Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Hollande vai ganhar à 2ª volta

por Luis Moreira, em 23.04.12

As sondagens logo após conhecidos os resultados insistem na vitória de Hollande. Há uma diferença de cinco pontos que se mantem há largo período.

François Hollande venceu a primeira volta das presidenciais em França e surge como favorito à segunda volta de 6 de maio, face ao atual chefe do Estado, Nicolas Sarkozy. O socialista deverá então contar com os votos da esquerda radical e dos ecologistas, enquanto Sarkozy contará com os apoios da direita.

Sondagens dos institutos Ipsos e Ifop realizadas pouco depois de conhecidos os resultados da primeira volta, dão Hollande como vencedor à segunda volta.  socialista conseguiria 54% dos votos, contra 46% de Sarkozy.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00


Quem é a chave nas presidenciais Francesas?

por Luis Moreira, em 22.04.12

Se somarmos os votos da direita tem a maioria na 2ª volta. Mas a verdade é que as sondagens dão a vitória na segunda volta a Hollande.

Ninguem acredita que Sarkozy faça o pleno na extrema direita até porque o primeiro adversário para Le Pen será sempre a direita. É, lá, que tem que conquistar votos para poder crescer. Na esquerda é mais fácil Hollande fazer o pleno e parece ser isso que as sondagens indicam. Marcelo levanta a questão das legislativas ( tal como a Ariel ).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:05


O eixo Merkhollande é bom para a europa

por Luis Moreira, em 17.04.12

Tudo indica que François Hollande ganhará as eleições presidenciais em França. Na 2ª volta poderá ter mais 7 a 14% do que Sarkozy. Para a França não sei se é bom, mas para a UE é bastante bom. Porque vai dar um peso maior à necessidade de investimento, de crescimento económico, e isso é o que nos falta, a nós e à europa.

Hollande diz que vai taxar as fortunas acima de 1 milhão de euros em 75%, que vai criar empregos na função pública...não vai nada, como é evidente, mas isso não me preocupa é com os Franceses. Na Europa é que poderá influenciar a senhora Merkel e aliviar a austeridade.

"Sarkozy já perdeu as eleições, a recuperação é impossível", confessa Eric Zemmour um analista conotado com a direita francesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

Havia um remanso nas Presidenciais Franceses que sofreu um forte abanão com os recentes atentados terroristas em Toulouse. Serkozy ganhava à primeira volta a três ( Serkozy, Hollande e Le Pen- filha) e o socialista Hollande ganhava na segunda volta a dois (Serkozy e Hollande).

O acréscimo de animosidade contra os imigrantes vai ter consequências desde logo ao nível do discurso. Vão endurecer as medidas para tornar mais difícil a imigração, que Sarkozy se encarregará de tomar como suas e Le Pen ganha margem de manobra para a sua xenofobia. Hollande, por sua vez, vai ter que refrear as suas propostas de conciliação com as comunidades imigrantes.

A verdade é que assim numa análise prévia, tudo se encaminha para que Sarkozy ganhe renovado fôlego ele, que parecia derrotado perante um socialista Hollande que não tem as mãos sujas da crise e que oferecia maior dinamismo para a economia. Será que o centro da campanha muda da economia para a imigração ?

O que aconteceu em Toulouse é demasiado trágico para que não tenha profundas consequências ao nível das opções no momento de votar. Se assim for é a UE que vai perder com a manutenção do eixo Merkel - Sarkozy.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:50


Interrompidas as Presidenciais em França

por Luis Moreira, em 20.03.12

Dois bárbaros e cobardes ataques em semanas consecutivas fizeram tocar as campaínhas em França. Um dos ataques contra militares dois dos quais muçulmanos e o desta semana numa escola Judaica cheia de crianças. A arma é a mesma ! Estamos perante ataques organizados ou trata-se de um psicopata?

Perante estes dramas, a união nacional, conceito tantas vezes aviltado, é a única resposta digna. É essa a homenagem mais justa que se pode prestar aos três soldados, às três crianças judias e ao seu professor assassinados. Os eleitores terão de pedir contas ao candidato ou candidatos que se afastarem deste gesto republicano.

O assassínio de três alunos e de um professor de uma escola judaica de Toulouse, a 19 de março, choca o país. Além disso, três militares foram mortos pela mesma arma nos dias 11 e 15 de março. Mas em plena campanha eleitoral, o Libération apela a que não se explore politicamente estes acontecimentos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00


Presidenciais em França

por Luis Moreira, em 27.01.12

François Hollande parece que desta vai mesmo conseguir ser nomeado pelo Partido Socialista Francês, ele que durante tanto tempo foi visto com um social democrata, de moderado e centrista, mesmo dentro do seu partido pelos radicais de sempre. Fez um discurso anunciando medidas concretas para as áreas da saúde, educação, fiscalidade e modernização do Estado ( Francisco Assis no Publico) .

Se vencer, o eixo França/Alemanha pode reequilibrar-se, e as medidas de contenção e austeridade impostas por Merkel e Sarkozy, podem modificar-se com a inclusão de medidas para o relançamento da economia.

Hollande, no entanto, sabe que os velhos instrumentos a que a esquerda lança mão, não podem continuar a serem utilisados porque os limites de impostos e de dívida foram ultrapassados. Pelo contrário, é preciso conter e diminuir o endividamento. Assim, a sua aposta é na revitalização do aparelho produtivo, especialmente na industrialização e pela recuperação do papel insubstituível das empresas como locais de inovação económica e integração social.

Não por acaso trás para o debate o tema do "proteccionismo", não um proteccionismo absoluto, hoje impossível, mas uma protecção positiva de interesses vitais da economia e do estado social europeu.

Esta matéria vai tornar-se num dos temas centrais da discussão política dos próximos anos, exigindo uma integração mais profunda do espaço europeu que só pode apresentar-se como uma força colectiva. Aqui terão especial atenção os princípios democráticos fundamentais em cada país.

O insuspeito FMI pela voz da sua Presidente já veio avisar que , sem o relançamento da economia, a situação vai ficar perigosa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    OLÁ!!! Você é um homem ou uma mulher? Você precisa...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Ile é conectado como o controle de acesso à Intern...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog