Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Concerto nº 1, para piano, de Chopin

por António Filipe, em 11.10.12

No dia 11 de Outubro de 1830 teve lugar, em Varsóvia, a estreia do Concerto nº 1, para piano, do compositor polaco Frédéric Chopin.

O Concerto n.º 1 em mi menor, Op. 11, para piano e orquestra, de Chopin, foi composto em 1830. A estreia foi interpretada pelo próprio compositor, durante um dos concertos de despedida, antes de Chopin deixar a Polónia. Foi o primeiro dos seus dois concertos para piano a ser publicado e foi por isso que lhe foi dado o título de Concerto para piano n.º 1, embora tenha sido composto depois daquele que, mais tarde, seria publicado como Concerto para piano n.º 2.
Chopin dedicou este concerto ao compositor e pianista alemão Friedrich Kalkbrenner. Os críticos dividem-se entre duas escolas de pensamento em relação a esta obra. Uma defende que, como Chopin era um compositor de obras para piano, a parte orquestral é pouco interessante e actua mais como um veículo para o pianista. A outra sugere que a parte orquestral foi cuidadosa e deliberadamente escrita para se encaixar com o som do piano e que a simplicidade dos arranjos foi propositada, para contrastar com a complexidade da harmonia.


 Início do Concerto nº 1, para piano, de Chopin
Pianista: Lang Lang

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Franz Liszt - O supra-sumo do piano

por António Filipe, em 31.07.12

No dia 31 de Julho de 1886 morreu, em Bayreuth, na Alemanha, o compositor húngaro Franz Liszt. Tinha nascido a 22 de Outubro de 1811, em Haiding, na Hungria.
O seu talento precoce ao piano surpreendeu a nobreza local.
Começou jovem a deslumbrar todos, incluindo Beethoven e Schubert. Destroçou corações de senhoras nobres, que por ele abandonaram os maridos. Conta-se que durante uma recepção num palácio, o chapéu de Liszt caiu, rolando pela escada abaixo. Uma princesa russa exclamou: "Senhor, o seu chapéu caiu!". O compositor respondeu: "Não se preocupe! Por causa do seu encanto já perdi a cabeça, de modo que o chapéu não me serve para nada". Assim era Liszt. Amado pelas mulheres e admirado pelos homens.
Viu casar uma sua filha com o prodigioso e controverso Richard Wagner. Ensinou ilustres alunos e ajudou generosamente músicos famosos. Donizetti, Berlioz, Schumann, Wagner e Verdi são apenas os mais conhecidos nomes de grandes músicos que Liszt ensinou, ou apoiou, ou influenciou. Aluno muito encorajado e elogiado por ele foi também Vianna da Motta, nome dos maiores da História da Música em Portugal.
Mas a História recorda Liszt, acima de tudo, como virtuoso pianista e genial compositor. Ele fez com o piano o que Paganini tinha feito com o violino: levou a execução do instrumento ao extremo do virtuosismo e compôs peças e obras pianísticas que continuam a ser as de mais difícil execução.
Ao tentar entrar para o conservatório de Paris, foi impedido pelo director "por ser estrangeiro". O director era o italiano Luigi Cherubini. Não desistiu e começou a estudar com professores particulares. Festejado como virtuoso, foi para Viena, para aperfeiçoar os seus conhecimentos. Mais tarde, mudou-se para Paris, onde o seu talento sobressai. Entre os seus amigos encontramos Chopin, Berlioz, Schumann, Victor Hugo, Lamartine e outros grandes nomes do movimento Romântico, do qual Liszt é um dos expoentes máximos. Em 1842 vai para Weimar, assumindo o cargo de mestre-capela. Graças a ele, Weimar destaca-se como centro de peregrinação musical. Inúmeros compositores vão até lá, sequiosos de conhecer o famoso pianista húngaro.
Em 1861, Liszt deixa a corte de Weimar, partindo para Roma, com a intenção explícita de se tornar padre. Recebe as ordens menores em 1865, mas não chega a ser ordenado.


Liebestraum nº 3, de Liszt
Piano: Lang Lang

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Mily Balakirev - Fundador do Grupo dos Cinco

por António Filipe, em 02.01.12

No dia 2 de Janeiro de 1837 nasceu, em Nijni-Novgorod, o compositor russo Mili Balakirev. Autodidata, recebeu, da mãe, as primeiras lições de música. Mais tarde, estudou no Instituto Alexandrovsky. Em 1855 (Balakirev estudava, então, matemática na universidade de Kazan) Ubilichev, um rico mecenas, amador de música, leva-o a São Petersburgo e apresenta-o a Glinka. A partir daí, começou uma importante carreira de pianista e conheceu Cui e Mussorgsky.
Fundou, em São Petersburgo, uma escola de música e, ao mesmo tempo, o Grupo dos Cinco, do qual faziam parte Cui, Borodin, Mussorgsky, Rimski-Korsakov e Balakirev. Descobriu os tesouros do folclore russo, começou a edição completa das obras de Glinka; deu aulas, supervisionou o trabalho dos seus amigos compositores, organizou e dirigiu concertos, fundou associações, fez petições, etc, etc. A sua actividade abrandou devido a uma grave doença cujas sequelas o acompanhariam durante toda a sua vida. Morreu em São Petersburgo, a 29 de Maio de 1910.


Islamey - Fantasia Oriental, Op. 18, para piano, de Balakirev
Pianista: Lang Lang

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Ruth Breen

    It still feels incredible that my life has changed...

  • Anónimo

    Obtenha um cartão ATM em branco e dinheiro Bom di...

  • Anónimo

    Offre de prêt rapide et sérieuseLes informations s...

  • Anónimo

    Waow this is unbelievable, it is my first time to ...

  • Anónimo

    I am a veteran with the world trade organization h...

  • Anónimo

    Olá, Você precisa de um empréstimo de emergência p...

  • Anónimo

    Você busca fundos para pagar créditos e dívidas?{g...

  • Pito

    Oferta de crédito internacional,WhatsApp: +3519107...

  • Pito

    Oferta de crédito internacional,WhatsApp: +3519107...

  • Anónimo

    Precisa de um empréstimo? Empréstimo comercial? Em...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog