Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No dia 24 de Novembro de 1650 morreu o compositor português Manuel Cardoso, um dos mais importantes compositores da época renascentista. Tinha nascido na vila alentejana de Fronteira, no dia 11 de Dezembro de 1566.

Iniciou os seus estudos musicais aos nove anos, ingressando no Colégio dos Meninos de Coro da Sé de Évora. Teve como mestre Manuel Mendes, compositor destacado, responsável pela formação dos polifonistas mais representativos da sua geração, como é o caso de Duarte Lobo e Filipe de Magalhães. Em 1588, ingressou na ordem dos Carmelitas, vestindo o hábito a 5 de Julho de 1589, no Convento do Carmo de Lisboa. Esta instituição, onde viria a ocupar o cargo de mestre de capela e organista, serviu de palco à sua actividade musical durante cerca de 60 anos. Entre 1618 e 1625, residiu em Vila Viçosa, no Paço dos Duques de Bragança, encontrando no jovem duque de Barcelos (futuro rei D. João IV) um patrono dedicado, que financiou a publicação de grande parte das suas obras.
Supõe-se, também, que Cardoso tenha sido um dos mestres de música do futuro rei, ele próprio músico distinto e compositor de mérito. Recebeu ainda várias provas de reconhecimento do seu trabalho por parte de Filipe IV de Espanha. Frei Manuel Cardoso foi a personalidade criativa mais original da Escola de Évora. Do conjunto dos grandes polifonistas portugueses, foi o que melhor soube misturar o estilo antigo e o estilo novo, muito embora não possamos saber, com exactidão, até que ponto inovou e se aproximou do novo estilo barroco, porque a compilação das suas obras foi parcialmente destruída no célebre Terramoto de Lisboa, em 1755.


Magnificat, de Manuel Cardoso
The Tallis Scholars
Maestro: Peter Phillips

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 18 de Agosto de 1750 nasceu em Legnago, sul de Verona, na República de Veneza, o compositor, maestro e professor italiano Antonio Salieri, que apontam como grande rival – e quem sabe, assassino – de Mozart.
É verdade que aquilo que mais tem dado fama a Antonio Salieri não são motivos de boa fama... Mas tudo indica que também não são factos de boa veracidade. Diz-se que nutria uma enorme inveja de Mozart e até que o grande compositor de Salzburgo poderá ter morrido vítima de uma maldade de Salieri – mas é pouco crível que tivesse um tal ódio por Mozart o homem que o próprio Mozart contratou para ensinar o seu filho Franz Xavier. E que tivesse razões para morrer de inveja um mestre que também ensinou Beethoven, Czerny, Hummel, Meyerbeer, Schubert e muitos outros.
E outras razões tinha Salieri para se sentir realizado como músico e mestre: foi director musical da corte do imperador José II, cargo que manteve durante 36 anos; foi, por todos os motivos já apontados, uma figura de grande influência no meio musical vienense; e deixou escritas cerca de 40 óperas, entre as quais L’Europa Riconosciuta, que compôs para a inauguração do Teatro alla Scala e que teve enorme sucesso.
Salieri morreu em Viena no dia 7 de Maio de 1825.


Salve Regina+Magnificat, para coro e orquestra, de Antonio Salieri
Coro e Orquestra Filarmónica do Teatro alla Scala
Maestro do coro: Roberto Gabbiani
Coro de vozes brancas do Teatro alla Scala e do Conservatório Giuseppe Verdi
Maestro do coro: Bruno Casoni
Soprano: Larissa Scmidt
Mezzosoprano: Natalia Gavrilan
Maestro: Riccardo Muti

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Carl Philipp Emanuel Bach

por António Filipe, em 14.12.11

No dia 14 de Dezembro de 1788 faleceu o músico e compositor alemão Carl Philipp Emanuel Bach, segundo filho de Johann Sebastian Bach. Tinha nascido em Weimar, no dia 8 de Março de 1714 e é considerado o fundador e precursor do estilo clássico na música.
Aos dez anos, ingressou na Escola de São Tomás, em Leipzig, onde o pai era cantor desde 1723. Continuou a sua educação como estudante de Jurisprudência nas universidades de Leipzig (1731) e Frankfurt an der Oder (1735). Graduou-se em 1738, mas decidiu abandonar esse caminho profissional e começou a dedicar-se completamente à música. Em 1768, sucedeu a Georg Philipp Telemann como Mestre de Capela de Hamburgo e, devido a esse cargo, passou a dedicar-se com mais atenção à música sacra.
Durante a segunda metade do séc. XVIII, C. P. E. Bach continuou a gozar de grande reputação. Wolfgang Amadeus Mozart disse a seu respeito: "Ele é o pai, nós somos os filhos". A maior parte da aprendizagem de Haydn baseou-se num estudo da sua obra. Ludwig van Beethoven expressou a mais cordial admiração e respeito pelas suas capacidades. Tudo isto se deve, principalmente, às suas sonatas para cravo, que marcam uma época importante na história da forma musical.


Magnificat, de Carl Philippe Emanuel Bach
Nashville Music City Community Chorus
Maestro-Renee Grant-Williams

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:08


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    hello everyone, i'm so happy to recommend and tell...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...

  • Anónimo

    Despite all odds, this set of hackers has proved w...

  • Anónimo

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Altanhuyg Ariunaa

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog