Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sondagenm - PS encurta a diferença para o PSD

por Luis Moreira, em 18.05.12

No Expresso

 

Este movimento já é significativo. Quer dizer que Passos Coelho se esqueceu de dar esperança a quem está desempregado. Ora os desempregados, números redondos serão um milhão a multiplicar por três, serão três milhões de pessoas( Todos nós temos alguma amigo aflito ou mesmo algum familiar ).
É bom que comecem a pensar em crescimento e em postos de trabalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:30


O problema está nos aparelhos do PS e do PSD

por Luis Moreira, em 17.05.12

Lembra Ventura Leite no Público : ..." para além da componente económica, a estratégia deve ter uma componente social que redefina os contornos da acção e do financiamento do Estado Social do futuro, e uma componente política que garanta uma profunda alteração no funcionamento do sistema político...

E lembra Mário Soares : ...os partidos de esquerda e de direita têm vindo, gradualmente, a perder militantismo e a substituir a discussão das ideias pela dos "interesses", das "carreiras", da imagem e do "fulanismo" a todos os níveis partidários.

...tornam-se, assim, demasiado parecidos, criando entre si, da direita à esquerda, um espaço pantanoso que tem a ver com os interesses egoístas que lhes são comuns ou, pelo menos, criam cumplicidades. Suscitando do mesmo passo, um certo desinteresse pelos partidos, pela política e pelos políticos."

Revitalizar a democracia, aumentar o escrutínio dos cidadãos sobre os políticos . Tudo isto exige um compromisso alargado e firme, extensivo aos sindicatos, empresários, igreja e outras entidades da sociedade . E um sufrágio popular dessa estratégia através de um referendo (VL)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:50


Chuva política !

por Luis Moreira, em 30.03.12

A chuva está aí trazendo esperança e vida. Por uns dias vai estender-se a todo o país . Hoje já abençoa Lisboa, Santarém, Alentejo e Algarve. Amanhã e nos dias seguintes estende-se ao Norte sequioso.

Politicamente vamos ter o governo dizer que "Deus é PSD" e a ministra Cristas convencer-nos que foi a sua fé que trouxe a chuva. A oposição dirá que o governo não tem mérito nenhum, a chuva cai da mesma forma que as taxas de juro. Nada a ver com confiança e credibilidade.

Entretanto, o que também veio com a chuva foi a venda do BPN. Custou-nos oito mil milhões vamos vender por 40 milhões, grande negócio. Podia ter sido incorporado na CGD ? Poder, podia mas não era a mesma coisa. Com Angola, destino de muitos portugueses e de empresas e exportações, reforçar o BIC para apoiar essa relação comercial e empresarial é capaz de ser bem vista. Do mal o menos?

Na bancada do PS estala a discórdia, há gente que ainda tem coluna vertebral e vai dizer não a muitas das propostas do governo muito principalmente nas leis laborais. A chuva tem esta capacidade de lavar, clarificar, retomar...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00


Um imenso vazio

por Francisco Clamote, em 25.03.12
Ouvi-lo, nem pensar. Vê-lo, só de raspão, antes de mudar de canal. Não é por nada, só que, ouvi-lo e vê-lo, provoca-me náuseas irreprimíveis. Mas para me manter informado, estou atento às "pérolas", como esta do "sai-nos do lombo" (melhor dito: "sai-vos do lombo"), "pérolas" que vai debitando e que a imprensa faz o favor de reproduzir.
Se o que li aquiaquiaqui e  aqui, traduzem com algum rigor o discurso proferido por Passos/Coelho no encerramento do congresso do PSD, então posso garantir que a sua narrativa não justifica mais que um imenso bocejo. A única resposta possível a um discurso que mais não foi que um imenso vazio.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:51


Exemplo prático

por Francisco Clamote, em 01.03.12
Tendo em conta toda a encenação feita por Alberto João Jardim, no seguimento da descoberta do "buraco"  nas contas públicas da Região Autónoma da Madeira,  o convite endereçado ao dito cujo para ser um dos mandatários da recandidatura de Pedro Passos Coelho à liderança do PSD, só pode ser encarado como altamente surpreendente. 
Soube-se hoje, no entanto, que há, pelo menos, mais dois mil milhões de razões para a surpresa ser maior ainda. Com efeito, sabe-se agora que a dívida global da região da Madeira que, segundo o antes anunciado pelos governos da Madeira e da República, andaria pelos 6328 milhões de euros no final de Junho passado, vai ultrapassar a barreira dos 8000 milhões.
Mas tudo tem, afinal, a sua explicação e, neste caso, é o próprio Alberto João quem se prontificou a apresentá-la: “É uma altura de unidade partidária e foi por essa razão que eu aceitei ser o mandatário do líder nacional do partido”. 
Perante isto e se nos recordarmos que Alberto João não vai ter que pagar, até ao final do seu actual mandato, nem um tostão do empréstimo concedido pelo governo presidido por Passos para cobrir as loucuras do líder da Madeira, será ainda preciso explicar como funciona uma pandilha?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:35


Sondagens dão maioria a PSD + CDS

por Luis Moreira, em 10.02.12
Para os que acham que o governo está de partida ou que o desejam fervorosamente ( como é o caso das associaçõs de militares) o melhor mesmo é entenderem que os dois partidos que compõem o governo continuam a ter a maioria dos portugueses a favor. Em democracia é assim, os desejos são legítimos mas não contam para a governação.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:00

Um partido que sempre esteve dividido como aliás o seu nome. Entre a Social-Democracia agora representada por Cavaco Silva e o Partido Liberal liderado por Passos Coelho. No centro das diferenças está o papel do Estado.

Este governo quer levar longe, muito longe, demasiado longe a privatização de serviços do Estado. A Saúde, a Segurança Social ! Cavaco está contra, quer que o estado, embora saindo da economia, mantenha nas suas mãos os instrumentos bastantes para poder regular e intervir em casos muito especiais.

Num país europeu, pobre e injusto, levar à destruição do SNS e da Segurança Social, não terá o apoio da maioria da população que se revê naqueles dois sistemas como as maiores garantias que o Estado oferece. O mesmo se diga para a Banca onde deverá manter a posição actual da CGD.

"As notícias vindas a lume sobre divergências entre o Presidente da República e o Governo, confirmadas por muitos, desmentidas oficialmente (como não podia deixar de ser), comentadas com pesar ou com ironia, espelham uma divisão profunda na sociedade portuguesa e que vai muito para além do jogo de freios e contrapesos entre dois órgãos de soberania."

Europeu, social-democrata e Laico, é o estado que a população desde há mais de trinta anos vêm apoiando em sucessivas eleições!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:00


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE OS H...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Anónimo

    I was searching for loan to sort out my bills &...

  • Anónimo

    VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING DE QUALIDADE...

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE EM C...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO COM TODOS OS TIPOS DE TRABALHO HA...

  • Anónimo

    Recebi meu cartão multibanco programado e em branc...

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE EM C...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds