Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma reforma profunda na saúde

por Luis Moreira, em 03.06.12

Racionalizar e concentrar serviços em todo o país. "Estas ideias estão plasmadas no “Estudo para a Carta Hospitalar” (disponível aqui, em PDF), publicado pela ERS neste sábado. Os especialistas entendem que para as especialidades de medicina interna, cirurgia geral, neurologia, obstetrícia, pediatria e infecciologia, solicitada pelo Ministério da Saúde à ERS, actualmente “há duplicação de serviços e sobreposições, nomeadamente de apoio perinatal diferenciado”.
De acordo com o Ministério da Saúde, este estudo “não leva em conta todas as especialidades médicas hospitalares, nem mede os impactos financeiros das opções preconizadas, nem leva em conta as redes de referenciação”.

Contrariamente à leitura que se está a fazer a MAC e o D. Estefânea são para ser integrados em hospitais gerais. Aliás, o primeiro serviço da MAC ( cirurgia da mama) já foi transferido para S. José.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:22


Uma grávida não é uma doente

por Luis Moreira, em 18.05.12
Mudanças necessárias para responder à pressão que se abate sobre o Serviço Nacional de Saúde. Racionalizar , cortar no desperdício, única forma de defender o SNS. As Unidades de Cuidados Familiares também estão a ser um êxito oferecendo cuidados de proximidade a partir da iniciativa dos profissionais. Com Gestão por Objectivos e com pagamento segundo os objectivos negociados e cumpridos. A lei do medicamento. Fecho de unidades que já não respondem às necessidades e concentração nas mais modernas. E, afinal, move-se!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:10

A maternidade Alfredo da Costa vai fechar. Deve fechar! Por todas as razões. Racionalizar e aproximar  os serviços das pessoas, não devem ser as emoções a prevalecer.

A racionalização da rede de cuidados de saúde é um dos elementos fundamentais para o sucesso de uma política de Saúde que melhore a qualidade e quantidade dos serviços prestados. É preciso conciliar a necessidade de estar perto da pessoas com a impossibilidade de ter um hospital em cada localidade. É preciso que quem presta serviços de saúde siga as pessoas, e não fique nas estruturas apenas porque elas existem e com elas foram criadas ligações afectivas. É ainda preciso que os serviços de saúde se adaptem às abordagem mais modernas que minimizam o risco de vida humana.
Quando se faz passar a Maternidade Alfredo da Costa por todos esses critérios a conclusão é apenas uma: deve encerrar. Já esteve, mas hoje não está, perto de quem tem filhos. A mãe, de preferência, deve ter os filhos num hospital, onde estão cobertos todos os riscos que um parto pode ter, e não, como se defendia no passado, numa maternidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Wahid Miha Wahid Miha

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Wahid Miha Wahid Miha

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog