. Queremos que a atribuição seja feita, [quando] é assinado um contrato de inserção e os beneficiários se comprometem, perante o Estado, a cumprir um conjunto de obrigações."

Com tais regras,  "Vai-se protelar o deferimento dos processos" e "pôr os mais pobres em lay-off", afirma um professor da Universidade do Porto e um outro, da Universidade dos Açores, garante que "Muita gente vai precisar de RSI e vai ficar quatro, cinco, seis meses ou mais à espera".
Ora, convém recordar, por um lado, que estamos a falar de pessoas extremamente carenciadas que precisam do subsídio para sobreviver e, por outro, que não há entre as  Instituições Particulares de Solidariedade Social uma só que não afirme que já não dispõe de meios para atender todos necessitados que todos os dias vão surgindo, cada vez mais e mais.
Nestas circunstâncias, estando em causa a sobrevivência das pessoas, é óbvio que não faz sentido falar em lay off . De facto, em relação às pessoas que não têm recursos próprios, nem têm ninguém que lhes possa valer, esperar meses e meses pelo subsídio, o mais apropriado é falar em morrer à mingua. Não digo morrer à fome, para não ferir a sensibilidade do senhor ministro.
Estranho é que um ministro que faz parte dum governo que tem por lema "connosco, ninguém fica para trás" revele uma tal insensibilidade social. Será que Mota Soares julga que os mortos andam?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:04

Do trabalho forçado.

É uma campanha antiga, já sabemos das cambalhotas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 11:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    OLÁ!!! Você é um homem ou uma mulher? Você precisa...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Ile é conectado como o controle de acesso à Intern...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds