Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No dia 17 de Junho de 1908 realizou-se a estreia da fantasia orquestral “Fogo de artifício”, obra que foi o trampolim para o sucesso do compositor russo Igor Stravinsky.

Fogo de artifício, op. 4 é uma pequena peça de música composta por Stravinsky em 1908, como prenda de casamento para Nadezhda, filha de Rimsky-Korsakov, que tinha casado com Maximilian Steinberg, cinco dias antes da morte do pai. Embora não seja considerada representativa do seu trabalho, esta obra ajudou a aumentar a reputação de Stravinsky como compositor.
Na estreia de “Fogo de artifício” encontrava-se o empresário Sergey Diaghilev, que, por sorte, andava à procura de um compositor para trabalhar num novo bailado para a Ópera de Paris. Diaghilev contratou imediatamente Stravinsky para orquestrar peças para um pequeno bailado, ao que se seguiu uma colaboração mútua, que deu origem ao bailado “O pássaro de fogo”, que lançou Stravinsky para a fama internacional.


Fogo de Artifício, de Igor Stravinsky
Orquestra de Paris
Maestro: Pierre Boulez

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Pierre Boulez – Compositor e maestro francês

por António Filipe, em 26.03.12

No dia 26 de Março de 1925, nasceu, em Montbrison, na França, o maestro e compositor Pierre Boulez, uma das maiores figuras da música do Século XX. É um dos líderes do modernismo musical do pós-guerra. As suas composições têm uma cultura musical rica e a defesa que fez da música moderna e pós-moderna tem sido decisiva para muitos.
Inicialmente, estudou matemática em Lyon, antes de se dedicar à música no Conservatório de Paris, sob a direcção de Olivier Messiaen. De 1976 a 1995, ocupou a Direcção de Criação, Técnica e Linguagem na Música no prestigiado Collège de France. Como investigador, fundou o Instituto de Pesquisa para a Coordenação Acústica-Música. Em 2002, foi agraciado com o célebre Prémio Glenn Gould, pelo seu contributo para a música moderna.
Mas o nome de Pierre Boulez é mundialmente famoso, acima de tudo, como maestro. Clareza, precisão, agilidade rítmica e respeito pelas intenções do compositor anotadas na partitura são as características do seu estilo de conduzir – sempre sem batuta e apenas com as mãos. Particularmente distinguido como intérprete de grandes clássicos do séc. XX (Débussy, Mahler, Schonberg, Stravinsky, Bartók), incluíu no seu principal repertório igualmente Beethoven, Berlioz, Schumann e Richard Wagner. E estendeu a sua atenção pelos modernos ao próprio Frank Zappa…
Dirigiu a maioria das grandes orquestras sinfónicas do mundo, desde os finais dos anos 50. Na década de 70 foi ao mesmo tempo Maestro Principal da Orquestra Sinfónica da BBC e Director Musical da Filarmónica de Nova Iorque. Já no séc. XXI é o principal Maestro Convidado da Orquestra Sinfónica de Chicago, de que é Dirigente Emérito.


Excerto do Concerto nº 20, K. 466, de Mozart
Orquestra Filarmónica de Berlim
Maestro: Pierre Boulez
Piano: Maria João Pires

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • santos

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • santos

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • António Filipe

    E não ficou?

  • Anónimo

    Na parte final do texto, dá a impressão de que fic...

  • Anónimo

    Precisa de crédito ao consumidor?Eu sou um correto...

  • Anónimo

    EMPRESTIMO DE ALAIN FESTORCumprimentosMeu nome é H...

  • Anónimo

    EMPRESTIMO DE ALAIN FESTORCumprimentosMeu nome é H...

  • Anónimo

    CumprimentosMeu nome é HELENA RIBEIRO.Só para comp...

  • Anónimo

    Olá senhor e senhora Para resolver seus problemas ...

  • Anónimo

    Você está em busca de um serviço de hacking confiá...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog