Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Pega Ladra, de Rossini

por António Filipe, em 31.05.13
No dia 31 de Maio de 1817, estreou-se, no Teatro alla Scala, de Milão, a ópera “A Pega Ladra”, do compositor italiano Giochino Rossini.

“A Pega Ladra” é uma ópera semi-séria, em dois actos com libreto de Giovanni Gherardini, baseado em “La pie voleuse”, de Badouin d'Aubigny e Louis-Charles Caigniez. É célebre pela sua abertura e destaca-se pelo uso das caixas.
Rossini era conhecido pela rapidez com que compunha as suas obras e esta não foi excepção. Supostamente, o seu produtor teria sido obrigado a fechar Rossini num quarto, na véspera da estreia, para que ele concluísse a abertura. O compositor passava aos copistas, pela janela, cada folha da obra para que eles escrevessem o resto das partes orquestrais.
A ópera foi revista por Rossini para actuações posteriores em Pesaro, em 1818, no Teatro del Fondo, em Nápoles, em 1819, e no Teatro de São Carlos, também em Nápoles, em 1820. O próprio Rossini fez uma revisão à obra para ser executada em Paris, em 1866.
O compositor italiano Riccardo Zandonai fez a sua própria versão da ópera para uma apresentação em Pesaro, em 1941, e o maestro Alberto Zedda editou o trabalho original de Rossini, em 1979, para uma publicação da Fondazione Rossini.


Abertura da ópera “A Pega Ladra”, de Rossini
Orquestra Filarmónica de Viena
Maestro: Claudio Abbado

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Claudio Abbado – Maestro italiano

por António Filipe, em 26.06.12

No dia 26 de Junho de 1933 nasceu em Milão o maestro italiano Claudio Abbado. O seu primeiro professor foi o pai, o violinista e compositor Michelangelo Abbado. Quando, ainda criança, ouviu uma interpretação dos “Nocturnos” de Claude Debussy, decidiu tornar-se maestro. Teve oportunidade de assistir a muitos ensaios de orquestra em Milão e em Viena, liderados por maestros como Arturo Toscanini e Wilhelm Furtwängler. Abbado disse a entrevistadores que ficou perturbado com a forma tirânica, e por vezes abusiva, como Toscanini tratava os músicos, e que resolveu comportar-se da forma mais delicada possível, tal como Bruno Walter. Abbado é conhecido por ser amigável, discreto e por nunca se confrontar com a orquestra no ensaio.
Após estudos no Conservatório de Milão, em 1955, Claudio Abbado estudou direcção de orquestra com Hans Swarowsky, na Academia de Música de Viena. Em 1958, venceu o Concurso Internacional Koussevitsky, o que resultou numa série de compromissos como maestro de ópera na Itália. Em 1963 ganhou o Concurso Dmitri Mitropoulos, o que lhe permitiu trabalhar durante cinco meses com a Filarmónica de Nova Iorque.
Em 1960 estreou-se no La Scala, do qual foi Director Musical entre 1968 e 1986. Dirigiu a Filarmónica de Viena, pela primeira vez, em 1965, num concerto no Festival de Salzburgo. Foi Director Musical da Ópera Estatal de Viena de 1986 a 1991. Entre 1979 e 1987 ocupou o cargo de Maestro Principal da Orquestra Sinfónica de Londres. Nos Estados Unidos, foi Maestro Convidado Principal da Orquestra Sinfónica de Chicago, de 1982 a 1986. Em 1989 sucedeu a Herbert von Karajan como Maestro Principal e Director Musical da Orquestra Filarmónica de Berlim, posto que ocupou até 2002. É também conhecido pelo seu trabalho com músicos jovens. Foi o fundador e Diretor Musical da Orquestra de Jovens da União Europeia e da Gustav Mahler Jugendorchester.
Abbado foi diagnosticado com cancro do estômago em 2000, e o tratamento levou à remoção de uma parte de seu sistema digestivo. Após a recuperação, fundou a Orquestra do Festival de Lucerna. Em Setembro de 2007, anunciou o cancelamento de todos os compromissos para o futuro próximo, a conselho dos médicos, mas daí a dois meses retomou as suas actividades normais.
Claudio Abbado recebeu muitos prémios, entre os quais o Prémio Imperial do Japão, a Medalha Mahler, o Bundesverdienstkreuz (a mais alta distinção concedida a um civil pelo Governo da Alemanha) e a Medalha Mozart, entre outros. Recebeu ainda doutoramentos honoris causa das universidades de Ferrara, Cambridge, Aberdeen, e Havana.


Excerto da Sinfonia nº 9, de Mahler
Gustav Mahler Youth Orchestra
Maestro: Claudio Abbado

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Barbara Bonney – Soprano norte-americana

por António Filipe, em 14.04.12

No dia 14 de Abril de 1956 nasceu em Montclair, Nova Jersey, a soprano norte-americana Barbara Bonney. Começou a estudar piano aos cinco anos de idade, mudando para o violoncelo três anos mais tarde. Todos lhe auguravam uma grande carreira de violoncelista, especialmente depois de aos 13 anos, por ocasião de se ter mudado com a família para o Maine, ter ingressado na Orquestra Sinfónica Juvenil de Portland. Mas 2 anos mais tarde entrou na Universidade de New Hampshire para estudar Música e Alemão e esse foi só um passo para a Áustria. Na Universidade de Salzburgo, onde estudava alemão, trocou o violoncelo pelo canto. Fez o programa vocal do Mozarteum e tornou-se solista de vários grupos corais de Salzburgo. Aí aconteceu o ponto de viragem da sua vida.
Apresentou-se, como solista, em vários agrupamentos corais e durante quatro anos, participou em quase todas as produções da companhia de Ópera de Darmstadt, interpretando cerca de 40 papéis. Na temporada de 1983-84, colaborou com a Ópera de Frankfurt, seguindo-se uma rápida sucessão de importantes estreias com prestigiados maestros.
Em 1984 Barbara Bonney representou no Festival de Verão de Munique, sob a direcção de Carlos Kleiber, seguindo-se a Royal Opera House, Covent Garden, com Sir Georg Solti. Estreou-se no Scala de Milão, como Pamina, e na Metropolitan Opera, em 1987, sob a direcção de James Levine. Em 1987, apresentou-se, pela primeira vez, na Ópera de Viena.
Barbara Bonney recebeu Doutoramentos Honoris Causa pela Universidade de New Hampshire e pela Royal Academy of Music de Londres e é membro da prestigiada Academia Sueca de Música.


Excerto do Requiem Alemão, de Brahms
Soprano: Barbara Bonney
Orquestra Filarmónica de Berlim
Maestro: Claudio Abbado

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Piyush Giri Goswami

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE, ENTRE EM CO...

  • Piyush Giri Goswami

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    hello everyone, i'm so happy to recommend and tell...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog