Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Georges Prêtre – Maestro francês

por António Filipe, em 14.08.13
No dia 14 de Agosto de 1924, nasceu em Waziers, o maestro francês Georges Prêtre.

Frequentou o Conservatório Douai e, mais tarde, o Conservatório de Paris, onde estudou harmonia e direcção de orquestra. Os seus primeiros interesses musicais foram o jazz e o trompete. Depois da graduação, dirigiu um pequeno números de óperas francesas, por vezes sob o pseudónimo Dherain Georges.
Estreou-se como maestro profissional na Ópera de Marselha, em 1946. Também dirigiu as Óperas de Lille e Toulouse. A sua estreia em Paris foi na Ópera Comique, com a ópera “Capriccio”, de Richard Strauss. Foi director da Opéra Comique de 1955 a 1959. Dirigiu a Ópera Lírica de Chicago entre 1959 e 1971. Na Ópera de Paris, foi maestro em 1959 e director musical em 1970 e 1971. Entre 1986 até 1991, foi maestro principal da Orquestra Sinfónica de Viena.
As estreias no Metropolitan Opera de Nova Iorque e no La Scala de Milão ocorreram em 1960 e no Royal Opera House, Covent Garden, em 1961. Trabalhou também, com Maria Callas, com quem fez muitas gravações.
Georges Prêtre também dirigiu a Orquestra do La Scala em dois filmes de Franco Zeffirelli: Cavalleria Rusticana, de Mascagni, e Pagliacci, de Leoncavallo, ambos protagonizados por Plácido Domingo.
Em 2008, dirigiu o Concerto de Ano Novo de Viena, o único francês a dirigir esse concerto.
Outros interesses de Georges Prêtre são a aviação, judo, karate, bicicleta e natação.


“Va pensiero”, da ópera “Nabucco”, de Verdi
Orquestra do Teatro La Fenice
Maestro: Georges Prêtre

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 2 de Novembro de 1946 nasceu em Veneza, Itália, o maestro e compositor Giuseppe Sinopoli. Estudou no Conservatório Benedetto Marcello, em Veneza e no Instituto Internacional de Música de Darmstadt, na Alemanha, com Karlheinz Stockhausen.

Também tirou o curso de medicina na Universidade de Pádua, que completou com uma tese sobre antropologia criminal. Sinopoli começou a ser conhecido, primeiramente, como compositor, tornando-se professor de música contemporânea e electrónica no Conservatório de Veneza Benedetto Marcello, em 1972. Estudou direcção de orquestra na Academia de Música de Veneza, com Hans Swarowsky e aí fundou o Agrupamento Bruno Maderna, na década de 70.
Em 1984, Giuseppe Sinopoli foi nomeado maestro principal da Orquestra Filarmonia, posição que manteve até 1994. Tornou-se o maestro principal da Orquestra Estatal de Dresden em 1992 e também se associou ao Festival de Bayreuth. No dia 20 de Abril de 2001, Sinopoli morreu de ataque cardíaco enquanto dirigia a Aida de Verdi, na Ópera Alemã de Berlim. Todos os anos, desde 2005, em Taormina, na Sicília, é organizado um festival, em honra de Giuseppe Sinopoli, que engloba a música, o teatro, a literatura e a arte, com congressos, mostras, publicações e, naturalmente, concertos em que participam as orquestras mais importantes do país.


“Va pensiero sull’ali dorate”, do 3º acto da ópera “Nabucco”, de Verdi
Staatskapelle Dresden
Maestro: Giuseppe Sinopoli

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 28 de Julho de 1941 nasceu, em Nápoles, na Itália, onde estudou piano, no Conservatório de São Pedro, o maestro Riccardo Muti.
É diplomado em composição e direcção de orquestra pelo Conservatório de Milão. Em 1967 ganhou o primeiro prémio numa competição para jovens maestros. De 1968 a 1980 foi o maestro principal do Maggio Musicale Fiorentino. A partir de 1972, e durante 10 anos, foi maestro principal da Orquestra Filarmónica de Londres, sucedendo a Otto Klemperer.
Entre 1980 e 1992 Riccardo Muti foi director musical da Orquestra de Filadélfia, com a qual fez muitas digressões internacionais. Em 1986 ocupou o cargo de maestro principal da Orquestra Filarmónica do La Scala. Desde 1971 é um dos maestros convidados no Festival de Salzburgo. O ano de 2001 foi o ano de Verdi. Apresentou, em Milão, várias óperas deste compositor, assim como o Requiem, com o Coro do La Scala na Basílica de São Marco, para comemorar o centenário da morte daquele compositor.
A 7 de Dezembro de 2004 Muti inaugurou o Teatro Alla Scala, após a sua restauração. Em Maio de 2008 assinou um contrato de cinco anos com a Orquestra Sinfónica de Chicago e também tem sido convidado a dirigir a Filarmónica de Nova Iorque. Em Setembro de 2008 foi convidado a dirigir a Filarmónica de Viena numa longa digressão pelo Japão.


"Coro dos escravos hebreus", da ópera “Nabucco”, de Verdi
Orquestra e Coro do Teatro da Ópera
Maestro do coro: Roberto Gabbiani
Maestro: Riccardo Muti

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Godsto Mamedu

    Trazemos a você boas notícias dos cartões master e...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    kkkk tipo a classe média de Cuba ou da Venezuela?

  • Anónimo

    Olá, telespectadores, quero compartilhar minha exp...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ONLINE Cuidado com os am...

  • Barei Khan

    Olá, deparei-me com um grupo de hackers certificad...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • SALLY PAUL

    NOTA: Se vocêestá procurando uma empresa de emprés...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds