Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Sinfonia nº 39, de Wolfgang Amadeus Mozart

por António Filipe, em 26.06.13
No dia 26 de Junho de 1788, o compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart terminou, em Viena, a composição da Sinfonia nº 39, K 543, em mi bemol maior.

Em apenas 6 semanas, Mozart compôs as suas últimas 3 sinfonias: as nºs 39, 40 e 41.
As três sinfonias são, talvez pela quase simultaneidade da sua criação, tidas como uma trilogia – mas a verdade é que são distintas entre si… tanto quanto se pode dizer que há um estilo divergente em alguma das obras de Mozart
Não tão famosa como as nºs 40 e 41, a Sinfonia nº 39 tem sido apontada como reveladora do ideal espiritual de Mozart, não tão enérgica e impetuosa como a nº 40 e não tão apoteótica como a nº 41.
O Finale, em andamento allegro, dá uma ideia clara da irreverente vivacidade do compositor.


Sinfonia nº 39, K 543, em mi bemol maior, de Wolfgang Amadeus Mozart
Orquestra Filarmónica de Viena
Maestro: Karl Böhm

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Sinfonia nº 38 “Praga”, de Mozart

por António Filipe, em 06.12.12
No dia 6 de Dezembro de 1786, Wolfgang Amadeus Mozart terminou a composição da sua Sinfonia nº 38.

A Sinfonia nº 38, K. 504, em ré maior, é conhecida como a Sinfonia “Praga”, porque, durante muito tempo, se pensou que Mozart a tinha composto para a sua primeira estadia em Praga, em Janeiro de 1787. Mas a verdade é que a sinfonia data de 6 de Dezembro de 1786, enquanto o convite para Praga, com o fim de dirigir uma representação da ópera “As Bodas de Fígaro”, foi posterior. Em qualquer caso, a primeira execução pública realizou-se no Teatro da Ópera de Praga, no dia 19 de Janeiro de 1787.
A sala estava completamente cheia e a estreia teve a calorosa recepção que Mozart esperava dos habitantes de Praga. Com esta sinfonia, Mozart põe fim à época dos grandes trabalhos de inspiração haydiana e lança os alicerces para as suas últimas composições, determinando o modelo que, mais tarde, Beethoven seguiria, no início das suas composições sinfónicas.


3º andamento da Sinfonia nº 38 "Praga", de Wolfgang Amadeus Mozart
Orquestra Filarmónica de Viena
Maestro: Karl Böhm

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Sinfonia Linz, de Wolfgang Amadeus Mozart

por António Filipe, em 03.11.12
No dia 3 de Novembro de 1783, Wolfgang Amadeus Mozart terminou a composição da Sinfonia Linz, que iria ser estreada no dia seguinte.

A Sinfonia nº 36, em dó maior, conhecida como Sinfonia Linz é mais uma das pequenas evidências do talento e da genialidade de Mozart. Foi composta em apenas 3 dias. Em viagem com a sua esposa, Constanze, o compositor, que estivera por alguns meses em Salzburgo, resolve voltar a Viena. No caminho, passam por Linz, onde ficam hospedados na casa do conde Thun.
Profundamente comovido com o carinho e a hospitalidade do conde, Mozart retribui a gentileza, aceitando apresentar-se em público. Contudo, como não trouxera consigo nenhuma sinfonia, resolve compor uma para o concerto, que se iria realizar quatro dias depois. A estreia da Sinfonia nº 36, de Mozart, teve lugar na cidade austríaca de Linz, no dia 4 de Novembro de 1783. Em Viena seria apresentada no dia 1 de Abril do ano seguinte.


Último andamento da Sinfonia nº 36 "Linz", de Wolfgang Amadeus Mozart
Orquestra Filarmónica de Viena
Maestro: Karl Böhm

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Karl Böhm - Maestro austríaco

por António Filipe, em 14.08.12

No dia 14 de Agosto de 1981 morreu, em Salzburgo, o maestro austríaco Karl Böhm. Tinha nascido em Graz, no dia 28 de Agosto de 1894. É considerado uma das mais importantes figuras da música clássica do pós-guerra.
Durante a Primeira Guerra Mundial, prestou serviço no exército austríaco, ao mesmo tempo que estudava música. No dia 18 de Março de 1917 actuou, pela primeira vez, como maestro, em Graz. Depois da guerra, em 1919, tirou o doutoramento em Direito.
Em 1921 foi contratado por Bruno Walter, como assistente, para a Ópera Estatal da Bavéria, em Munique. Em 1941, é designado para o cargo de director da Ópera Estatal de Viena, que teria início em 1 de Janeiro de 1943. Anos mais tarde, a 1 de Setembro de 1954, é nomeado director pela segunda vez. Em 1978, Karl Böhm completou 40 anos como maestro do Festival de Salzburgo.
Foi um especialista das obras de Strauss, Wagner e Mozart. Durante a sua extensa carreira, dirigiu 52 concertos para orquestra e 270 óperas, das quais 168 eram de Mozart.


“Lacrimosa”, do “Requiem”, de Mozart
Coro da Ópera de Viena
Orquesta Sinfónica de Viena
Maestro: Karl Böhm

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Wolfgang Amadeus Mozart - Compositor

por António Filipe, em 27.01.12

No dia 27 de Janeiro de 1756 nasceu, em Salzburgo, o compositor Wolfgang Amadeus Mozart. Filho de uma família musical burguesa, começou a compor minuetos para cravo com a idade de cinco anos. Em 1763, com 12 anos, o pai levou-o numa viagem pela França e Inglaterra. Em Londres, Mozart conheceu Johann Christian Bach, o último filho de Johann Sebastian Bach, que exerceria grande influência nas suas primeiras obras. O período entre 1781 e 1786 foi um dos mais prolíficos da carreira de Mozart, com óperas, sonatas para piano, música de câmara e, principalmente, os concertos para piano. Em 1786, compôs a primeira ópera: “As bodas de Fígaro”. A ópera fracassou em Viena, mas fez um sucesso tão grande em Praga que Mozart recebeu a encomenda de uma nova ópera. Esta seria “Don Giovanni”, considerada, por muitos, a sua obra-prima. Mais uma vez, a obra não foi bem recebida em Viena.
Na primavera de 1791, um desconhecido encomendou-lhe um Requiem. Contudo, com a saúde cada vez mais enfraquecida, morreu antes de completar a obra. Há quem diga que o Requiem estaria a ser composto para ser tocado na sua própria missa de sétimo dia. A obra foi acabada por Franz Süssmayr, discípulo de Mozart. A sua saúde começou a deteriorar-se em Novembro. Atacado por febre reumática, veio a falecer, em Viena, na manhã do dia 5 de Dezembro de 1791. No dia 6 de Dezembro, às 15 horas, o seu corpo foi levado para a Igreja de Santo Estevão para uma cerimónia sem pompa, nem música. Süssmayr, Salieri e mais três pessoas acompanhavam o cortejo até às portas de Viena, porém o mau tempo fê-los voltar atrás. Mozart foi enterrado numa vala comum, no cemitério de São Marx, em Viena. Até hoje não se sabe ao certo o local exacto do seu túmulo.


“Lacrimosa”, do Requiem em ré menor, K. 626, de Mozart
Coro da Ópera de Viena
Orquestra Filarmónica de Viena
Maestro: Karl Böhm

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Anónimo

    Olá, o carregamento de bitcoin está disponível no ...

  • Wahid Miha Wahid Miha

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    Meu nome é Valeria Marco. Há 6 meses atrás, meu ne...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog