Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A Coreia do Norte está disposta a trocar comida pelo seu programa nuclear. Como há muito se sabia a Coreia do Norte é uma feroz ditadura que vive da propaganda e das suas marchas militares e dos seu espectáculos para Ocidental ver.

Como em todos os regimes cuja economia não funciona em modelo social de mercado, o país não produz o suficiente para alimentar o seu povo. É só mais um exemplo a juntar aos de Cuba, e ex - URSS.

Os planos da economia centralizada e o planeamento Estatal não correspondem às necessidade primárias da população.

"A Coreia do Norte aceitou suspender o seu programa nuclear e os Estados Unidos comprometem-se a fornecer ajuda alimentar. A informação foi hoje divulgada pela agência de notícias oficial da Coreia do Norte e pelo departamento de Estado norte-americano.

A decisão resulta das conversações que representantes dos dois países mantiveram na semana passada em Pequim.

A Coreia do Norte aceitou "uma moratória sobre os ensaios nucleares, os lançamentos de mísseis de longo alcance e as atividades de enriquecimento de urânio em Yongbyon e autorizar a Agência Internacional de Energia Atómica a fiscalizar a moratória sobre o enriquecimento de urânio", declarou um porta-voz da diplomacia à agência oficial norte-coreana KCNA.

Por seu lado, os Estados Unidos comprometem-se a fornecer 240 mil toneladas de alimentos e a avaliar uma ajuda suplementar. Segundo o regime norte-coreano, os norte-americanos aceitaram também avaliar o levantamento das sanções e o fornecimento de centrais elétricas à Coreia "

A realidade não deixa margens para dúvidas!




Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00


Temos que conviver com o nuclear ?

por Luis Moreira, em 01.02.12

No inicio da exploração de qualquer fonte de energia, os custos são muito elevados, o que acontece também com as energias renováveis. Nesta transição temos que enterrar o CO2 dos combustíveis fósseis e conviver com o nuclear.

Temos que construir um capitalismo novo e aí a substituição dos hidrocarbonetos vai trazer-nos grandes vantagens. Balança de pagamentos, competitividade, segurança do abastecimento, inovação, tudo isto é empurrado pelo desenvolvimento das energias renováveis e da eficiência energética.

Os países que dependem muito do nuclear não podem ver-se livre dele a curto prazo pelo que o nuclear é uma energia de transição, tanto mais que ela também não é sustentável por não ser eterna, depende de um combustível que também se esgota. E a segurança será sempre um factor a ter em conta.

A mobilidade eléctrica nos transportes é um componente fundamental nas políticas energéticas da UE. O custo do uso do automóvel individual, tem componentes que só agora se colocam como é o custo do estacionamento, a manutenção do veículo...

É incontornável uma transição para a sustentabilidade que se só se obtem com as energias renováveis e que caminha de mãos dadas com a descarbonização da economia. Não há outro futuro!

PS: ver Humberto Rosa no Público

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:30

 

 

Como já tínhamos dito aqui é uma questão de meses. Nem o Irão cede no seu programa nuclear nem o Ocidente aceita um Irão com a bomba!

A UE lançou um embargo sem precedentes ao petróleo do Irão tentando desta forma asfixiar a sua economia .O mesmo que em 2011 já os US tinham feito.

O Irão retalia com o possível bloqueio do Estreito de Ormuz por onde passa uma parte considerável do petróleo que ruma ao Ocidente.

Um porta -aviões dos US já está na zona.

Neste jogo, as sanções fazem efeito mas, Teerão, não é por elas que se vai sentar à mesa das negociações, até porque a posição da China e da Rússia é uma incógnita e se vierem a substituir o Ocidente na compra do crude Iraniano, as sanções pouco efeito terão. No entanto, a economia do país está frágil e os primeiros sintomas vêm com a inflação e com a desvalorização da moeda o que o regime já fez.

Substituir os tradicionais fornecedores de petróleo por outros é a verdadeira questão, não podemos esquecer que o Irão possui um quarto das reservas mundiais. Para o Ocidente não é fácil e é por isso que o preço do crude já subiu para 111 dólares o barril.

Mas a hipótese que não se pode afastar é Israel iniciar ataques selectivos e limitados às infra-estruturas nucleares iranianas, atrasando se forma irremediável todo o programa nuclear. A guerra espreita !

 

O estreito de Ormuz (em persa تنگه هرمز, ormús) é a chave para o controle do petróleo mundial, um estreito (braço de mar) estreito entre o golfo de Ares, localizado ao sudeste e o golfo Pérsico, ao sudoeste. Na costa norte localiza-se Irão e na costa sul os Emiratos Árabes Unidos e o enclave omaníde Musandam .

Foi guarida de piratas desde o século VII a. C. até o XIX. Actualmente tem importância estratégica como encontra-se na saída do golfo Pérsico, que é rico em petróleo. Estima-se que aproximadamente o 40% da produção petrolífera mundial é exportada por este médio. Sua largura é de 60 a 100 quilómetros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:15


A guerra pelo controlo do Estreito de Ormuz

por Luis Moreira, em 13.01.12

O Irão já afirmou que em caso de ataque dos US/Israel fechará o Estreito de Ormuz. Os americanos concentram cada vez mais forças naquela região. Trata-se do conflito cada vez mais aberto sobre um Irão nuclear.

As forças navais dos EUA – a Marinha e a Guarda Costeira dos EUA – são as maiores do mundo. Nada se compara às capacidades dos EUA em águas profundas e oceânicas. Mas ser a maior e a mais potente não implica que seja invencível. No Golfo Persa e no Estreito de Ormuz, as forças navais dos US são vulneráveis.Apesar do poder e das muitas capacidades, a geografia trabalha literalmente contra o poder naval dos EUA no Estreito de Ormuz e no Golfo Pérsico. A região, pelo menos em contexto estratégico e militar, é como um canal. Em termos figurativos, os porta-aviões e grandes navios de guerra dos EUA ficam ali confinados, pode-se dizer, “presos”, nas águas costeiras do Golfo Persa.

Esta circunstancia torna a marinha americana presa fácil dos mísseis iranianos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Piyush Giri Goswami

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE, ENTRE EM CO...

  • Piyush Giri Goswami

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    hello everyone, i'm so happy to recommend and tell...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds