Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A tocha do imobilismo :

Contudo, a marcha triunfal do antieconomismo começou em 1492. Na época, a Espanha tinha não apenas descoberto a América mas também conquistado o último reduto do domínio árabe em Granada, antes de, nos séculos seguintes, expulsar do país judeus e mouros. Acontece que estas duas comunidades detinham as rédeas das artes e ofícios e do comércio. E o fidalgo cristão abominava o labor: todos os trabalhos lhe estavam interditos, em nome de um estranho código de honra, e só enxergava uma missão divina na soldadesca.

As riquezas das colónias escorriam entre os dedos dos espanhóis como ouro líquido. A Europa Central enriquecia com o ouro inca, enquanto a nobreza espanhola dormitava passivamente sobre os rendimentos de latifúndios em ruínas.

Durante três séculos, tudo o que se assemelhasse a uma atividade produtiva foi objeto de perseguições por heresia por parte da Inquisição. Quem ousasse fazer investigação, ler ou dedicar-se a tarefas manuais corria o risco de acabar na fogueira.

Com o desaparecimento da Inquisição, a tocha do imobilismo passou a ser empunhada pelo catolicismo espanhol. Nem mesmo a laicização do país conseguiu quebrar essa armadura. Só no País Basco e na Catalunha se assistiu ao aparecimento de zonas industriais. É verdade que foram criadas ligações de transporte – mas com grandes obstruções. Assim, existia uma rede ferroviária, mas a bitola não era a mesma que em França, para o país não ficar demasiado perto da Europa. A Europa termina nos Pirenéus, dizia-se então.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00


Sines - revolução industrial - Turismo

por Luis Moreira, em 30.05.12
E a realização total dos "Estados Unidos da Europa". As crises têm esta virtude. Mostram que há condições que são absolutamente necessárias para se atingirem objectivos ambiciosos e sem as quais as crises voltam sempre. Sines que nasceu há 50 anos e que só nos últimos anos viu serem-lhe reconhecidos os méritos que fazem do seu porto de águas profundas uma mais valia não só para Portugal mas também para a Europa. E o relançamento da indústria na Europa sem o que não há emprego permanente .

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00


O eucalipto "globulus"

por Luis Moreira, em 17.05.12

O nosso eucalipto é o "globulus" que é o que dá melhor matéria prima para a indústria da celulose. Cresce em sete anos. Lá fora cresce em 11 anos. É, por isso, muito procurado, com valor económico. Só a Portucel tem cerca de 120 mil ha plantados mas precisa de muito mais. Para crescer, nesta fase, a celulose precisa de pelo menos mais 40 mil ha. O que compra lá fora é de fraca qualidade e custa o dobro.

Há mais de trinta anos que há uma guerra surda entre quem quer desenvolver a indústria da celulose, que hoje já representa 1% do PIB e 3% das exportações e os ambientalistas. Estes não querem mais cheiros a "ovos podres" nas cercanias dos locais fabris e não querem mais eucaliptos. Estes bebem toda a água existente nos terrenos e estão a substituir o montado tradicional português.

Nestas posições estão os factores fundamentais para desenvolver o "cluster" da floresta. Ao fim de tantos anos é altura de o estado poder responder à pergunta dos industriais. Há ou não espaço para se desenvolver ainda mais a indústria de celulose ?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:20

Os equipamentos já estão a ser instalados nas duas fábricas da Embraer em Évora. O cluster aeronáutico está a tomar forma. ""No verão ou final do verão queremos ter as primeiras exportações" a partir das fábricas de Évora, traçou João Pedro Taborda, explicando que, "praticamente, a totalidade" dos equipamentos fabricados na cidade alentejana vai ser exportada "para as linhas finais" de montagem no Brasil."

Comove ver o Alentejo da fome e dos suícidios, dos agrários a viverem no Estoril e as ceifeiras a trabalharem de sol a sol desenvolver-se com a indústria aeronáutica, a Universidade, a água do Alqueva, os terrenos lavrados prenhes de fruta, flores, verdes, vinha, oliveira...

É possível ! Num país democrático, com livre iniciativa ! É possível!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00


Cortiça ganha prémio na terra do plástico

por Luis Moreira, em 19.04.12

A inovação que se está a desenvolver na actividade corticeira é fantástica. Durante muito tempo a cortiça viveu das rolhas para garrafa, até que os Alemães se lembraram que as rolhas de cortiça podiam ser substituídas por rolhas de plástico.  E, até em Portugal se viu, por algum tempo, vinho português engarrafado com rolhas de plástico. Há, até, razões científicas que mostram que as transferências químicas ( do e para o interior da garrafa) que se produzem com a rolha de cortiça não se dão com a rolha de plástico. Com a consequente perda de qualidade dos vinhos. Mas, isto serviu, algures, para o toque a rebate!

A cortiça começou a ser usada na construção civil, na NASA como material protector do calor e aqui mais perto em produtos do dia a dia. Gravatas, guarda-chuvas, sacos para senhora, nos sapatos...

Uma jovem empresária pegou na indústria caseira da família e deu-lhe o "toque de Midas" convertendo uma indústria conservadora numa indústria moderna que vende para e em todo o Mundo. Foi com emoção que vi o nosso Pavilhão na Feira de Shangai, todo revestido de cortiça, ser visitado por milhares de pessoas que admiravam os nossas produtos.

E a ideia tomou força e está levada à séria. Ganha prémios internacionais frequentemente . Um matéria prima Portuguesa que agora é exportada mas com produção incorporada.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:38


E a China depois de ter tudo vende a quem?

por Luis Moreira, em 15.02.12

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    OLÁ!!! Você é um homem ou uma mulher? Você precisa...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Ile é conectado como o controle de acesso à Intern...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog