Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No dia 2 de Fevereiro de 1944 nasceu, em Ashridge, no condado de Hertfordshire, o pianista, cravista, organista e maestro inglês Andrew Davis.

Frequentou o Liceu de Watford e a Academia de Música Real. Quando adolescente, trabalhou, como organista, no Teatro Palace, em Watford. Estudou órgão na Royal College of Music, em Cambridge, onde se graduou, em 1967. Mais tarde, estudou direcção de orquestra, com Franco Ferrara, em Roma.
A partir de 1970, Andrew Davis ocupou o cargo de maestro associado da Orquestra Sinfónica Escocesa da BBC e, em 1975, ocupou o lugar de maestro principal da Orquestra Sinfónica de Toronto. Abandonou o cargo em 1988, mas permaneceu junto da orquestra, como maestro laureado. Nesse mesmo ano, tornou-se director musical em Glyndebourne, onde conheceu a soprano americana Gianna Rolandi, com quem veio a casar.
Em 1989 foi nomeado maestro principal da Orquestra Sinfónica da BBC, cargo que ocupou até ao ano 2000, ficando com o título de maestro laureado. Logo a seguir, trabalhou com a Ópera Lírica de Chicago, como director musical e maestro principal. O seu trabalho em Chicago incluiu o “Ciclo do anel”, de Richard Wagner, em 2005, e a primeira produção da ópera “The Midsummer marriage”, de Michael Tippett.
Em 2005, Andrew Davis assinou um contrato de três anos, como assessor musical da Orquestra Sinfónica de Pitsburgo. Mas, em Outubro de 2007, renunciou ao contrato, por mútuo acordo, devido à crescente falta de tempo de Davis.
Embora com um repertório muito extenso e gravações para várias etiquetas, das quais se destacam a Teldec e a Deutsche Grammophon, Davis dedicou se, principalmente, à divulgação da música contemporânea inglesa, em especial, a de Michael Tippett. Actualmente, Andrew Davis vive, com a sua mulher, em Chicago.


Concerto nº 4, para violino e orquestra, de Wolfgang Amadeus Mozart
Violino: Hilary Hahn
Orquestra Sinfónica da BBC
Maestro: Andrew Davis

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Rudolf Kempe - Maestro alemão

por António Filipe, em 14.06.12

No dia 14 de Junho de 1910 nasceu, em Dresden, o maestro alemão Rudolf Kempe. Aos catorze anos começou a estudar na Escola de Ópera Estatal. Além de tocar piano regularmente, tocou oboé na Orquestra de Dortmund e na Orquestra Gewandhaus de Leipzig, em 1929. A partir de 1933 começou a trabalhar na Ópera de Leipzig, onde, mais tarde, foi maestro. Dirigiu a Orquestra de Dresden e a Dresden Staatskapelle, de 1949 até 1952, com as quais fez várias gravações. A sua carreira internacional começou a partir de 1951, quando dirigiu a Ópera Estatal de Viena nas óperas “A Flauta mágica”, de Mozart e “Simão Bocanegra”, de Verdi.
Foi convidado para suceder a Georg Solti como maestro principal da Ópera Estatal da Baviera, em Munique, entre 1952 e 1954. Em 1953 apareceu com a companhia de Munique no Royal Opera House, em Londres, onde o administrador geral, rapidamente decidiu que Rudolf Kempe seria o director musical do Covent Garden.
Em 1960, tornou-se maestro associado da Orquestra Filarmónica Real, em Londres, escolhido pelo fundador da orquestra, Sir Thomas Beecham. De 1961 até 1962, foi o maestro principal da orquestra, e de 1963 até 1975 foi o director artístico. A partir de 1967 dirigiu a Orquestra Filarmónica de Munique e nos últimos meses de vida foi o maestro principal da Orquestra Sinfónica da BBC. Rudolf Kempe morreu no dia 12 de Maio de 1976.


Excerto da Sinfonia nº 9 “Do Novo Mundo”, de Dvorak
Orquestra Sinfónica da BBC
Maestro: Rudolf Kempe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 9 de Junho de 1865 nasceu numa aldeia perto de Odense, na Dinamarca, o compositor, maestro e violinista Carl Nielsen. Foi o sétimo de doze filhos e, embora os seus pais fossem pobres, conseguiu estudar violino e piano no Conservatório de Copenhaga. Numa banda militar também aprendeu a tocar diversos instrumentos de sopro. Começou a compor, apesar de nunca ter tido aulas de composição. Escreveu as suas primeiras composições com a idade de 8 ou 9 anos. Em 1894 estreou a sua primeira sinfonia, sem êxito digno de nota. Mas, dois anos depois, a mesma obra foi apresentada em Berlim e teve enorme sucesso.
Mesmo assim, a sua carreira continuou quase limitada aos concertos como violinista no Teatro Real de Copenhaga. Só em 1905 conseguiu editor para as suas composições. Depois, as suas seis sinfonias, além de diversas obras de câmara (principalmente para instrumentos de sopro) fizeram dele o mais célebre compositor dinamarquês.
Carl Nielsen faleceu em Copenhaga, no dia 3 de Outubro 1931.


4º andamento da Sinfonia nº 4, de Carl Nielsen
Orquestra Sinfónica da BBC
Maestro: Osmo Vanska

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Edward Elgar – Compositor inglês

por António Filipe, em 02.06.12

No dia 2 de Junho de 1857 nasceu em Broadheath, Worcestershire, Edward Elgar, o primeiro compositor inglês de prestígio internacional desde Purcell, no século XVII, e que desencadeou o renascimento da música inglesa no início do século XX. Embora filho de um organista e comerciante do ramo da música, nunca teve uma educação musical. Mas teve a vantagem de crescer num meio onde abundavam instrumentos musicais. Estudou, sozinho, as músicas que tinha à disposição na loja do pai e aprendeu, por ele próprio, a tocar uma grande variedade de instrumentos. Teve que lutar bastante para se tornar um compositor de renome internacional. Após um período em Londres, de 1889 a 1891, foi para Malvern, onde começou a ganhar reputação como compositor. Produziu várias peças corais, especialmente o oratório Lux Christi, em 1896. No mesmo ano compôs as 14 Variações Enigma para orquestra, baseadas numa melodia que afirmou ser muito conhecida, mas que insistiu em não identificar, para desespero dos que tentaram desvendar o enigma.
Em 1900, compôs a oratória “O sonho de Gerôncio”, que muitos consideram a sua obra-prima. Sendo muito católico, planeava compor uma trilogia de oratórias religiosas, mas completou apenas duas: “Os Apóstolos”, em 1903 e “O reino”, em 1906.
Em 1904, Elgar foi nomeado cavaleiro pelo Rei Eduardo VII e de 1905 a 1908 leccionou música na Universidade de Birmingham. Por esta altura, já as suas obras eram executadas tanto na Europa como nos Estados Unidos. Ficou conhecido em todo o mundo pelas cinco Marchas de Pompa e Circunstância. Após a morte da esposa, em 1920, diminuiu muito o trabalho de composição, embora a sua amizade com Bernard Shaw o estimulasse a continuar a compor.
Em 1933, voou até Paris para dirigir o seu concerto para violino, em que foi solista Yehudi Menuhin, com quem já tinha gravado a obra, algumas semanas antes, em Londres. Regressado a Worcestershire, foi-lhe detectado um tumor maligno, devido ao qual veio a falecer a 23 de Fevereiro de 1934.

“Land of Hope and Glory”, das Marchas de Pompa e Circunstância, de Elgar
Coro e Orquestra Sinfónica da BBC
Maestro: Mark Elder

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 3 de Fevereiro de 1809 nasceu, em Hamburgo, o compositor alemão Felix Mendelssohn. Foi uma das figuras mais importantes do início do período romântico e um homem com dotes excepcionais: um bom pintor e escritor, um soberbo pianista e organista, um bom violinista e maestro e, principalmente, um grande compositor. Começou a estudar piano com a mãe e, mais tarde, com Ludwig Berger, altura em que se revelou um compositor bastante precoce. Em 1816, o pai viajou para Paris, levando Felix consigo. Na capital francesa recebeu aulas de piano. Mas o mais importante professor de Mendelssohn foi Karl Friedich Zelter, que o orientou a partir de 1819, dando-lhe aulas de composição e transmitindo-lhe o seu amor por Bach. Terminada a fase de formação, os anos seguintes seriam marcados por viagens e pelo seu trabalho em prol da difusão da obra de Bach. Aos 20 anos, prestou um inestimável serviço à humanidade, fazendo ressurgir a obra de Bach, depois de 100 anos de esquecimento. Durante a adolescência, escreveu várias composições, entre as quais cinco óperas, 11 sinfonias para orquestra de cordas, concertos, sonatas e fugas.
Com apenas 17 anos, compôs o acompanhamento musical para uma peça de Shakespeare: “Sonho de uma Noite de Verão”. Ainda hoje, esta é uma das suas obras mais reconhecidas e divulgadas e surpreende a maturidade de composição que o jovem compositor já revelava.
Na sua música, Mendelssohn observou os modelos clássicos e os aspectos-chave do romantismo. O seu movimento artístico exaltou os sentimentos e a imaginação, sobrepondo-se às formas rígidas e às tradições.
O excesso de trabalho e o choque da repentina morte da irmã Fanny (também ela compositora), em Maio de 1947, resultou na sua própria morte, no dia 4 de Novembro desse mesmo ano, em Leipzig.


1º andamento do Concerto para violino e orquestra, de Mendelssohn
Violino: Janine Jansen
Orquestra Sinfónica da BBC
Maestro: Sir Roger Norrington

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Piyush Giri Goswami

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE, ENTRE EM CO...

  • Piyush Giri Goswami

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    hello everyone, i'm so happy to recommend and tell...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...

  • Anónimo

    Despite all odds, this set of hackers has proved w...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog