Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Quarteto op. 51, de Antonin Dvorák

por António Filipe, em 29.07.13
No dia 29 de Julho de 1879, estreou-se, em Berlim, o Quarteto op. 51, de Antonin Dvorák. A obra foi interpretada pelo Quarteto Joachim.

Quando o primeiro violinista do, então famoso, Quarteto Florentino pediu a Dvorák para escrever uma obra eslava para o grupo, o compositor acedeu imediatamente. O resultado dessa encomenda foi o Quarteto nº 10, op. 51, em mi bemol maior, para cordas. Também conhecido pelo “Quarteto Eslavo” foi composto entre o dia de Natal de 1878 e a Primavera de 1879 e é constituído por quatro andamentos.

O início relaxante do 1º andamento é seguido por uma dança que desperta a atenção do ouvinte mas, depois, regressa o tema calmo inicial que nos leva até ao fim do andamento. O tema do 2º andamento é o mais marcadamente eslavo. Incorpora uma dança, chamada “dumka”, que é tipicamente eslava. O 3º andamento é uma Romanza em si bemol maior, um dos temas mais bem conseguidos de Dvorák. A dança é, novamente, o embrião a partir do qual o 4º andamento se desenvolve.


4º andamento do Quarteto op. 51, de Dvorak
Quarteto de Cordas Americano

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Sinfonia nº 3, de Dvorak

por António Filipe, em 29.03.13
No dia 29 de Março de 1874, Bedrich Smetana dirigiu a Orquestra Filarmónica de Praga na estreia da Sinfonia nº 3, do compositor checo Antonin Dvorak.

Não se sabendo exactamente a data da sua composição, a Sinfonia nº3, op. 10, em mi bemol maior, de Dvorak, foi provavelmente composta em 1872 e talvez não tenha sido orquestrada até ao ano seguinte. O compositor rasurou, com um navalha, a data que tinha escrito na primeira página.
Esta sinfonia, com apenas três andamentos, foi revista por Dvorak entre 1887 e 1889 e só foi publicada em 1912, já depois da morte do compositor, por N. Simrock, em Berlim.

Sinfonia nº 3, de Dvorak
Orquestra Filarmónica de Berlim

Maestro: Rafael Kubelik

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 8 de Setembro de 1841 nasceu, na aldeia boémia de Nelahozeves, perto de Praga, na República Checa, o instrumentista, director de orquestra e, acima de tudo, notável compositor Antonin Dvorak.
Recebeu a sua primeira educação musical na escola da aldeia, onde ingressou em 1847, aos seis anos. De 1857 a 1859 estudou música na única escola para organistas de Praga e, gradualmente, desenvolveu-se, tornando-se um excelente instrumentista de violino e viola. Escreveu o seu primeiro quarteto de cordas quando tinha vinte anos, dois anos após a graduação.
Começou por ser violetista de orquestra e depois organista. Mas já nessa altura compunha importantes obras, como o Stabat Mater, peças sinfónicas, vocais e de câmara.
Em 1875 – tinha então 34 anos – foi-lhe atribuída pelo Estado uma renda, para se dedicar à música.
Depois das Danças Eslavas – uma das suas mais famosas obras, escrita nos anos em que atingia o apogeu – Dvorak percorreu ainda um caminho longo e musicalmente rico até compor a Sinfonia do Novo Mundo, o ex-libris da sua obra. Recebeu o título de Doutor Honoris Causa das Universidades de Cambridge, de Viena e de Praga e foi Director do Conservatório de Nova Iorque.
As composições de Dvorak, de estilos muito próprios, com grande riqueza melódica e colorido orquestral, têm sido preferidas pelos maiores maestros e intérpretes.
Dvorak faleceu em Praga, no dia 1 de Maio de 1904.


Humoresque op. 101, nº7, de Dvorak
Violoncelo: Yo Yo Ma
Violino: Itzhak Perlman
Maestro: Seiji Ozawa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Rudolf Kempe - Maestro alemão

por António Filipe, em 14.06.12

No dia 14 de Junho de 1910 nasceu, em Dresden, o maestro alemão Rudolf Kempe. Aos catorze anos começou a estudar na Escola de Ópera Estatal. Além de tocar piano regularmente, tocou oboé na Orquestra de Dortmund e na Orquestra Gewandhaus de Leipzig, em 1929. A partir de 1933 começou a trabalhar na Ópera de Leipzig, onde, mais tarde, foi maestro. Dirigiu a Orquestra de Dresden e a Dresden Staatskapelle, de 1949 até 1952, com as quais fez várias gravações. A sua carreira internacional começou a partir de 1951, quando dirigiu a Ópera Estatal de Viena nas óperas “A Flauta mágica”, de Mozart e “Simão Bocanegra”, de Verdi.
Foi convidado para suceder a Georg Solti como maestro principal da Ópera Estatal da Baviera, em Munique, entre 1952 e 1954. Em 1953 apareceu com a companhia de Munique no Royal Opera House, em Londres, onde o administrador geral, rapidamente decidiu que Rudolf Kempe seria o director musical do Covent Garden.
Em 1960, tornou-se maestro associado da Orquestra Filarmónica Real, em Londres, escolhido pelo fundador da orquestra, Sir Thomas Beecham. De 1961 até 1962, foi o maestro principal da orquestra, e de 1963 até 1975 foi o director artístico. A partir de 1967 dirigiu a Orquestra Filarmónica de Munique e nos últimos meses de vida foi o maestro principal da Orquestra Sinfónica da BBC. Rudolf Kempe morreu no dia 12 de Maio de 1976.


Excerto da Sinfonia nº 9 “Do Novo Mundo”, de Dvorak
Orquestra Sinfónica da BBC
Maestro: Rudolf Kempe

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    RELIABLE PRIVATE ONLINE INVESTIGATIONS Have you ev...

  • Anónimo

    Olá a todos, Meu nome é janice albert, sou do Alab...

  • Anónimo

    Mettiamo a vostra disposizione un prestito da 1000...

  • jOse

    INSTEAD OF GETTING A LOAN, GET A BLANK ATM CARD AN...

  • jOse

    INSTEAD OF GETTING A LOAN, GET A BLANK ATM CARD AN...

  • Anónimo

    OPORTUNIDADE DE INVESTIMENTO DE EMPRÉSTIMO:Você pr...

  • Kelvin Ericksson

    Blank ATM cardDo you know that you can withdraw c...

  • 曾于娟

    Welcome. BE NOT TROUBLED anymore. you’re at the ri...

  • Abraham Khan Joy Shik

    Ei pessoal, estou tão feliz que recebi meu cartão ...

  • Pensador pensantw

    Luis Moreira, não sei de onde tu és, mas no Brasil...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds