Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Carta aberta à PT, SAPO, MEO e GNR: * 


Para:
suporte@acesso.sapo.pt,
ct.stb.dstb.pvna@gnr.pt, (POSTO TERRITORIAL DE AZEITÃO)
gapc@mun-setubal.pt, (Gabinete da Participação Cidadã da Câmara Municipal de Setúbal)
provedoria-cliente@telecom.pt,
meo@telecom.pt,
16200@telecom.pt,
16209@telecom.pt,
decolx@deco.pt

cc:
gnr@gnr.pt, (COMANDO GERAL DA GUARDA NACIONAL REPUBLICANA)
cg.gabcg@gnr.pt, (GABINETE DO COMANDANTE GERAL)
cg.gab2cg@gnr.pt, (GABINETE DO 2º COMANDANTE GERAL)
dcrp@gnr.pt, (DIVISÃO DE COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES PÚBLICAS)
co.dic@gnr.pt, (DIREÇÃO DE INVESTIGAÇÃO CRIMINAL)
ct.stb.dstb@gnr.pt (DESTACAMENTO TERRITORIAL DE SETÚBAL)

data: Mon, Jan 23, 2012 at 7:20 AM
assunto: Re: Ausência de linha telefónica (PT/MEO/SAPO ADSL) devido a roubo de cobre


Exmos. Senhores,

Após participações de quebra/avaria/ausência de serviço de telefone e Internet por ausência de linha telefónica - sempre causada por roubo de fio de cobre em Galeotas, Brejos de Azeitão, na estrada que a GNR local reconhecerá como "a estrada para as Vendas, entre a Gracinda dos Leitões e os viveiros Matéria Verde", situações reportadas, conforme cópias de emails anexas, nos dias:

"No dia 26 de Dezembro de 2011 reportei uma avaria - ausência de linha telefónica devido a roubo de cobre segundo me foi informado posteriormente.

No dia 2 de Janeiro de 2012 voltei a reportar avaria causada pelo mesmo motivo.

No dia 6 de Janeiro de 2012 voltei a reportar avaria causada pelo mesmo motivo.

No dia 11 de Janeiro de 2012 voltei a reportar avaria causada pelo mesmo motivo.

Hoje, dia 20 de Janeiro de 2012 vou ter que reportar nova avaria - ausência de linha telefónica MEO e consequentemente de serviço de Internet SAPO ADSL"

a situação atinge o intolerável ao ter sido de novo roubado, na noite de domingo 22 para segunda 23 de Janeiro o cobre que havia sido reposto na tarde de sábado 21 em substituição do cobre roubado na noite de dia 19. 
O tempo que consegui usufruir do serviço que subscrevo de Internet e telefone fixo? a noite de sábado e domingo, 1 dia e meio no período da manhã de dia 20 até à tarde de dia 24, altura em que - já conheço os "timmings" - esta nova situação que hoje se verifica será resolvida. 
Ou seja: pago por um serviço do qual não consigo usufrui mais de 50% do tempo.

Tenho copiado nos emails anteriores o email que a página de Internet (que às vezes consigo usar) indica como pertencendo ao:
POSTO TERRITORIAL DE AZEITÃO212198990 0 212198998 ct.stb.dstb.pvna@gnr.pt
sem que até ao momento tenha tido qualquer esclarecimento ou contacto pelo que hoje copio neste email - onde abaixo se podem ler todos os anteriores - as devidas entidades desta corporação que penso serem as indicadas.
Sabem os senhores, autoridades e empresas envolvidas e também afectadas, que eu, cidadão, nada valho numa "queixa contra incertos" (que contudo farei, porque assim mo exige a minha consciência de cidadão), penso - ou pensava - que mais construtivo seria, uma vez que estas ferramentas hoje em dia o permitem - alertar de forma construtiva, copiar todos os envolvidos de forma a que possa haver cooperação e actuação.

E é tão fácil (ou assim parece ao comum cidadão), se no caso, se tratam de roubos de cobre verificados sempre no mesmo sítio (eu digo onde, no início deste email), logo após a reposição de cobre anteriormente roubado. Local conhecido, fácil prever quando, que faltará para que as autoridades actuem? Vontade? Capacidade humana, operacional? O saber já não seria mau...

Sei que para as empresas envolvidas - no caso a PT ainda que sob diversas empresas do grupo - também têm prejuízos com as reposições de cobre pelo que não posso deixar de estranhar que se também da vossa parte sinta ma passividade de apenas repor o cobre roubado.
Talvez para uma PT o prejuízo seja pequeno, no todo, para o cliente não é. Ao facto de eu pagar por um serviço de que não posso usufruir - que nenhum acerto em factura poderá compensar devidamente por ser impossível calcular o tempo total - entre roubo/quebra de serviço e sua reposição - de privação de serviço. Acrescem custos adicionais não ressarcíveis, tais como gastos em chamadas a parti de telemóvel para reportar avarias, gostos com a PEN SAPO para poder usar a Internet, sem a qual não posso trabalhar, para não falar no transtorno psicológico (sim, isto enerva, muito), familiar... é indescritível. É mais fácil estar do lado de quem só tem que vir cá repor o cobre, acreditem.

O meu nome é João Moreira de Sá
O meu número de telefone fixo (linha afectada) o 212 180 XXX
O meu código postal: 2925-161
O meu email: jmoreiradesa@gmail.com
O meu número de telemóvel: 936 672 XXX

Ajudem-me. Eu não quero começar a gostar das ideias do meus vizinhos (alguns serão clientes ZON, Cabovisão, somos todos afectados) de "pegar nas caçadeiras e ir fazer-lhes uma espera", sei que não é esse o caminho, mas começo a entender a vontade e parece-me uma situação social perigosa. E parece-me desnecessária. 
Mas também me parece que alertar, tentar não "gritar", não "reclamar", antes tentar ser construtivo, de nada serve...

À vossa disposição
João Moreira de Sá


(*) cópia de email enviado aos destinatários indicados

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30


Os do cobre, os que cobram e os cabrões

por joao moreira de sá, em 20.01.12

Carta aberta à

PT

MEO

SAPO

GNR (Destacamento de Azeitão)

Polícia Judiciária

Câmara Municipal de Setúbal

 

(*) Exmos. Senhores,

No dia 26 de Dezembro de 2011 reportei uma avaria - ausência de linha telefónica devido a roubo de cobre segundo me foi informado posteriormente.

No dia 2 de Janeiro de 2012 voltei a reportar avaria causada pelo mesmo motivo.

No dia 6 de Janeiro de 2012 voltei a reportar avaria causada pelo mesmo motivo.

No dia 11 de Janeiro de 2012 voltei a reportar avaria causada pelo mesmo motivo.

Hoje, dia 20 de Janeiro de 2012 vou ter que reportar nova avaria - ausência de linha telefónica MEO e consequentemente de serviço de Internet SAPO ADSL, porque, como já é fácil adivinhar ao ligar o PC e não ter ner, pegar no telefone e não ter linha, sei que o cobre voltou a ser roubado. Sei até dizer que foi entre a 1 e as 2 da manhã, ouvi o barulho, desconfiei, mas já nem me dou ao trabalho de ligar para a GNR, sei que nada fazem.

O sentimento de impotência, frustração, os prejuízos pessoais, profissionais, financeiros são enormes (chamadas a partir de telemóvel para reportar as avarias constantes, o ter que usar a PEN SAPO ADSL associada à minha conta que, como sabem, só tem 100Mb grátis, sendo o tráfego adicional que me vejo obrigado a consumir para poder trabalhar taxado ao Kb e do qual nunca serei ressarcido...).

O estado de nervos permanente que vivemos, acordando cada dia sem saber se vamos poder trabalhar (eu uso a internet para trabalhar a partir de casa, a minha mulher, médica, precisa da internet para poder emitir receitas, os nossos filhos precisam da internet para poder estudas - Escola Virtual, Moodle, etc., o atraso no pagamento de impostos, segurança social e respectivos juros de mora... tudo isso são prejuízos que se deparam hoje em dia a quem se vê privado do serviço de internet que paga e do qual não pode usufruir devido aos constantes roubos de cobre.

E ninguém põe cobro a esta situação?

A GNR não sabe, como eu sei, onde o cobre é roubado?

A Polícia Judiciária não sabe, como toda a gente daqui sabe, onde o cobre roubado é vendido?

A PT, também prejudicada e com prejuízos devido à reposição do cobre roubado não faz nada a não ser repor o cobre roubado?

O crime afinal compensa?

 

Estou tão farto!

 

(*) cópia de email enviado às entidades referidas (um email enviado em cada uma das datas rederidas)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30


Já foram apanhados, João!

por Luis Moreira, em 25.11.11

Amarante: GNR deteve indivíduos suspeitos de furtos de cobre!

Já estão na gaiola os gajos que te andam a impedir de trabalhares. Estás a ver a influência da PEGADA colocaste aqui o grito de revolta que se ouviu em Amarante .

A verdade é que quando a fominha assenta no buraco atiça a imaginação e tudo o que se vende é produto "à mão de semear". Aliás a violência cresce todos os dias como se vê pelas notícias, antigamente roubavam um gajo com decência no " Multibanco" (importa-se passar a massa?) e baixinho para não humilhar a malta assaltada agora, perdida a vergonha é à "bomba"!

Há algum "ratio" que retrate melhor a situação que a diferença entre estes dois métodos? E, as off shores? Alguém falava em off shores, ainda para mais a dizerem mal quando agora há para aí uns possessos pelo demónio que "exigem" que se acabe com elas? Então, o que a mim mais mal me faz aos nervos é não saber para onde foi o dinheiro! Mas como é que transportaram o dinheiro, biliões e biliões, mesmo em papel seriam necessários vários comboios e ninguém os viu?

Agora em dois casos muito falados apareceram obras de arte que valem milhões, vivendas, apartamentos de luxo, canetas de ouro, até havia um "fornecedor de serviços" que oferecia ao bom estilo "agências de rating" ( Para este AAA, para aquele BBB...) mas desaparecer o dinheiro ao ponto de a única saída ser o BCE fazer notas a granel, assim sem criação de riqueza, pega mais papel, paguem uns aos outros...

E, outra coisa que me dá cabo do nervoso central é não perceber como é que isto se cruza com a produção das batatas, dos alhos, pois se a gente não produz tem que pedir emprestado para comprar lá fora, mas então não bastaria começar a produzir?

Isto dá-me cá um nervoso miudinho....

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:35


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • Anónimo

    Incrível, mas verdadeiro. Acabei de receber meu em...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Estou tão feliz que recebi um empréstimo de um cre...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Wahid Miha Wahid Miha

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds