Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O " Big Brother" português

por Luis Moreira, em 29.05.12
Vejam só a imensa quantidade de gente que anda a observar e, como era de esperar, não fazem a ponta de um chavo. Limitam-se a chular-nos.

Dá para imaginar quanta gente aqui trabalha.... vamos fazer um calculo !!!

Contamos pelo menos 111 Observatórios vezes 20 “empregados” (entre Presidente e Vice, Adjuntos, Tesoureiros, Secretárias, Administraticos e Porteiros)...

Estamos a falar de pelo menos 2200 Portugueses que têm a tal oportunidade de que o “outro” falava de ter um emprego !!!

Afinal, quem observa somos nós e pagamos bem caro por toda esta palhaçada. Depois queremos dinheiro para a saúde, a educação,  “pitróleo” para os Submarinos.!.!.e não há !!!

Observatório do medicamentos e dos produtos da saúde
Observatório nacional de saúde
Observatório português dos sistemas de saúde (...só para a saúde são 3 !!!)
Observatório vida
Observatório do ordenamento do território
Observatório do comércio
Observatório da imigração
Observatório para os assuntos da família
Observatório permanente da juventude
Observatório nacional da droga e toxicodependência
Observatório europeu da droga e toxicodependência
Observatório geopolítico das drogas (...mais 3 !!!)
Observatório do ambiente
Observatório das ciências e tecnologias
Observatório do turismo
Observatório para a igualdade de oportunidades
Observatório da imprensa
Observatório das ciências e do ensino superior
Observatório dos estudantes do ensino superior
Observatório da comunicação
Observatório das actividades culturais
Observatório local da Guarda
Observatório de inserção profissional
Observatório do emprego e formação profissional (...???)
Observatório nacional dos recursos humanos
Observatório regional de Leiria (...o que é que esta gente fará ??)
Observatório permanente do ensino secundário
Observatório permanente da justiça
Observatório estatístico de Oeiras (...deve ser para observar o SATU !!!)
Observatório da criação de empresas
Observatório Mcom
Observatório têxtil
Observatório da neologia do português
Observatório de segurança
Observatório do desenvolvimento do Alentejo
Observatório de cheias  (...lol...lol...)
Observatório da sociedade de informação
Observatório da inovação e conhecimento
Observatório da qualidade em serviços de informação e conhecimento (...mais 3 !!!)
Observatório das regiões em reestruturação
Observatório das artes e tradições
Observatório de festas e património
Observatório dos apoios educativos
Observatório da globalização
Observatório do endividamento dos consumidores (...serão da DECO ??)
Observatório do sul Europeu
Observatório europeu das relações profissionais
Observatório transfronteiriço Espanha-Portugal  (...o que é estes fazem ???)
Observatório europeu do racismo e xenofobia
Observatório dos territórios rurais
Observatório dos mercados agrícolas
Observatório virtual da astrofísica
Observatório nacional dos sistemas multimunicipais e municipais (...valha-nos a virgem !!!)
Observatório da segurança rodoviária
Observatório das prisões portuguesas
Observatório nacional dos diabetes
Observatório de políticas de educação e de contextos educativos
Observatório ibérico do acompanhamento do problema da degradação dos povoamentos de sobreiro e azinheira (lol...lol...)
Observatório estatístico
Observatório dos tarifários e das telecomunicações (...este não existe !!! é mesmo tacho !!!)
Observatório da natureza
Observatório qualidade
Observatório da literatura e da literacia
Observatório da inteligência económica (hé! hé!! hé!!!)
Observatório para a integração de pessoas com deficiência
Observatório da competitividade e qualidade de vida
Observatório nacional das profissões de desporto
Observatório das ciências do 1º ciclo
Observatório nacional da dança
Observatório da língua portuguesa
Observatório de entradas na vida activa
Observatório europeu do sul
Observatório de biologia e sociedade
Observatório sobre o racismo e intolerância
Observatório permanente das organizações escolares
Observatório médico
Observatório solar e heliosférico
Observatório do sistema de aviação civil (...o que é este gente fará ??)
Observatório da cidadania
Observatório da segurança nas profissões
Observatório da comunicação local (...e estes ???)
Observatório jornalismo electrónico e multimédia
Observatório urbano do eixo atlântico (...minha nossa senhora !!!)
Observatório robótico
Observatório permanente da segurança do Porto (...e se cada cidade fosse criado um !!!)
Observatório do fogo (...que raio de observação !!)
Observatório da comunicação (Obercom)
Observatório da qualidade do ar (...o Instituto de Meteo e Geofisica não faz já isto ???)
Observatório do centro de pensamento de política internacional
Observatório ambiental de teledetecção atmosférica e comunicações aeroespaciais (...este á bom !!! com o nosso desenvolvimento aero-espacial !!!)
Observatório europeu das PME
Observatório da restauração
Observatório de Timor Leste
Observatório de reumatologia
Observatório da censura
Observatório do design
Observatório da economia mundial
Observatório do mercado de arroz
Observatório da DGV
Observatório de neologismos do português europeu
Observatório para a educação sexual
Observatório para a reabilitação urbana
Observatório para a gestão de áreas protegidas
Observatório europeu da sismologia (...o Instituto de Meteo e Geofisica não faz isto também ???)
Observatório nacional das doenças reumáticas
Observatório da caça
Observatório da habitação
Observatório do emprego em portugal  (...este é mesmo brincadeira !!!)
Observatório Alzheimer
Observatório magnético de Coimbra

PS : Ou muito me engano ou isto é tudo segundos e terceiros vencimentos de umas pessoas muito importantes.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00


Semana de luta dos funcionários públicos

por Luis Moreira, em 27.02.12

Os sindicatos da função pública vão avançar para uma semana de luta. "Entre as medidas que mais diretamente atingem os funcionários públicos estão a redução dos salários, o corte dos subsídios de férias e de natal neste e no próximo ano, a redução das remunerações para os funcionários em mobilidade especial e a revisão do regime de trabalho.
A revisão do Regime de Contrato de Trabalho em Funções Públicas e as alterações à mobilidade no Estado, aliás, prometem marcar as próximas reuniões no Ministério das Finanças, durante as quais o Governo vai negociar com os sindicatos um conjunto de alterações em áreas como as remunerações, as progressões nas carreiras, as mudanças geográficas dos trabalhadores e o sistema de avaliação de desempenho dos funcionários públicos.

É uma verdadeira bomba relógio o que os vários governos e os sindicatos armaram na função pública. A diferença da massa salarial entre dois anos consecutivos para uma inflação de 2% e um crescimento do PIB a rondar os 1%, nunca é menor que 5/6%, devido às progressões automáticas e às promoções. Ora, os 3/4% de diferença, entre o aumento das despesas com o pessoal e a inflação (ou o crescimento do PIB ) não é sustentável . É esta a razão que leva a Troika a querer reduzir os salários dos trabalhadores portugueses entre 20 a 30%.

Só é pena que não pensem o mesmo para as remunerações do capital.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

Cavaco Silva, primeiro ministro, armadilhou-a ao aceitar as progressões automáticas na função pública. O que se passa é que os aumentos salariais regem-se pelo aumento da produtividade na economia e/ou pela inflação. A ideia é não distribuir mais do que o que se produziu e/ou não deixar que os vencimentos dos funcionários sejam "comidos" pela inflação.

O que acontece é que os aumentos de produtividade em Portugal não ultrapassam os 1/2% e a inflação anda, grosso modo, pelos 2%.Então, o aumento dos salários não devia ultrapassar os 2%, até porque é por este valor que se regem também as empresas privadas.

O que acontece é que em termos de massa salarial ( o que se gasta com as despesas do pessoal, anualmente) nunca é inferior a 5/6%, devido às progressões automáticas na carreira e das promoções. Isto é, as despesas com o pessoal são todos os anos muito superiores ao aumento da produtividade e da inflação. Isto, é claro, tem efeitos acumulativos, no ano (n+1) todo os aumentos têm como base este ano que, por sua vez, já tem acumulados todos os aumentos não sustentáveis dos anos anteriores.

Estou convencido que esta questão estará na base da perda salarial dos funcionários públicos nos próximos anos.

Será a isto que Pacheco Pereira se refere quando diz que os funcionários públicos não terão mais os 13º e 14º mês?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:59


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    OLÁ!!! Você é um homem ou uma mulher? Você precisa...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Ile é conectado como o controle de acesso à Intern...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog