Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Ramalho Eanes, em entrevista à RTP1, conduzida por Fátima Campos Ferreira acaba de dizer que não tem estima alguma por Mário Soares, "principalmente depois de ter lido o livro de Rui Mateus".
Tal e qual. Um tiro assim, dado por um indivíduo que é dos poucos que em Portugal conserva um capital de dignidade pessoal e política importante, devia ser fatal para o visado. Pelo menos devia ser notícia, pôr as pessoas a interrogarem-se .

Eu não li o livro porque o que lá estava escrito há muito se sabia, a vantagem é que se tratava da descrição de quem andou próximo e no terreno . Confirmava pela escrita de "um compagnon de route". Depois vieram todos os outros "incidentes" pelas mãos de quem passou pelo poder. São raros os que têm as mãos limpas. O sistema que se ergueu no país explica muito a contaminação.


 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:45


Mário Soares : novos modelos. novas políticas

por Luis Moreira, em 29.01.12

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30

Mário Soares é o que é, goste-se dele ou não, esteve sempre do lado certo, como o tempo veio a demonstrar. Diz: sou a favor de uma economia de mercado, desde que regulada com princípios éticos que não dê lugar a negociatas facilitadas por paraísos fiscais.

Uma economia de mercado e não sociedades de mercado!

Com efeito são as sociedades de mercado que estão a destruir os estados, mas os governantes devem metê-los na ordem e regulamentá-los. Socialista sem suportar o socialismo de Estado que deu lugar à tirania comunista. Pela Liberdade e pelos Direitos Humanos, pelos Estados de Direito regulados por Constituições como leis fundamentais, tendo como objectivos, a paz, a justiça social, o bem estar dos cidadãos e a luta contra as desigualdades, pela realização de conquistas sociais como as pensões, os serviços nacionais de saúde e a educação tendencialmente gratuitos.

O pluralismo político, a independência da imprensa no diálogo social entre sindicatos e associações patronais e em Estados sem gorduras, mas com as responsabilidades que a Constituição lhes atribui.

Socialista como outros estados que se autoapelidam de social-democratas ou trabalhistas tudo a mesma realidade.

Tudo o que eu próprio subscrevo. E vem tudo a propósito das privatizações que Mário Soares considera serem um perigo e uma grande responsabilidade deste governo, sem consulta aos parceiros sociais e às populações, vendendo "as Jóias da Coroa" a grupos estrangeiros.

Não há muitos caminhos e mesmo o que trilhamos é estreito e perigoso!

PS: na Visão de 29/12.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:15

Mário Soares foi e ainda é um grande político. Ele melhor do que ninguém apanha o que é fundamental e "encontrar soluções para salvar o Estado Social" é tudo o que é preciso dizer para todos perceberem o que realmente está em causa. Quais são os melhores meios instrumentais? Onde se cruzam as necessidades basilares das pessoas e a sustentabilidade do sistema? O que é preciso fazer?

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00


O livro de Mário Soares

por Luis Moreira, em 22.12.11

Uma vida política cheia como há poucas vertida em livro teria que ser polémica. Já veio o seu próprio sobrinho esclarecer que o seu papel na história dos anos de Soares no activo, apoucava a sua contribuição. Agora corre por aí uma carta do advogado José António Barreiros também ele um dos homens que esteve em Macau. E, Mateus e muitos outros que, muito apropriadamente,  a sociedade tem esquecido.

Conhecem-se as pessoas que estiveram em Macau no tempo de Mário Soares enquanto Presidente da República e os seus percursos políticos. Com a excepção de Mateus todos estão bem, obrigado, e recomendam-se.

As histórias por todos conhecidas que afloravam de vez em quando na Comunicação Social mas que nunca mereceram uma investigação profunda.

Não será pela pena de Mário Soares que saberemos a verdade. É demasiado simples dizer que foi a extrema direita que organizou a trama contra Soares e a sua equipa. Há uma barreira de silêncio que sempre impediu um esclarecimento cabal do que foram aqueles anos de governação socialista. Ainda no governo anterior um dos governantes  ( o Ministro da Justiça) foi atacado por José António Barreiros por ter sido sujeito a inquéritos disciplinares em Macau.

Há feridas que ainda sangram!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:08


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu nome é Valeria Marco. Há 6 meses atrás, meu ne...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • Anónimo

    Você está em busca de um serviço de hacking confiá...

  • Anónimo

    They are all scammers, they will make you pay afte...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog