Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O PCP e o BE tambem ajudaram à festa

por Luis Moreira, em 23.05.12

O PCP e a CGTP, e os seus sindicatos afundaram as empresas públicas em 17.000 milhões de passivo (só nas transportadoras. Para todo o universo andará pelos 30 000 milhões) para encherem os seus camaradas sindicalizados com salários chorudos e mordomias, pagos pelo contribuinte que ainda por cima sofre na pele greves repetidas .
O  PCP e o BE, ajudaram o PS a aprovar um TGV que já nos custou 300 milhões só em papelada, e vai custar outro tanto em indemnizações.

Esquecemo-nos muitas vezes que basta estar na mesma "cesta" para ficarmos contaminados. O problema é mesmo a falta de estratégia nacional. Para que uns usufruam das rendas excessivas outros há que beneficiam de contratos como as PPP. Para que bancos sejam vazadouros de dinheiros públicos há que pagar desperdícios e monopólios que custam milhões. Corporações que reivindicam muito para além do razoável impelidas por sindicatos politicamente alinhados.

Ninguém está de mãos limpas! O interesse nacional não é previligiado nas decisões que se tomam aos vários níveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:15


O desemprego não é um acaso

por Luis Moreira, em 23.05.12

Uma empresária que eu conheço e de quem não gosto ( se calhar não vale o nome) tem umas empresas. No outro dia, vinda de um cruzeiro de 23 dias com o marido e o  dois filhos, anunciou-me eufórica. Já falei com o advogado da empresa e vou fazer assim : os meus empregados estão na empresa há vários anos. Ganham todos acima de 1 800 eurosx14 meses. Ora eu posso despedi-los e contratar quadros com menos 15 anos em média e a ganharem mil euros.E não preciso deles todos! Poupo Y ! E, assim, volta aos lucros.(trata-se de uma empresária na área dos medicamentos, onde o preço de venda ao público nos últimos anos desceu mais de 20%).

Para dar competitividade à economia, o governo e a TROIKA desceram o salário médio dos funcionários públicos e pensionistas, retirando-lhes os subsídios. Como não podem fazer o mesmo aos privados flexibilizam as leis laborais facilitando os despedimentos e adequando o efectivo de recursos humanos à produção. Isto é, produz-se o mesmo com menos um milhão de salários que passam a receber muito menos de pensões e de subsídios.

E, assim, aguentamos as empresas que viram a sua actividade e vendas descerem e incrementamos as exportações . Fico menos inquieto saber que tudo isto faz parte de um modelo pensado do que o resultado de acasos, erros e omissões.

Pesam os dramas individuais, isso sim, é trágico!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00


Salvar empresas

por Luis Moreira, em 22.05.12

Revitalizar empresas com condições de viabilidade ( DN) . Atenção ao trabalho deste Secretário de Estado. Já avançou com um programa deste género na construção civil salvando muitas empresas.

"Até agora, a única alternativa que as empresas tinham era ir para o processo de insolvência e, invariavelmente, para a liquidação; agora têm a possibilidade de se apresentar voluntariamente a um processo de revitalização, numa lógica de recuperar a empresa, mantendo os postos de trabalho e a capacidade produtiva", disse à Lusa António Almeida Henriques.

O secretário de Estado salientou que, com o regime de insolvências anterior, que já previa a existência de planos de recuperação, menos de um por cento das empresas eram recuperadas.

Para dar início ao processo de revitalização basta apenas a assinatura de um credor. Segue-se um processo de negociação, que tem um prazo de 60 dias, mas que terá de chegar ao fim com o acordo de dois terços dos credores, para que o juiz dê o seu aval à continuação do processo."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:00


Empreendorismo - oito ideias de sucesso

por Luis Moreira, em 12.05.12

Oito ideias ! oito empresas de sucesso! A Energia de Portugal já conseguiu juntar 50 milhões de euros de investidores que estão dispostos a arriscar com estes jovens empreendedores. Veja o vídeo seguindo o link!

PS: se lerem os comentários (alguns) também se darão conta da mentalidade do Tuga em relação à livre iniciativa. Um dos comentários diz que em relação à cortiça não há inovação nenhuma nem empreendorismo. Ora, a verdade é que, nos últimos vinte anos, a cortiça foi alvo de um ataque nos mercados sem precedentes por parte das empresas de plástico. O primeiro objectivo foi substituir a rolha de cortiça por rolhas de plástico. Esta campanha fez que a adormecida indústria portuguesa contra-atacasse e inovasse. Hoje os artigos de cortiça vendem-se em todo o Mundo, a começar em Nova Yorque e na China. Já os vi em ambos os mercados e na China , na Feira de Xangai, foram mesmo uma grande novidade, com o nosso pavilhão a ser visitado por milhares de pessoas.

Mas, claro, que da parte de quem nada faz há sempre esta tendência para desmerecer as grandes e pequenas ideias que fazem " que o mundo pule e avance"!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:14

Dos currículos de 115 governantes e ex-governantes dos últimos 30 anos (PS, PSD, CDS), resulta um mapa das ligações que tecem entre grupos económicos onde ocupam ou ocuparam funções dirigentes.

 PS : por donos de Portugal

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

A confiança é fundamental. "A confiança nas empresas, de 54 pontos, supera em 25 a que os portugueses nutrem pelo seu Governo, que é de 29 pontos. Em ambos os casos, face a idêntico estudo de 2010, houve uma progressão. O executivo ganhou mais 20 pontos, no inquérito promovido online entre 10 de Outubro e 30 de Novembrtroo de 2011, cujos resultados foram ontem divulgados em Lisboa.

O governo ganhar mais 20 pontos na confiança dos portugueses é que é uma surpresa a não ser que haja aqui uma explicação técnica. O governo anterior estar na sua fase mais complicada quando o estudo foi feito é uma hipótese.

Estas sondagens são pouco representativas sem explicações adicionais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00

Pelos vistos, actualmente cada vez mais empresas pensam que a única saída para saír da crise consiste em sacar ainda mais dos seus clientes, em vez de beneficá-los. Todavia, com a instalação da crise profunda, cada vez mais pessoas abrem os olhos, mesmo aqueles que nos tempos das vacas gordas tiverem um comportamento superficial de papalvos.

Neste sentido, escrevi a cartinha abaixo referida a um dos meus bancos, o qual, tendo-me proposto um serviço “Cartão SOS Saúde”, quer que eu aceda ao sistema através de um nº 707 taxado. O pequeno exemplo constitui um indício claro de que muitos responsáveis empresariais (e políticos) ainda não compreenderam que o seu comportamento continua a agravar a crise.

"O objectivo da maximização dos lucros conduz a um aumento dos antagonismos de interesses, conflitos e tensões e, finalmente, a um estado de inimizade universal de cada um contra todos." Joseph Schumpeter, economista austríaco, Harvard 1932

Exmo. Sr. ...,

O que Schumpeter não sabia ou não disse: são as consequências da falta de estratégia que conduzem a que as empresas sejam obrigadas a perseguir o objectivo egocêntrico da maximização de lucros. Hoje mais do que nunca, estas consequências são - uma vez mais - bem visíveis a nível nacional, europeu e mundial.

A atracção das empresas e o poder solidário (!) exercidas sobre o seu respectivo grupo-alvo, assim como o seu sucesso, é, forçosamente, resultado de uma estratégia cujas linhas mestras devem consistir em medidas de índole extrovertida e sóciocêntrica.

Não faço ideia se o serviço de assistência médica ao domicílio proposto - na prática - obedece a estes critérios e se da parte do grupo-alvo recebe um eco positivo. Até admito que seja uma solução boa. Todavia: o facto de que se pretende obrigar logo à partida aos clientes que liguem para um número de telefone que começando com 707 implica (sobretudo nas longas esperas dos call centers) taxas pesadas, sinaliza tudo menos atracção, mas sim um efeito contrário. Com efeito: são poucos os sinais de motivação de uma empresa que transmitem mais a ideia de tratar-se de uma entidade que –primariamente – quer sacar, do que os números telefónicos que começam por 707 e outros. O marketing deve servir para a maximização de benefícos do grupo-alvo e não para a maximização dos lucros da própria empresa.

Neste sentido, sugiro que repense o sistema de acesso ao serviço em questão, mundando-o por ventura para um nº 800, 808 ou um simples nº de telefone fixo. Seja como for, uma medida dessas é bem capaz de não apenas aumentar a atracção do serviço proposto mas também do vosso banco no seu todo. Pequenas causas, grandes efeitos!

Com os melhores cumprimentos

Rolf Dahmer

(Estratégia Empresarial - Cibernética Social)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:30

Assiste-se a uma vaga de suícidios de pequenos empresários que se juntam à falência das suas empresas.

A vaga de suicídios provocada pela crise não atinge apenas o Nordeste: nestes últimos dias, dois empreendedores romenos suicidaram-se e um artesão de Bolonha imolou-se pelo fogo. Na Itália, entre 2008 e 2010, os suicídios por motivos económicos aumentaram 24,6% (de 150 para 187), explica La Repubblica, que cita fontes sindicais e denuncia um eventual “efeito de imitação”. Depois dos últimos episódios, os sindicatos profissionais dos empreendedores e dos artesãos pediram ao Governo que crie fundos de emergência para ajudar os que não conseguem pagar as suas dívidas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:09


Mais uma empresa Portuguesa de excelência

por Luis Moreira, em 28.03.12

A Efacecganhou uma encomenda histórica nos US. Desde que foi inaugurada há dois anos, a fábrica da Efacec em Rincon, na Georgia, é a única unidade nos EUA a conceber e fabricar na totalidade transformadores de tecnologia Core e Shell e já tem outros recordes no seu currículo. Em Junho de 2011, a fábrica entregou o primeiro transformador de potência do tipo Shell fabricado nos EUA em 20 anos e, no final do ano, entregou o primeiro transformador de fases dissociados fabricado nos EUA, uma solução que recorre a tecnlogia exclusiva da Efacec permitindo o transporte da unidade em quatro partes fisicamente separadas, de forma a ultrapassar dificuldades de transporte.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/efacec-ganha-encomenda-historica-nos-eua=f714547#ixzz1qLwzaKjI

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00


Competitividade às costas dos trabalhadores

por Luis Moreira, em 24.03.12

O direito do trabalho está a ser esfrangalhado para grande satisfação dos empresários europeus.

As empresas europeias agarram a oportunidade com as duas mãos. Sob a pressão da recessão e das dívidas públicas, por todo o lado, os governos estão a fazer regredir os direitos dos trabalhadores e diminuem os custos salariais. O objetivo é tornarem-se mais competitivas e, por isso mesmo, mais atrativas para os investidores. “A Europa está a um passo de se tornar um paraíso para os empresários. Às costas dos trabalhadores”, lamenta Apostolos Kapsalis, do instituto de pesquisa da confederação sindical grega. Os líderes políticos europeus tomaram como modelo a Alemanha, onde a Agenda 2010 e a moderação salarial têm impulsionado a rentabilidade das empresas, e onde a crise foi ultrapassada há muito tempo. “No plano da concorrência internacional, a única solução que a Europa tem, para fazer face às potências emergentes, como a China ou o Brasil, é tornar-se tão competitiva como a Alemanha”, declarou, em janeiro, a chanceler Angela Merkel.

Esquecem é que na Alemanha todas estas medidas form aprovadas em ampla concertação com os parceiros sociais.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:44

Não há incompatibilidade entre estar na administração de uma grande empresa e ao mesmo tempo estar no governo e ser quem negoceia as privatizações? E as Parcerias público Privadas são um caso de ignorância ou trata-se de contratos que tinham em vista calendários eleitorais?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:00


Feiras de emprego jovem

por Luis Moreira, em 28.02.12

As escolas cada vez mais apostam neste tipo de recrutamento.Também o ISEG terá a sua Careerweek 2012 a decorrer nos dias 6,7 e 8 de Março, um evento que, além da Job Fair com ‘stands' de empresas participantes, incluirá ‘workshops' de desenvolvimento de carreira. Para além disso a escola criou uma cadeira a que chama "Preparação para a procura de emprego" . Uma formação de 15 horas onde são apresentadas técnicas de construção de currículo e cartas de apresentação, debatidas posturas e estratégias dos futuros candidatos em situação de entrevistas e ao longo das várias etapas do processo de selecção. Porém, "o ponto forte da unidade reside na construção de um processo de auto-reflexão com a ajuda da docente" para a construção de uma carreira profissional sólida, explica Sofia Bento, a docente responsável por esta unidade curricular.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:05


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Anónimo

    I was searching for loan to sort out my bills &...

  • Anónimo

    VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING DE QUALIDADE...

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE EM C...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO COM TODOS OS TIPOS DE TRABALHO HA...

  • Anónimo

    Recebi meu cartão multibanco programado e em branc...

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE EM C...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    Olá, conheci um grupo de hackers há algumas semana...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog