Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Zeca Afonso e Os Vampiros de 2012

por Rogério Costa Pereira, em 05.11.11

"Onde é que estão as novas gerações?", pergunta o Zeca. Respondam-lhe, porra!, respondam-lhe! Estamos aqui; em cada lavar-dos-dentes, em cada palavra, em cada respirar. Em cada passo. Em outros orgasmos (que os há de espécies variadas), também. E ainda aqui. E em cada português. Pela memória dos que deram a vida, pela memória dos que não a deram, mas que nos entregaram o país, pela aventura dos que se atrevem a dizer não (e também dos carneiros que dizem sempre que sim). Pelo meu filho. Pelos vossos filhos. Estamos aqui!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

"Um dia ele ainda te vai surpreender, vais ver. Tu não estás a par, não sabes da missa metade". Perdi a aposta; realmente, nem nos meus piores sonhos esperei algo assim. Este homem, seguro de nome, é a personificação do coxear político, do medo em geral e também do medo de honrar o partido do qual é secretário-geral presidente. Do medo de ser gente, apenas porque não quer ser igual à oposição grega (excelente referência). Eis pois refeita a União Nacional, nome escolhido por Salazar para o silêncio, que entendia que "partidos" eram sinónimos de partir.

À falta de partidos, esse excesso democrático, fica a Petição em defesa da democracia, da equidade e dos serviços públicos, que de seguida assino. Eis alguns dos actuais 1902 subscritores, tudo gente insana, que nada sabe de números, nem da importância que uma percentagem tem na nossa vida: Alfredo Barroso, Ana Benavente, André Freire, António Arnaut, António Costa Pinto, António Avelãs, Elísio Estanque, Eurico Figueiredo,Frei Bento Domingues, João Caupers, Jorge Miranda, Jorge Reis Novais, José Adelino Maltez, Marina Costa Lobo, Nuno Portas, Pedro Adão e Silva, Pedro Marques Lopes. Abaixo subscrevem, para além do mais: "Essas medidas, que comprimem brutalmente o nível de vida dos portugueses, são múltiplas: a eliminação dos subsídios de férias e de Natal dos servidores públicos e dos pensionistas, em 2012 e 2013; a eliminação das promoções e progressões na carreira, bem como o corte de salários (entre 5 e 10 por cento), apenas para a função pública (FP); o aumento de meia hora de trabalho diário para o sector privado; o brutal aumento da carga fiscal, sobretudo sobre consumidores e assalariados, ampliando o fosso de rendimentos entre capital e trabalho e as desigualdades sociais, num dos países mais desiguais da UE." 

«Brutal», «excessivo», «iníquo», «desproporcionado», «desrazoável», «gravíssimo», «punitivo», eis o Orçamento de Estado 2012. Não o subscrevam, caso queiram, aqui.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:31


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá a todos, espero que estejam bem. Meu nome é sh...

  • Anónimo

    Olá senhoras e senhores, precisam de ajuda finance...

  • Anónimo

    Undetected Fake bank statement for loan fake bank ...

  • Anónimo

    COMO EU OBTENHO MEU EMPRÉSTIMO DESEJADO COM UM EMP...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog