Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O choro de uma criança com fome e sem nada para comer é uma coisa muito séria.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:17

Hoje é o Dia Mundial da Criança. Servirá, ao menos, para eu me penitenciar por não falar aqui delas todos os dias, embora todos os meus posts sejam por elas e para elas. Talvez devesse terminar cada um dos meus arrazoados com essa lembrança.

Agora nós, Raspar, e vão-me desculpar a abrupta e desumana passagem. Hoje, alguém relembrava mais uma vez que, nalguns infantários, os bebés são recebidos no dia seguinte com a mesma fralda com que foram entregues aos pais no dia anterior. São pelo menos 15 horas com a mesma fralda, Raspar. Imagina-te velho incontinente, encerrado 15 horas dentro da mesma fralda de mijo, Raspar. Imagina os teus sagrados números afundados em urina, Raspar. Esquece esta, foi um péssimo exemplo.

Os teus sagrados números já estão além da merda; profundamente encerrados no mosto que esta debita, os teus números e respectivas consequências são a própria merda. Viste ontem? Viste os resultados do primeiro trimestre? Viste no que dá a tua politica de terra queimada? Viste as empresas? Eu também não. Já fecharam. Os trabalhadores estão a ultimar os subsídios a que têm direito e mais crianças com a fralda do dia anterior vão chegar às escolinhas. Mesmo que os pais as envolvam em fraldas de pano a noite toda, a verdade é que no dia seguinte será sempre aquela fralda, suja, de ontem e de merda, a que eles levarão de volta.

Não sei se percebes onde quero chegar, Raspar, mas a verdade é só uma: quando os pais chegarem aos limites e começarem a ver os seus meninos afundados no poço para onde os atiras, não haverá troika, memorando ou o raio que parta que te safe e à tua política de saque.

Não sei se percebeste onde quero chegar, que escrevo depressa e tu pensas à velocidade a que falas. Isto não é nenhum tipo de ameaça, Raspar, não te iludas; é apenas a lembrança de um facto. Uma mãe, um pai podem passar fome em silêncio. Mas esse berro surdo transforma-se em algo que não quererás sentir quando a epidemia se espalhar para o futuro. E o futuro de cada um, que é, afinal, o futuro deste país, não será o resultado de uma criança esfomeada, envolta em fraldas do dia de ontem. Futuro aqui é presente, mas isso tu nunca perceberás. Nenhuma mãe aguenta isso, nenhuma pai suporta sentir isso. Vê lá bem a tua vida, Raspar.

Não queiras transformar Portugal num país de crianças que choram com fome. Uma criança com fome não é um dano colateral, Raspar. E o testa-de-ferro que dá a cara pelo teu laboratório de ensaios que não ouse repreender os pais, chamando-lhes piegas, dando-lhes oportunidades de coiso, mandando-os emigrar.

Vê lá bem a tua vida, Raspar. Vê lá bem a nossa vida. Olha os putos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:35


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Muitas pessoas disseram que os hackers invadiram d...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    QUERO HACKEAR UM BLOG!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Anónimo

    oi me explica mais siobre isso

  • Anónimo

    Necesita un préstamo urgente para revivir sus acti...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO GENUÍNO E PROFISSION...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog