Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No dia 11 de Dezembro de 1925, o compositor Carl Nielsen dirigiu a Orquestra da Capela Real, em Copenhaga, na interpretação da estreia da sua Sinfonia nº 6.

A Sinfonia nº 6, à qual Carl Nielsen chamou “Sinfonia Simples” foi composta nos anos de 1924 e 1925. Não sendo tão dramática como as duas anteriores, alguns ouvintes consideram-na estranha. Depois de um primeiro andamento que não tem nada de simples, a partitura do segundo requer, apenas, nove instrumentos e representa o comentário de Nielsen sobre as tendências de composição dos anos vinte.
A sinfonia nº 6 de Carl Nielsen foi, durante muitos anos, considerada um fracasso. Mas, cada vez mais, é apreciada como sendo o mais poderoso testemunho sinfónico deste compositor.


Sinfonia nº 6 “Sinfonia Simples”, de Carl Nielsen
Orquestra Sinfónica da Radiodifusão de Frankfurt
Maestro: Paavo Järvi

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Jean Sibelius - Compositor finlandês

por António Filipe, em 20.09.12

No dia 20 de Setembro de 1957 morreu Jean Sibelius, um compositor finlandês que foi um dos mais populares do final do séc. XIX e início do séc. XX e cuja genialidade musical desempenhou um papel importante na formação da identidade nacional finlandesa. Tinha nascido no dia 8 de Dezembro de 1865, na cidade de Hämeenlinna, no Grão-Ducado da Finlândia, então pertencente ao Império Russo. Era conhecido pela família como Janne mas, quando era estudante, teve a ideia de usar a forma francesa do nome e passou a ser conhecido por Jean. Terminou o liceu em 1885 e começou a estudar Direito na Aleksander's Imperial University, em Helsínquia. As suas melhores notas eram na disciplina de música e, por isso, desistiu de Direito e, de 1885 a 1889, estudou música na escola de música de Helsínquia (hoje a Academia Sibelius). De 1889 a 1890 continuou os estudos em Berlim e, depois, em Viena, até 1891.
Em 1911 submeteu-se a uma intervenção cirúrgica, por suspeita de cancro na garganta. A perspectiva de morte coloriu várias das suas composições na época, incluindo Luonnotar e a Quarta Sinfonia. Mas Sibelius só veio a falecer no dia 20 de Setembro de 1957, em Järvenpää. Está sepultado num jardim de Ainola, a casa que Sibelius mandou construir e onde viveu desde 1904. Em 1972, as duas filhas de Sibelius ainda vivas venderam Ainola ao Estado da Finlândia. O então Ministro da Educação e a Sociedade Sibelius transformaram-na num museu, que está aberto desde 1974.
A principal parte da música de Sibelius é a sua colecção de sete sinfonias.
Como Beethoven, o compositor finlandês usou cada uma das suas sinfonias para trabalhar uma ideia musical ou desenvolver o seu próprio estilo.
Sibelius fez parte de um grupo de compositores que aceitou as normas de composição do Século XIX. Por essa sua preferência, foi muitas vezes criticado como conservador, por críticos que o comparavam sobretudo com Gustav Mahler, seu grande rival musical. Mas a natureza severa da orquestração de Sibelius era para ele uma opção por um estilo em que à música se deve retirar tudo o que é supérfluo – e isso pode mesmo ser visto como uma "característica finlandesa".
Ciente do que queria e do papel que a sua música desempenhava como característica da identidade finlandesa, Sibelius – que viria a ser reconhecido pelo seu país ao ponto de o governo ter encomendado o desenho de uma imagem sua ao consagrado artista gráfico Erik Bruun para a cunhar numa nota da moeda oficial – reagiu sempre com firmeza às críticas de conservadorismo que eram dirigida à sua música. Ficou célebre a sua frase: «Não prestem atenção ao que os críticos dizem. Nunca nenhum prémio foi dado a um crítico.»


Valsa Triste, de Sibelius
Deutsche Kammerphilharmonie Bremen
Maestro: Paavo Järvi

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 1 de Junho de 1804 nasceu na pequena aldeia de Novospasskoye, na Rússia o compositor Mikhail Ivanovich Glinka. Enquanto tinha aulas de piano, começou a estudar música no Instituto de São Petersburgo. Durante quatro anos esteve ao serviço do Ministro das Comunicações russo. Depois, passou três anos em Itália, onde conheceu Bellini e Donizetti. A partir daí, começou a dedicar-se seriamente à composição.
Foi o primeiro compositor russo a ser reconhecido fora do seu país – e é geralmente considerado o “pai” da música russa.
O seu trabalho teve grande influência nos compatriotas que se lhe seguiram, como Borodi, Mussorgsky e Rimsky-Korsakov. Inspirou o grupo de compositores que se celebrizou como “Grupo dos Cinco” a unirem-se na criação de música baseada na cultura russa, donde resultou a fundação da Escola Nacionalista Russa.
Compôs diversas obras orquestrais, mas ficou mais conhecido pelas suas óperas. São criação dele “Uma Vida pelo Czar” – a primeira ópera nacionalista russa – e ”Russlan e Ludmila”, a sua mais famosa obra, cujo libreto foi escrito por Alexander Pushkin. Glinka faleceu, repentinamente, em Berlim, depois de uma constipação, no dia 15 de Fevereiro de 1857.


Abertura da ópera “Russlan e Ludmila”, de Glinka
Orquestra Filarmónica de Israel
Maestro: Paavo Järvi

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • Anónimo

    Incrível, mas verdadeiro. Acabei de receber meu em...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Estou tão feliz que recebi um empréstimo de um cre...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Wahid Miha Wahid Miha

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog