Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sergio Fiorentino – Pianista italiano

por António Filipe, em 22.08.13
No dia 22 de Agosto de 1998, morreu, em Nápoles, de ataque de coração, o pianista italiano Sergio Fiorentino, que, embora com actuações esporádicas, teve uma carreira que se expandiu por cinco décadas. Tinha nascido na mesma cidade a 22 de Dezembro de 1927.

Com a ajuda de uma bolsa de estudo concedida pelo Ministério da Educação, em 1938 matriculou-se no Conservatório San Pietro a Majella, tendo terminado o curso em 1946. Aclamado pelos críticos pela técnica pouco habitual e elevados dotes musicais, Fiorentino percorreu os palcos de quase todos os países da Europa Ocidental, onde, antes de fazer vinte anos, conseguiu ganhar o primeiro prémio em quase todos os importantes concursos de piano.
Em Outubro de 1953, estreou-se no Carnegie Hall, em Nova Iorque. Mas, no ano seguinte, enquanto fazia uma digressão pela Argentina e Uruguai, foi vítima de um, quase fatal, acidente de aviação. Ficou com problemas nas costas, o que o obrigou a reduzir o número de concertos e a tornar-se professor no Conservatório de Nápoles.
Nos finais dos anos 50, recomeçou a dar concertos, tanto na Itália como na Inglaterra. A maioria das suas gravações é desse tempo. Mas a partir de 1965 voltou a afastar-se dos palcos, limitando-se a dar concertos no seu país natal, a ensinar “master classes” e a trabalhar, ocasionalmente, para a estação de rádio RAI. Quando deixou o conservatório regressou aos concertos fora da Itália e actuou na Alemanha, França, Taiwan e Estados Unidos. Já tinha contractos assinados para actuar na Rússia e no Canadá, mas faleceu antes de os poder cumprir.
Depois de 1994 foi editado um grande número de gravações de Sergio Fiorentino, incluindo gravações feitas em Berlim e algumas que nunca tinham sido editadas. Em Fevereiro de 2007, a editora “Concert Artists” admitiu que lançou algumas gravações de Sergio Fiorentino que, na verdade, tinham sido gravadas pela pianista Joyce Hatto. Já depois disso, a mesma editora lançou um CD que, mais tarde, se veio a descobrir que continha algumas pistas que foram gravadas por outros artistas. Ironicamente, a última peça que Sergio Fiorentino tocou, em público, foi a Sonata op. 26, de Beethoven, que contém a “Marcha fúnebre sobre a morte de um herói”.


3º andamento (Marcha Fúnebre) da Sonata nº 2, para piano, de Chopin
Piano: Sergio Fiorentino

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Guiomar Novaes – A maior pianista brasileira

por António Filipe, em 28.02.12

No dia 28 de Fevereiro de 1894, em São João da Boa Vista, no estado de São Paulo, nasceu Guiomar Novaes, considerada a maior pianista brasileira e uma das maiores celebridades nos meios musicais da Europa e dos Estados Unidos, no início do século XX.
Cresceu no seio de uma família de 19 crianças e num ambiente religioso. O piano, presente na sua casa e utilizado nas aulas das suas irmãs mais velhas, despertou o interesse de Guiomar, que, aos 4 anos, começou a tocá-lo de ouvido. Esperava que as irmãs deixassem o teclado para se sentar e tocar "até os dedos doerem". Aos 8 anos tocava com precisão técnica e notável sensibilidade interpretativa.
Em 1909, aos 15 anos, com a ajuda do Governo do Estado de São Paulo, partiu para a Europa para tentar uma vaga no Conservatório de Música de Paris. Avaliada por um júri formado por músicos como Debussy, Moszckowski e Fauré, foi escolhida como a candidata com os melhores dotes artísticos. Entre as peças que tocou na prova estava a Balada nº 3, de Chopin. No final da prova, Debussy pediu à menina que tocasse novamente a balada. Ficou em 1º lugar. Em Julho de 1911, na prova de encerramento do curso, venceu a prova, que contava com 35 concorrentes, e ganhou o primeiro prémio, que compreendia a quantia de 1200 francos e um piano de cauda.
Depois de deixar o Conservatório de Paris, teve várias ofertas de contractos, tocando em Paris, Londres, Genebra, Milão e Berlim. Em 1913, regressou ao Brasil e apresentou-se no Teatro Municipal de São Paulo e no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Com a orquestra de Gabriel Pierné, Guiomar Novaes percorreu toda a Europa. A Primeira Guerra Mundial obrigou-a a voltar a São Paulo – mas no ano seguinte estabeleceu-se nos Estados Unidos, onde construiu uma importante carreira. Em 1967 foi convidada pela rainha Isabel II de Inglaterra para dar um recital em Londres.
Além de ter sido grande divulgadora da obra do seu compatriota Heitor Villa-Lobos, foi especialmente brilhante a interpretar Schumann e Chopin.
Em Janeiro de 1979, Guiomar Novaes sofreu um derrame cerebral e o seu estado de saúde começou a degradar-se. Veio a falecer a 7 de Março de 1979, aos 85 anos, vítima de enfarte de miocárdio.


3º andamento (Marcha fúnebre) da Sonata nº 2, op. 35, para piano, de Chopin
Piano: Guiomar Novaes

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • SALLY PAUL

    NOTA: Se vocêestá procurando uma empresa de emprés...

  • MIKE BLIZZ

    Por que você vai ao banco pedir um empréstimo que ...

  • MARK DOROTHY

    Do you suffer financially or do you need emergency...

  • Anónimo

    VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING DE QUALIDADE...

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE OS H...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Anónimo

    I was searching for loan to sort out my bills &...

  • Anónimo

    VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING DE QUALIDADE...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog