Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Ei-los de volta, os Informadores Especiais...

por Rogério Costa Pereira, em 08.01.13

"A GNR quer contar com maior apoio dos cidadãos e por isso foram formadas cerca de 1700 pessoas para servirem de elo de ligação com esta força policial. Através do Programa Interlocutor Local de Segurança, a GNR espera que estas pessoas possam melhorar a relação das populações com a Guarda, em especial no que se refere a ações de sensibilização e prevenção.
A GNR está a dar formação a civis para servirem de interlocutores junto da população. De norte a sul do país já foram formadas cerca de 1700 pessoas, autarcas, padres, agentes de IPSS, que junto das populações vão ajudar a promover acções de sensibilização e prevenção das forças policiais.
O chefe da repartição de programas especiais da GNR, o major Fonseca, explicou à Antena 1 que estas pessoas podem também fornecer às forças policiais informação privilegiada sobre o que se passa nas comunidades."

Parceiros civis da GNR: só há dois lados. O de cá e o de lá. O vosso é o de lá. Para que conste, PILS (Programados Interlocutores Locais de Segurança), já vivemos esse filme várias vezes vezes, na história deste país. A última foi demasiado recente. Tudo começa mais ou menos assim, de forma "inocente". Com os caciques e bufos de aldeia que nascem para aí de "olho aberto", depois criam-se estes grupos de vigilantes e tal. E legisla-se, sempre a assobiar para o lado e...
No que depender de mim, não haverá próximo passo. E aqui não há inocentes. Quem é parceiro deles, não é meu parceiro. Quem eu detectar como tal, será de imediato denunciado publicamente... "às comunidades". Comigo, como podem ver, não terão muito trabalho.
Como diz o moço secretário de estado, mais vale prevenir a doença. Neste caso, aplica-se.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:22


O Cobrador-da-Farda

por joao moreira de sá, em 30.06.12
Ó Senhores das autoridades (i)responsáveis por manter a lei e ordem neste país ou pelo menos nesta terra em que habito e que dá pelo nome genérico de Azeitão embora se componha por quatro localidades de seus nomes Brejos de Azeitão, Vila Nogueira de Azeitão, Vila Fresca de Azeitão e Vendas de Azeitão,

Mas que raio de prioridades são as vossas? É facturar, assim em modos de cobrador-da-farda do estado ou de facto cumprir função, missão e, presumo, ambição pessoal, de garantir a segurança das populações?

Claro que a resposta certa é a primeira: gerar receita para o estado, que se lixe a criminalidade que diz que isso até pode ser perigoso.

Eu compreendo. O País precisa de dinheiro. Os criminosos também. Eu também. E o pessoal das forças de segurança tem que trabalhar, fazer qualquer coisa, mas coisas que não aleijem, claro. Afinal, não é para isso que se forma um Corpo de Intervenção. Um tal unidade serve, precisamente, para passar as noites de sexta e sábado a caçar perigosos prevaricadores de bares com irregularidades nos alvarás, que não só rendem ricas multas - só a minha amiga Madalena, por não ter um alvará para karaoke, apesar de ter alvará para musica ao vivo e de o "karaokista" ter alvará para o ser e ter toda a música legal, pagou 500€ de multa e depois teve que fechar e deixou de pagar impostos ao estado, mas claro que "isso agora não interessa nada" - como ainda resultam em bonitos espectáculos cénicos nocturnos, tipo flash-mob (e creio que a parte "mob" nunca me terá soado tão adequada) com laivos hollywoodescos quando vocês fazem aquela coisa de fechar as ruas com as carrinhas cheias de grades ameaçadoras (o que alguém vos devia dizer que é ilegal, talvez alguma autoridade policia... ah, não, espera... mas alguém, que vos explicasse que não se pode cercar, encurralar, prender em recinto fechado, por motivo nenhum, cidadãos que não são suspeitos de nada) e se plantam de G3 a olhar para nós, pessoas que ali estamos/estávamos a beber um copo (se calhar enquanto a nossa casa estava a ser assaltada, mas "isso agora não interessa nada).

Não que eu pense que havendo uma suposta força de elite no distrito e aparentemente com uma relação afectiva muito próxima com Azeitão, como é o caso do Corpo de Intervenção da GNR de Almada, que havendo uma PJ em Setúbal, uma PSP que conhece bem os "submundos" do distrito, que a combinação destas entidades, o trabalho em conjunto, uma decente e honesta orientação para o combate ao crime, protecção ao cidadão e, em última análise, aquilo que todos apenas queremos, a segurança, sejam mais importantes do que andar a fazer recolha fácil de fundos para o estado, na caça à multa nocturna, nas mega-magníficas operações stop em que me revistam o carro e metem lá cães, fazendo de mim um suspeito "de algo" (até que o nariz do cão e do guarda provem o contrário). 

Essa poderá continuar a ser a vossa função.

Mas assim sendo, decerto não levarão a mal que eu, e se calhar mais alguns que aos poucos se irão fartando, comecemos nós a tentar evitar que andem a explodir bancos ou a roubar cobre à hora a que vocês estão ocupados a verificar alvarás; a assaltar pessoas e lojas em plena luz do dia ou a brincar ao carjacking enquanto vocês estão a multar pessoas por não terem um colete com a norma PQP numa Mega-Fantástica-Operação-Stop. 

É que são coisas que maçam. E como vocês não estão para se maçar com coisas que maçam e eu não vos quero maçar, podiam só fazer um favor?

Uma vez que só cá vêm para chatear, podiam deixar de vir e nós começávamos a tratar da coisa?

É claro que eu não vou tratar de nada - receio que vocês não entendam uma metáfora - e nem vale a pena alertar para os perigos sociais que a vossa (não) actuação enquanto forças de Segurança e não de Cobrança geram na sociedade. Vocês - chefias e governantes - vão perceber quando começarem a ler "Justiça Popular" nas capas dos jornais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Agora sem nenhuma espécie de discrição a GNR apanhou um engenheiro, quadro do Governo regional da Madeira a escapulir-se com documentos. Cartas de amor?

O inquérito pretende apurar responsabilidades na ocultação de dívidas no valor de 1113 milhões de euros, um "buraco" detectado nas contas públicas regionais em Setembro do ano passado, a três semanas das eleições legislativas regionais.

Deve ter sido uma manobra de diversão das forças "cubanas" do continente.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:00


Já chegamos à Madeira ?

por Luis Moreira, em 23.04.12

Alberto João determina e manda publicar : Em comunicado, Jardim "determina ao Senhor Vice-Presidente do Governo Regional, neste Executivo com a tutela dessas instalações, que mande proceder a um inquérito" para apurar se os agentes intervenientes estavam "munidos de mandato legal para o sucedido" e "se houve alguma situação que possa ser configurada com sequestro".

Senhor Presidente não esqueça os documentos e os discos rígidos dos computadores.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10


E o ministro sem nada saber...

por Luis Moreira, em 03.03.12

Militares da GNR forçaram as barreiras que os separavam da porta do ministério. O Ministro não sabe de nada.

Os militares, mais de mil, em "passeio" reinvindicativo, protestaram contra várias medidas tomadas pelo governo. E o ministro não sabe de nada!

Será por ser fim de semana?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...

  • Anónimo

    Despite all odds, this set of hackers has proved w...

  • Anónimo

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Altanhuyg Ariunaa

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    Eu tenho meu cartão ATM programado pararetirar o m...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    apesar de todas as probabilidades, este conjunto d...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds