Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Oratória “A Criação”, de Haydn

por António Filipe, em 02.04.13
No dia 2 de Abril de 1798 realizou-se, no Palácio de Schwarzenberg, em Viena, a estreia da oratória “A Criação”, do compositor Franz Joseph Haydn.

“A Criação”, composta entre 1796 e 1798, celebra a criação do mundo, baseando-se no Livro do Génese, da Bíblia. A inspiração de Haydn veio das visitas que fez a Inglaterra durante os anos de 1791 a 1795, onde ouviu oratórias de Händel, interpretadas por grandes orquestras. “A Criação” é um profundo acto de fé de um compositor profundamente religioso, que, no fim de cada obra que completava, escrevia sempre “Louvado seja Deus”. Mais tarde, Haydn viria a afirmar: “Nunca me senti tão devoto como quando estava a trabalhar na ‘Criação’. Todos os dias me ajoelhava e pedia a Deus para me dar força para acabar a obra.” A composição desta obra demorou cerca de ano e meio. Foi a obra a que Haydn dedicou mais tempo, explicando: “Demorei muito tempo porque tenho esperança que dure por muito tempo”.

De facto, Haydn trabalhou neste projecto até ao ponto de exaustão e foi abatido pela doença, depois de dirigir a orquestra, no dia da estreia. Os bilhetes para a primeira apresentação pública da Oratória “A Criação” em Viena, no dia 19 de Março de 1799, esgotaram-se com muito tempo de antecedência. Haydn assistiu pela última vez à “Criação”, no dia 27 de Março de 1808, um ano antes de morrer: o idoso e doente compositor foi carregado para fora do teatro, com honras, numa cadeira de braços. Ouviu-se um aplauso espontâneo da audiência e o “Papá” Haydn, num gesto típico, apontou para cima e disse: “Não é minha. Tudo vem lá de cima”.


Excerto da oratória “A Criação”, de Haydn
Soprano: Judith Blegen
Tenor: Thomas Moser
Baixo: Kurt Moll
Coro e Orquestra da Rádio da Baviera
Maestro: Leonard Bernstein

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Kurt Moll – Baixo alemão

por António Filipe, em 11.04.12

No dia 11 de Abril de 1938 nasceu em Buir, perto de Colónia, o baixo alemão Kurt Moll. Quando era criança, tocou violoncelo e tinha o sonho de se tornar um grande violoncelista. Também cantava no coro da escola e o maestro encorajou-o a dedicar-se ao canto. Estudou voz na Universidade de Música de Colónia, com Emmy Müller. Com 20 anos, actuou na Ópera de Colónia, onde se manteve até 1961. Depois, cantou três anos em Mainz e cinco anos em Wuppertal. Em 1969 aceitou um convite para trabalhar na Ópera Estatal de Hamburgo e actuou nas mais importantes salas de ópera do mundo.
Kurt Moll estreou-se nos Estados Unidos em 1974, com a Ópera de São Francisco e, em 1978, actuou, pela primeira vez, no Metropolitan Opera de Nova Iorque. Tem várias gravações de óperas, música sacra e canções, com grandes maestros e pianistas. Em 1991, ganhou um Grammy, pela gravação da ópera “O anel dos Nibelungos”, de Wagner. A sua última actuação foi no Festival de Ópera de Munique, no papel de guarda-nocturno, na ópera “Os mestres cantores de Nuremberga”, também de Wagner. Kurt Moll afastou-se dos palcos em 2006 e vive em Colónia, com a família.

Ária “O Isis und Osiris”, da ópera “A flauta mágica”, de Mozart
Baixo: Kurt Moll

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...

  • Anónimo

    Despite all odds, this set of hackers has proved w...

  • Anónimo

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Altanhuyg Ariunaa

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    Eu tenho meu cartão ATM programado pararetirar o m...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog