Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A era da cidadania ou a morte do cidadão? (2)

por António Leal Salvado, em 09.08.11

[SEQUÊNCIA, OU NÃO, DE POST ANTERIOR]

 

Não é pouco, não é nada pouco o que essa trupe arromba no erário público. 40 pastas de Governo, 200 institutos e empresas públicas, 300 câmaras municipais, 700 empresas municipais e fundações fraudulentas, 4.000 freguesias - tudo isso multiplicado por 20 (média, calculada por baixo, do número dos que se alambasam à sombra de cada uma dessas quadrilhas) dá "apenas" 100.000 que à conta do orçamento se governam à grande e à francesa.

Continua a parecer nada de extraordinário: para enriquecer 100.000, nada de especialmente grave quando o trabalho é dos outros 9 milhões e 400 mil. Não seria por aí que se justificava a crise de que tanto nos falam, que tanto nos impingem, que tanto sentimos.

O problema é que os números reais são outros e muito maiores. O prejuizo que essa malta de 100.000 delinquentes - entre usurpadores, gangsters e gatunitos - causa às finanças do país, o maior prejuizo é da medida do que eles esbanjam, roubam para si, dão a roubar aos amigos, dão a especular a quem contratam, dão a deitar fora a quem por ordem deles faz asneiras ou simplesmente nada faz.

Tudo isso somado, isso sim, faz os milhares de milhões de cifrões malparados. É aí que a malvada da crise tem o seu estômago - ou os seus intestinos, se quisermos mais certeira metáfora.

Pois é. O segredo da domesticação da cidadania está no truque de oferecer à malta essa miraculosa descoberta: ao veres o triunfo dos corruptos, não te incomodes a combatê-los - aproveita a fatia que te dão do bolo com que os deixas engordar. É como quem diz: abdica de ser cidadão, arranja-te. Primeiro rende-te, depois vende-te.

À sobrevivência dos corruptos, à perpetuação dos privilégios, basta isto: que cada homem se preocupe apenas em ajeitar-se, acomodar-se, arranjar-se. Com esse truque, os corruptos olham a malta nos olhos e, com o hipnotismo da cobra, arregimentam para o bando os que eram malta e passam a ser... corruptos. Fácil caminho para o sucesso! Qualquer ignorante, estúpido, burgesso ou brutamontes pode chegar aos mais elevados proventos, às mais altas honrarias.

Com este pequeno truque, os que se indignam são cada vez menos e os que se arranjam são cada vez mais. Com esta lógica, torna-se evidente que é mais cómodo aliar-se aos que são cada vez mais, que é mais fácil submeter os que são cada vez menos. Com esta matemática, basta saber fazer cálculos para encarar os ineptos, os néscios, os oportunistas com esta conclusão: Para quê vencê-los? Junta-te a eles!

Viva o arranjinho! O cidadão está morto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:22


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING DE QUALIDADE...

  • Anónimo

    Olá pessoal, Você precisa de serviços de hackers? ...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Muitas pessoas disseram que os hackers invadiram d...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    QUERO HACKEAR UM BLOG!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Anónimo

    oi me explica mais siobre isso


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog