Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Um almoço revolucionário e também nostálgico

por Luis Moreira, em 16.04.12

Na bela sala do restaurante da Associação 25 de Abril juntaram-se gente de vários credos.De uma forma ou outra já estiveram do mesmo lado da barricada quando era difícil e, também, já estiveram em campos opostos. Mas a camaradagem dos tempos de juventude cimentada por tempos muito difíceis em África permite-lhes conviver sem atropelos de alma . Apreciam-se como são e têm orgulho no que fizeram.

Lá se contaram as histórias mil vezes repetidas e as que nunca viram a luz do dia. Histórias que ajudaram a formatar o carácter e a "desenrascar" situações potencialmente perigosas. É, muitas vezes à gargalhada que se dão conta como eram jovens e inexperientes. Os que estão a ouvir como é o meu caso ,confirmam como tinham razão em sentir os suores frios em determinados momentos. Estava em jogo a Democracia e foram eles, jovens militares, que uma vez à esquerda outra à direita defenderam a Democracia e o Estado de Direito em que vivemos. Queríamos melhor? A culpa é de nós todos que não sabemos fazer melhor. Os militares de Abril abriram os portões da Liberdade e da Democracia, cabia-nos a nós fazer uma pátria mais justa .

Gosto de dizer isto a estes Capitães de Abril que eu conheci no Liceu. Sei que muitos deles vivem nessa dúvida existencial agora que o horizonte está carregado de nuvens . Digo-lhes e repito as vezes que forem necessárias. Fizeram o que tinham a fazer . Ninguém lhes passou procuração para instalar uma sociedade mais à esquerda ou mais à direita. O acordo com o Povo português era a Liberdade e a Democracia.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:51


Desperdício Zero

por Luis Moreira, em 15.04.12

Arranca amanhã a campanha gizada por um piloto da TAP, tendo em vista o aproveitamento da comida que sobra nos restaurantes. Não são os restos. É a comida que sobra e que senão for aproveitada segue para o lixo.

A logística, para recolher a comida, mantê-la em boas condições e levá-la a quem dela precisa é imensa. Foi necessário negociar com os restaurantes a hora de recolha, ligar essa operação por zonas, e entregá-la também por zonas. Serão pois, várias equipas a trabalhar em cada cidade, constituídas por voluntários.

Esta ideia já nasceu há cerca de um ano e está agora operacional. Arregimentar boas vontades, insistir, trabalhar com determinação e sem desistências.

Não resolve os problemas da economia, evidentemente, mas resolve o problema da fome. E, mostra, mais uma vez que há tarefas e ideias que o Estado nunca conseguirá implementar, nem sequer lembrar-se delas.

O envolvimento da sociedade civil é determinante para uma democracia mais justa e mais participada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:50

Maioria dos consumidores desconhece
Pagamento dos aperitivos nos restaurantes não é obrigatório. Proprietários que não respeitem Lei incorrem em multa e até pena de prisão

Quando se senta na mesa de um restaurante e começa a consumir os «couverts», também conhecidos por aperitivos ou entradas disponíveis, saiba que não tem de os pagar.

O alerta foi feito esta terça-feira pelo presidente da Associação Portuguesa dos Direitos do Consumo (APDC), Mário Frota, que, em declarações à Agência Financeira, assumiu haver «uma ignorância das pessoas a esse respeito», pelo que «a maioria delas deixa passar, continuando a pagar».

O responsável adianta ainda que «o consumidor pode recusar pagar o couvert que habitualmente os restaurantes colocam na mesa dos clientes, sem ser pedido, mesmo que seja consumido».

Em geral, o «couvert» define-o a Lei, é «todo o conjunto de alimentos e aperitivos fornecidos antes do início da refeição, propriamente dita».

Cobrar «couvert» pode levar a coima até 35 mil euros

«Os proprietários dos estabelecimentos estão convencidos que, tratando-se de um uso de comércio, que esse uso tem força de Lei. Mas o que eles ignoram é que a lei do consumo destrói essa ideia porque tem normas em contrário», disse Mário Frota à AF.

Decreto_lei 24/96 (artº.9º.ponto 4)

O facto é que, no particular do direito à protecção dos interesses económicos do consumidor, a Lei 24/96, de 31 de Julho, ainda em vigor, estabelece imperativamente: «O consumidor não fica obrigado ao pagamento de bens ou serviços que não tenha prévia e expressamente encomendado ou solicitado, ou que não constitua cumprimento de contrato válido, não lhe cabendo, do mesmo modo, o encargo da sua devolução ou compensação, nem a responsabilidade pelo risco de perecimento ou deterioração da coisa.»

Daí que, em rigor, o «couvert» desde que não solicitado, tem de ser entendido como oferta sem que daí possa resultar a exigência de qualquer preço, antes se concebendo como uma gentileza da casa, algo de gracioso a que não corresponde eventual pagamento.

Num futuro próximo, «pode ser que se assista à inversão do cenário se as pessoas começarem a reivindicar os seus direitos, caso contrário, pode haver problemas, se os proprietários negarem os direitos dos consumidores».

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00


Diarreia legislativa

por Luis Moreira, em 11.01.12

Ainda os investimentos dos proprietários dos restaurantes, para acomodar a lei do tabaco, não foram pagos e já estão na calha novas mudanças. Muitos dos restaurantes fizeram obras para dividir o espaço entre fumadores e não fumadores, outros construíram esplanadas ou espaços fora do restaurante.Mas como há poucos problemas para resolver inventa-se nova lei. Não se pode fumar à porta do restaurante!

"O maior estudo realizado em Portugal sobre o impacte da lei do tabaco no sector da restauração e similares aponta para necessidade de tornar a legislação ainda mais restritiva, acabando de vez com o fumo naquele tipo de estabelecimentos. E traz uma novidade - a indicação de que a proibição deve estender-se às áreas circundantes de bares, restaurantes, cafés e discotecas. "Basta estar uma pessoa a fumar do lado de fora, junto à porta de um bar, para aumentar o nível de exposição ao fumo de quem está no interior", explica a coordenadora da equipa de investigação, Fátima Reis. "

Com esta falta de estratégia que leva a mudanças constantes ninguém se entende. E , para mais agora que as receitas dos restaurantes caíram cerca de 40%.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00


Político não pode entrar!

por Luis Moreira, em 07.01.12

Um restaurante que deve servir de exemplo! Mas como sabemos que os restaurantes não são capazes de tomar tão justa decisão, podemos nós dizer aos restaurantes: "se eles entrarem não entro eu"!

"«Quando eles vêm aqui, armam uma grande confusão», justifica Jessica Labrie, citada pelo jornal local The Porthsmouth Herald. «Podemos acompanhar toda essa desordem pela televisão, não temos necessariamente vontade de ser incomodados durante o almoço», acrescentou."

Podemos começar por aqui e enquanto almoçamos com calma pensamos no desenvolvimento da estratégia. Até os políticos desistirem!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00


O Lavrador

por Rogério Costa Pereira, em 28.08.10

Cliquem na imagem para saber mais pormenores. Quando lá chegarem exijam os filetes de sardinha (chamam-lhes entrada, mas eu era gajo para viver daquilo) e abusem do arroz de lingueirão. O estufado de javali também é meio-caminho para o inferno. Os cigarros fumam-se cá fora, a espantar louva-a-deus (a história da minha vida). Lavrador rules. A Isabel, o Zé  o João Paulo, a Esmeralda e o Vladimir (este comeu bacalhau) não me deixam mentir. Get a life, vão ao Lavrador, em Tenoca, a 4 kms da terra do vosso presidente (nem por isso a papinha perde o sabor).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:57


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    OLÁ!!! Você é um homem ou uma mulher? Você precisa...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Ile é conectado como o controle de acesso à Intern...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog