Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Concerto nº 2, para piano, de Chopin

por António Filipe, em 17.03.13
No dia 17 de Março de 1830. o compositor polaco Frédéric Chopin sentou-se ao piano para interpretar, pela 1ª vez, o seu concerto nº 2, para piano e orquestra.

O Concerto nº 2, em fá menor, op. 21, de Chopin, foi composto em 1830, ainda antes de Chopin terminar a sua educação musical. O compositor tinha, então, 20 anos de idade. A sua estreia teve lugar em Varsóvia, na Polónia e o solista foi o próprio Chopin. Embora este concerto tivesse sido o primeiro a ser escrito, é conhecido como o nº 2, porque foi o segundo a ser publicado. Tem três andamentos, o que é típico dos concertos instrumentais daquela época.
No final, a certa altura os violinos têm a indicação de tocar “col legno”, isto é, com a parte da madeira do arco. O tema principal do 3º andamento, apresentado pelo piano, é o Chopin clássico – uma delicada melodia reminiscente de algumas das sua mazurkas. Na impossibilidade de ouvirmos Chopin ao piano, deixo-vos com uma pianista que interpretará o Concerto nº 2 tão bem ou melhor que o próprio compositor: a nossa Maria João Pires.


3º andamento do Concerto nº 2, para piano, de Chopin
Piano: Maria João Pires
Orquestra de Câmara da Europa
Maestro: Emmanuel Krivine

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Bernard Haitink - Violinista e maestro holandês

por António Filipe, em 04.03.13
No dia 4 de Março de 1929 nasceu, em Amesterdão, o violinista e maestro holandês Bernard Haitink.

Estudou música no Conservatório de Amesterdão, tocou violino em várias orquestras e, em 1954 e 1955 estudou direcção de orquestra com Ferdinand Leitner. Em 1955 ocupou o cargo de segundo maestro da Orquestra da União de Rádios Holandesas e, em 1957, o de maestro principal da Rádio Filarmónica Holandesa. No dia 7 de Novembro de 1956 estreou-se como maestro da Orquestra dos Concertgebouw, substituindo Carlo Maria Guilini e, no dia 1 de Setembro de 1959, foi nomeado maestro principal, posto que manteve até 1988.
Fora da Holanda, Bernard Haitink foi o maestro principal da Orquestra Filarmónica de Londres de 1967 a 1979. Foi director musical da Royal Opera House, Covent Garden entre 1987 e 2002. De 2002 a 2004 foi o maestro principal da Ópera Estatal de Dresden. Como maestro convidado, Haitink trabalhou com a Orquestra Sinfónica de Boston, entre 1995 e 2004. Dirigiu, também, a Orquestra Nacional da França e a Orquestra Sinfónica de Londres, com a qual gravou as sinfonias completas de Beethoven e Brahms, em concertos ao vivo. Haitink também colaborou com a Filarmónica de Viena e a Orquestra Sinfónica da Rádio da Bavária e é membro honorário da Filarmónica de Berlim.


Sinfonia nº 3, de Brahms
Orquestra de Câmara da Europa
Maestro: Bernard Haitink

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Bedrich Smetana - Compositor checo

por António Filipe, em 02.03.13
No dia 2 de Março de 1824 nasceu em Litomyšl, Boémia Oriental, o compositor checo Bedrich Smetana, considerado como o pai da escola musical checa, de que Dvořak viria a ser seguidor.

Tendo aprendido piano e violino desde pequeno, sofreu resistências da família pela opção de carreira na área da música. Estudou música em Praga e foi contratado como músico numa família de nobres.
Em 1848 criou a sua própria escola de música, com o apoio de Franz Liszt. Aos 32 anos passou por um período de profunda depressão nervosa, após ter perdido dois filhos no espaço de apenas nove meses. Dedicou-se mais intensamente à composição. Desta época data o seu «Trio para violino, violoncelo e piano em sol menor» op. 15, uma das suas mais consagradas obras.
Entretanto, devido à tensão nervosa e à sífilis, começou a ficar surdo em Março de 1874, e seis meses depois sofria de surdez total. Totalmente surdo, viveu os últimos 10 anos de vida compondo ainda muita música. Tal como aconteceu com Beethoven, compôs e viu estrear uma obra que o imortalizaria, sem a poder ouvir.
Foi este o caso do poema sinfónico «Minha Pátria», de que faz parte o trecho mundialmente conhecido «O Moldava», em sol maior (que evoca o rio Moldava), composto por Smetana 10 anos antes de falecer num manicómio da cidade de Praga, no dia 12 de Maio de 1884.


“O Moldava”, do Poema Sinfónico “Minha Pátria”, de Bedrich Smetana
Orquestra de Câmara da Europa
Maestro: Nikolaus Harnoncourt

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Sinfonia nº 3, de Robert Schumann

por António Filipe, em 06.02.13
No dia 6 de Fevereiro de 1851 estreou-se, em Düsseldorf, na Alemanha, a Sinfonia nº 3, do compositor alemão Robert Schumann. O maestro foi o próprio compositor.

A Sinfonia nº 3, em mi bemol maior, op. 97 (Renana) foi escrita por Schumann entre os dias 2 de Novembro e 9 de Dezembro de 1850, depois de uma viagem ao Reno, com a mulher, Clara. O compositor descreveu-a como “Episódio de uma vida às margens do Reno”, donde resultou o subtítulo pelo qual ficou conhecida – “Renana”.
A estreia foi recebida pelos críticos com uma mistura de sentimentos, que variaram desde inqualificável louvor a perplexidade. Mas a audiência aplaudiu-a mesmo entre os 5 andamentos e especialmente no final, quando a orquestra se juntou ao público, dando os parabéns a Schumann e gritando: “hurrah!”.
Apesar da sua numeração, foi a última das quatro sinfonias compostas por Schumann, mas a terceira a ser publicada. Para escrever a Sinfonia nº 3, o compositor inspirou-se nas sinfonias nº 3 e 6, de Beethoven, e na Sinfonia Fantástica, de Berlioz. Schumann desejava exprimir tudo o que pode evocar, na alma dos românticos alemães, o rio, as suas paisagens e as suas lendas. Eminentemente poética e de inspiração popular, esta obra é uma homenagem à velha Alemanha.

1º andamento da Sinfonia nº 3, de Schumann

Orquestra de Câmara da Europa
Maestro: Yannick Nézet-Séguin

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá pessoal, Você precisa de serviços de hackers? ...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Muitas pessoas disseram que os hackers invadiram d...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    QUERO HACKEAR UM BLOG!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Anónimo

    oi me explica mais siobre isso

  • Anónimo

    Necesita un préstamo urgente para revivir sus acti...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog