Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O Senhor Rui Crull Tabosa, está visto, não preza o nome alheio, mas preza muito o seu. Ele que não se preocupe. Fui o mais rápida que consegui a corrigir o lapso de escrita, coisa que não constitui insulto ou calúnia, como ele deveria saber, mas que no caso, em vendo que aleijou, não pude deixar de largar tudo o que estava a fazer para escrever direitinho o nome do caluniador.

Pior que cometer um erro é não aprender com ele. Este cidadão, escreveu isto maravilhado com a sua ligeireza que um espelho mágico lhe devolvia em inteligência, estranhando-se que não esperasse que quem conhece de cor e salteado a obra, a revisão dela, as propostas, o espírito crítico imparcial de Jorge Miranda, tudo isso dado à estampa, não escrevesse uma linha em defesa do caluniado. Eu escrevi, eu que tantas vezes discordo de Jorge Miranda, o tal que me ensinou logo no primeiro ano a discordar com substância. Na caixa de comentários do nojo publicado pelo maluquinho pelo nome próprio, também encontramos o Pedro Delgado Alves a dizer o óbvio.

Jorge Miranda tem trabalho publicado sobre quais seriam, para ele, as normas a rever, concorde-se ou não. Em consonância com um pensamento firmado, criticou e aplaudiu propostas quer do PS quer do PSD. Mas o caluniador que quer muito que eu escreva bem Rui Crull Tabosa insiste que na parte em que Jorge Miranda aplaude propostas do PS é porque foi indicado para PJ.  Mais: acrescenta à sua espectacular matéria de prova para o jamais visto nexo de causalidade as declarações de Jorge Miranda sobre a forma como decorreu aquele processo de eleição do PJ. Imagine-se! Jorge Miranda atreveu-se a mostrar-se descontente e a responsabilizar o PSD por certas atitudes! Olha que malandro..Pois eu no lugar dele, e lembro-me bem do processo, teria dito pior, mas agora gostava mesmo era de saber se este cidadão candidato ao Ministério Público do terceiro mundo entende que Jorge Miranda está impedido de elogiar uma proposta de revisão do PS.

Portanto: o homem há anos que defende um sem número de coisas. Eis que aparecem algumas vindas do PS e do PSD. Se vierem do PS, ele cala a boca porque um dia foi designado para PJ. Muito bom. Numa palavra, esse dia, esse dia em que o escolheram por causa do seu prestígio e independência hipotecou para sempre...o seu prestígio e independência.

Melhor seria pensar-se mais antes de se lançar uma calúnia ou então ler-se gente que tem nome, gente como o Valupi, mas para isso é necessário entender português, desde logo entender o que significa anonimato.

Não vale a pena. Há casos perdidos.


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:01

Da genialidade das impressões do Rui Crull Tabosa

por Isabel Moreira, em 20.10.10

O Rui Crull Tabosa achou por bem partilhar com o mundo uma impressão. Ele é atento, anda de olho nas intenções malévolas das pessoas que dizem coisas que os jornalistas reproduzem e tudo e, sem hesitações, produz uma calúnia.

Por quê? Porque o cidadão Rui Crull Tabosa conseguiu - imagino sem sequer suar muito para o efeito, mas apenas socorrendo-se das técnicas baratinhas da arte - estabelecer uma relação causa/efeito entre a opinião de um principiante em matéria constitucional e em opinar sobre a mesma - um tal de Jorge Miranda - e o facto de esse mesmo Professor ter sido indicado há uns tempos pelo PS, sem ter sido eleito, para o cargo de Provedor de Justiça, sim, aquele cargo para o qual o país inteiro achava que Jorge Miranda estava mais do que habilitado para preencher.

O genial Rui Crull Tabosa entende, perdão, tem a impressão, de que quando Jorge Miranda afirma que "em primeiro lugar, a impressão que fica é que, excetuando o projeto do PS, todas as outras propostas vão aumentar ainda mais a Constituição e torná-la ainda mais complicada", não o faz como pensador livre, como alguém que já tem ideias firmadas nesta matéria, de resto publicadas. Não, para o caluniador, Jorge Miranda atira com décadas de carreira académica pela janela, tritura a sua credibilidade cientifica porque um dia foi indicado para PJ pelo PS.

Já houve quem tentasse atacar Jorge Miranda esquecendo todo um percurso de crítica, de propostas, de actualização do seu pensamento.

É pena que se tenha de recordar a gente recalcada e que levianamente calunia uma pessoa quem é Jorge Miranda.

De resto, que impressão retirará o cidadão Rui Crull Tabosa do facto de Jorge Miranda criticar propostas do PS como a moção de censura construtiva?
Eu gostava mesmo era de saber que impressão retira gente como esta cada vez que se olha ao espelho, gente que em vez de analisar o que quer que seja, anda de olho caluniador apontado a moinhos de vento.

Ora conte coisas, homem de peito aberto e transparente, faça-nos o favor. Quem se segue? 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:24


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu nome é Valeria Marco. 6 meses atrás, meu negóc...

  • Anónimo

    eu preciso de um empréstimo urgente em fredlarrylo...

  • Anónimo

    eu preciso de um empréstimo urgente em fredlarrylo...

  • Anónimo

    Do you need a genuine Loan to settle your bills an...

  • INVEST

    Somos uma entidade de investimento que atende aos ...

  • Anónimo

    Olá, você precisa de um empréstimo de emergência o...

  • Hugo Lopee

    251432300

  • Ashwani Paswan Ashwani Paswan

    Loans for individuals and companies. Loans from 5,...

  • Anónimo

    Necessita de um empréstimo com taxa de juro de 2%,...

  • Anónimo

    BEM-VINDO: O EMPRÉSTIMO ONLINE ENTRE PESSOAS GRAVE...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog