Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Luciano Pavarotti - “O maior tenor do mundo”

por António Filipe, em 06.09.12

No dia 6 de Setembro de 2007, morreu, em Modena, vítima de cancro do pâncreas, o tenor italiano Luciano Pavarotti. Tinha nascido na mesma cidade, a 12 de Outubro de 1935. É considerado um dos mais importantes tenores de todos os tempos. O seu gosto musical foi directamente influenciado pelo pai, que ouvia Beniamino Gigli, Giovanni Martinelli, Tito Schipa e Enrico Caruso e começou a cantar com ele no coro de uma pequena igreja local. Formou-se como professor, leccionando durante dois anos, antes de se dedicar completamente ao estudo da música.
Pavarotti estreou-se na ópera, no dia 29 de Abril de 1961 no papel de Rodolfo, de “La bohème”, de Puccini. Estreou-se na América em Fevereiro de 1965, na ópera "Lucia di Lammermoor", de Donizetti, juntamente com a célebre soprano Joan Sutherland em Miami, na Florida. Pavarotti foi o cantor substituto de um tenor que adoeceu subitamente e conseguiu executar o papel sem ter tido nenhum ensaio. Tinha começado a carreira de um dos maiores tenores de todos os tempos. Percorreu os palcos do La Scala, de Milão, da Royal Opera House, no Covent Garden, em Londres, do Olympia, de Paris e do Metropolitan Opera, de Nova Iorque, onde, em 1972, leva o público à loucura, interpretando “La fille du régiment” de Donizetti. Foi chamado dezassete vezes à cena, em constante aplauso.
Um novo incremento à sua fama internacional ocorreu quando, em 1990, Pavarotti cantou a ária de Giacomo Puccini "Nessun Dorma" da ópera Turandot, que foi o hino do campeonato do mundo de futebol, na Itália. Voltou a cantar a mesma ária no dia 10 de Fevereiro de 2006, na cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno, em Turim.
Desde os primeiros tempos de carreira que Pavarotti foi reconhecido como dono de uma voz única, de extensão extraordinária, de expressão e sensibilidade dramática apuradíssimas. O seu sucesso teve assento em todos os grandes palcos do mundo. Nos últimos anos, limitou as suas actuações a cem concertos por ano, mas teve tempo para contracenar com quase todas as maiores divas do seu tempo, de Montserrat Caballé a Kiri Te Kanawa, a Joan Suttherland.
A disponibilidade e o companheirismo com que contracenou com companheiros de ofício foi outra das características marcantes de Pavarotti. Entregou-se com a mesma seriedade e o mesmo empenho ao célebre trio que formou com Plácido Domingo e José Carreras, como aos duetos com cantores rock e pop (como Joe Cocker, Mariah Carey, James Brown, Frank Sinatra, Bryan Adams, Queen e muitos outros), quase sempre para dar suporte a causas humanitárias.
Já doente, em 2004 empreendeu uma digressão mundial de despedida – que só foi interrompida pelo agravamento da doença que lhe trouxe a morte. Deixou como legado as mais sublimes interpretações de “La Bohème” (a sua ópera preferida), mas também da ópera de Donizetti, Bellini, Rossini, Verdi… E não sabemos quanto tempo terá o mundo de esperar para ouvir uma semelhante força nas canções napolitanas, nas famosas “avé-marias” e em quantas outros desafios do canto.


Caruso, de Lucio Dalla
Tenor: Luciano Pavarotti
Maestro: James Levine

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Ruth Breen

    It still feels incredible that my life has changed...

  • Anónimo

    Obtenha um cartão ATM em branco e dinheiro Bom di...

  • Anónimo

    Offre de prêt rapide et sérieuseLes informations s...

  • Anónimo

    Waow this is unbelievable, it is my first time to ...

  • Anónimo

    I am a veteran with the world trade organization h...

  • Anónimo

    Olá, Você precisa de um empréstimo de emergência p...

  • Anónimo

    Você busca fundos para pagar créditos e dívidas?{g...

  • Pito

    Oferta de crédito internacional,WhatsApp: +3519107...

  • Pito

    Oferta de crédito internacional,WhatsApp: +3519107...

  • Anónimo

    Precisa de um empréstimo? Empréstimo comercial? Em...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog