Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Arménio Carlos:

O secretário-geral da CGTP responsabilizou hoje os Governos portugueses das últimas décadas pela atual situação económica do país, acusando-os de terem desenvolvido políticas de destruição do aparelho produtivo e de promoverem injustiças e desigualdades sociais.

Arménio Carlos, Na intervenção que fez no final da manifestação do Dia do Trabalhador, falou no elevado nível de desemprego, nos cortes de salários e subsídio de férias e de Natal do setor público, no congelamento e redução de pensões, na redução do subsídio de desemprego e de outras prestações sociais.

"Esta é uma política que tem responsáveis, são os que governaram o país durante as últimas décadas", disse perante milhares de pessoas que ocuparam o relvado da Alameda Afonso Henriques, em Lisboa.

Enquanto houve dinheiro, melhor, enquanto houve onde ir pedi-lo emprestado ou quando o dinheiro vinha em forma de "Fundos comunitários" ninguém deu por nada. O problema é quando "o farsolas" falta e não há mais. Todos gritam, todos se indignam, mas o mal já estava feito há muito. O Arménio Carlos já percebeu!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00


O imóvel paga o empréstimo

por Luis Moreira, em 29.04.12

Uma importante decisão de um juiz do tribunal de Portalegre. O imóvel que serve de garantia no contrato de empréstimo é suficiente para pagar a dívida ao banco. Até aqui ganhava o banco. Executava a hipoteca e se o valor da venda não fosse suficiente para cobrir a dívida o devedor mantinha-se em dívida pela diferença.

A partir de agora é como funciona em Espanha e é nesse sentido que a proposta do BE aponta. Aliás, percebe-se mal que no contrato a avaliação tenha sido feita pelo banco e que este agora aceite receber um valor inferior à sua própria avaliação. E propiciava jogadas pouco claras. Para não lhe chamar outra coisa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:00

Quem ganhou com os milhões da dívida? Na Islândia sabe-se, é preciso também saber-se em Portugal. Quem o diz é um economista que veio às conferências do Estoril . "

O membro do Banco Central da Islândia Gylfi Zoega diz que Portugal deve investigar quem está na origem do elevado endividamento do Estado e dos bancos.

"Temos de ir aos incentivos. Quem ganhou com isto? No meu País eu sei quem puxou os cordelinhos, porque o fizeram e o que fizeram, e Portugal precisa de fazer o mesmo. De analisar porque alguém teve esse incentivo, no Governo e nos bancos, para pedirem tanto emprestado e como se pode solucionar esse problema no futuro", diz o responsável.

Nós também sabemos mas não ganhamos nada com isso, ninguém é responsabilizado perante a Justiça.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

Como sabemos todos ( se sabemos) vamos ser presenteados com o corte dos subsídios de Férias e Natal, o que quer dizer que vamos receber menos que o ano passado. Acontece que as taxas de IRS não foram actualizadas, pelo que nos vão reter na fonte, o mesmo que no ano passado mas sobre uma base salarial menor. Levantada a questão, dizem-nos agora que seremos ressarcidos em 2013 do imposto que vamos pagar a mais este ano .

É um empréstimo ao estado, sem juros e sem condições!

Isto dá uma ideia de até onde pode ir a relação que se está a estabelecer entre as finanças e o cidadão. Já tivemos notícia das penhoras que caem sem piedade sobre as pessoas que não conseguem pagar os seus empréstimos e, agora, fazem-nos credores do estado.

Um dia destes estamos naquela posição do "come e não bufes" que não é, propriamente, uma relação legítima num estado de direito.

Temos  que meter os pés à parede!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

Já aqui falamos no banco que empresta dinheiro sem juros. Hoje vamos ver como seria possível, se todos quisessem e estivessem de boa fé resolver o problema dos juros monstruosos.

Dizem os mercados que as taxas de juro dos empréstimos sobem ou descem conforme o risco que correm em não receber de volta o dinheiro. Daí haver muita gente que não quer que as dívidas soberanas sejam renegociadas, pois isso é admitir que os países também podem deixar de pagar. Poder, podem, mas não fecham nem vão à falência, nem fogem para parte incerta...logo, não se vê qual é o risco que os credores correm. Naturalmente que, se os credores cobram 25% de taxa de juro, eles sabem muito bem que não há país nenhum que crie a riqueza suficiente para lhes pagar. Só esperando para aí uns 50 anos mas como prolongando o prazo se perdem eventuais melhores negócios, a taxa de juro continua a subir sempre...

Uma hipótese é o BCE garantir os empréstimos, o que a Alemanha não aceita, porque sendo a maior accionista é quem mais perde no caso de incumprimento.A isto há quem chame os Eurobondes, empréstimos de todos a todos na UE, ganhando quem está fraquinho e perdendo quem está bem, obrigado. A Alemanha não está para aí virada. Já vimos no outro dia que há quem pague ( taxas negativas) para a Alemanha lhe guardar o dinheiro. Então?

Num determinado momento o devedor pede o empréstimo a uma determinada taxa de juro que seria composta por duas partes. A primeira parte, correspondia a um taxa de "juro base" igual para todos( taxa de rendimento) e a partir daí adiciona-se o prémio de risco, variável conforme o risco. Chegados ao momento do pagamento se o devedor pagar integralmente, paga o empréstimo mais a taxa "juro base" e só ( pois se pagou é porque o risco que corresponde ao prémio de risco não existia) se não pagar então aí assim tem direito a receber a "taxa base" mais  a "taxa de risco".( porque o risco era real)

É obrigatório implementar algo do género (de outra forma os mercados até estão interessados "que chovam picaretas") envolvendo Bancos Centrais Nacionais e o Banco Central Europeu ao mesmo tempo que se caminha para uma maior integração política da União Europeia.

Sem amarrar de "pés e mãos" a usura e os especuladores a UE estará sempre debaixo de fogo. Pois se é com isso, com a confusão , o medo e o empobrecimento dos países que ganham dinheiro a que título vão mudar comportamentos?

E, não despiciendo, "mata-se à fome" as agências de rating...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:00

É verdade! Os investidores estão a emprestar dinheiro à Alemanha a taxas de juros negativas. (-0,01%). Quer dizer daqui a uns meses quando chegar a altura de arrumarem as contas os investidores recebem menos do que o que emprestaram!!! Mas não são os mesmos que emprestam à Grécia a 130% e a Portugal a 15%? São, mas eles preferem ter a certeza de receberem, mesmo que seja menos, do que correrem o risco de um daqueles países sair do Euro e com isso levarem uma porrada de 30% de uma só vez!

Digam lá porque razão a Alemanha há-de ter pressa em tomar medidas para controlar os mercados que estão a sugar os países periféricos quando, ela própria, ganha com isso?

É uma visão de curto prazo, um estadista percebia que ter uma União Europeia forte e sustentável é muito mais importante do que ganhar uns trocos. É verdade! Mas agora vá dizer isso aos contribuintes alemães!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30


Políticos imbecis diz o deputado europeu...

por Luis Moreira, em 19.12.11

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • SALLY PAUL

    NOTA: Se vocêestá procurando uma empresa de emprés...

  • MIKE BLIZZ

    Por que você vai ao banco pedir um empréstimo que ...

  • MARK DOROTHY

    Do you suffer financially or do you need emergency...

  • Anónimo

    VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING DE QUALIDADE...

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE OS H...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Anónimo

    I was searching for loan to sort out my bills &...

  • Anónimo

    VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING DE QUALIDADE...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog