Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No dia 28 de Junho de 1753, nasceu em Bruck an der Leitha, na Áustria, o clarinetista e compositor Anton Stadler, para quem Mozart compôs duas das suas mais importantes obras: o Quinteto para clarinete e cordas e o Concerto para clarinete e orquestra.

Era um excelente clarinetista, com uma perícia excepcional nos registos mais baixos do instrumento. Um crítico contemporâneo vienense, referindo-se a Stadler, escreveu: “Nunca pensei que o clarinete podia imitar a voz humana tão bem como quando você o toca. O seu instrumento é tão suave e tão delicado, que ninguém que tenha coração lhe pode resistir”.
Anton Stadler foi segundo clarinete na orquestra da corte de Viena, da qual o seu irmão, Johann, era primeiro clarinete. Colaborou com Theodor Lotz, um fabricante de clarinetes, no fabrico de um clarinete mais extenso, a que chamaram clarinete baixo. Foi para este novo instrumento que Mozart escreveu o Concerto e, provavelmente, o Quinteto para clarinete. Além de instrumentista, Stadler também compôs algumas peças para clarinete. Faleceu em Viena no dia 15 de Junho de 1812.


3º andamento do Duo para clarinete, de Anton Stadler
Clarinete: Laura e Luigi Magistrelli

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 5 de Abril de 1784 nasceu, em Braunschweig, no ducado de Brunswick-Lüneburg, o compositor, violinista e maestro alemão Louis Spohr.

Nascido Ludwig Spohr, fora da Alemanha é conhecido pela forma francesa do nome. Durante toda a infância mostrou talento para o violino e entrou para a orquestra ducal com 15 anos. Três anos depois, com o apoio do duque de Brunswick, foi enviado, numa viagem de um ano, para São Petersburgo, com o violinista Franz Anton Eck. As primeiras composições notáveis de Spohr, incluindo o seu primeiro concerto para violino datam dessa época. Quando regressou, o duque concedeu-lhe uma licença para uma tournée pelo norte da Alemanha. Um concerto em Leipzig, em Dezembro de 1804, impressionou o influente crítico de música Friedrich Rochlitz, não apenas pela habilidade técnica de Spohr mas também pelas suas composições. Adquiriu fama instantânea em todo o mundo de língua alemã.
Spohr trabalhou como maestro no Theater an der Wien, em Viena, de 1813 a 1815, onde se tornou amigo de Beethoven. Entre 1817 e 1819 foi director de ópera em Frankfurt, onde produziu as suas próprias óperas. O mais longo cargo de Spohr, de 1822 até à morte, foi como director musical na corte de Kassel, posição que lhe foi oferecida por sugestão de Carl Maria von Weber.
Existe um museu dedicado à sua memória, em Kassel, cidade onde morreu, no dia 22 de Outubro de 1859.


1º andamento do Concerto nº 2, op. 57, para clarinete e orquestra, de Louis Spohr
Clarinete: Michael Collins
Orquestra de Câmara Sueca
Maestro: Robin O’Neill

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 9 de Fevereiro de 1812 morreu, em Viena, o compositor austríaco Franz Hoffmeister. O seu nome foi injustamente votado ao ostracismo pelo curso da história, mas merecia uma reavaliação, dada a qualidade criativa das suas obras.
Nasceu em Rothenburg am Neckar, na Áustria, no dia 12 de Maio de 1754. Com apenas 14 anos foi estudar direito para Viena, mas envolveu-se de tal modo na rica e variada vida musical dessa cidade que, depois da licenciatura, decidiu dedicar-se à música. Em 1780 já se tinha tornado num dos compositores mais populares de Viena, com um repertório muito extenso e variado.
Activo no âmbito do universo vienense da segunda metade do séc. XVIII, Hoffmeister viria a ser conhecido sobretudo como editor de música, a ele se devendo a fundação da, ainda hoje existente, editora C. F. Peters. Mas também se relacionou com os grandes génios musicais do seu tempo, com destaque para Mozart, de quem foi um fiel amigo, e, também, Haydn, Dittersdorf e Beethoven, que se referia a ele como um “verdadeiro irmão na arte da música”.


1º andamento da Sinfonia Concertante em mi bemol maior, de Hoffmeister
Südwestdeutsches Kammerorchester Pforzheim
Solistas em clarinete: Dieter Klöcker e Giuseppe Porgo

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    kkkk tipo a classe média de Cuba ou da Venezuela?

  • Anónimo

    Olá, telespectadores, quero compartilhar minha exp...

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ONLINE Cuidado com os am...

  • Barei Khan

    Olá, deparei-me com um grupo de hackers certificad...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • SALLY PAUL

    NOTA: Se vocêestá procurando uma empresa de emprés...

  • MIKE BLIZZ

    Por que você vai ao banco pedir um empréstimo que ...

  • MARK DOROTHY

    Do you suffer financially or do you need emergency...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog