Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Mega burla nas farmácias

por Luis Moreira, em 28.03.12

Uma burla de contornos ainda pouco esclarecidos mas que assenta na compra de dezenas de farmácias, ultrapassando as quatro admitidas, com o uso de empresas fictícias, obtenção de elevados empréstimos junto da banca para concretizar a compra (nunca pagos) e calote a fornecedores de medicamentos. Ainda o recebimento da comparticipação do estado.

Como se vê a protecção do sector não passa de uma forma de afastar interessados e com eles a concorrência .

Fraude fiscal, associação criminosa, falsificação de documentos e burla são os crimes sob suspeita no estratagema a funcionar há pelo menos quatro anos e que envolverá montantes de "muitos milhões de euros", acrescentou a mesma fonte contactada pela agência Lusa.

O processo iniciava-se com a aquisição de farmácias, através de crédito bancário, nalguns casos mais do que as quatro permitidas por lei a cada proprietário, recorrendo à ocultação da verdadeira identidade do comprador, através de "testas de ferro".

O passo seguinte era a aquisição de medicamentos a fornecedores, a quem nunca eram pagos, e posterior venda ao público, recebendo ainda a parte referente à comparticipação do Serviço Nacional de Saúde (SNS), sem o pagamento dos devidos impostos.

As verbas reunidas eram todas encaminhadas para a aquisição de “luxuoso património mobiliário e imobiliário”, já que não pagavam qualquer dos créditos obtidos nem pagavam impostos, acrescentou a fonte da PJ.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:30

A PJ tem em curso uma mega operação que envolve a investigação a dezenas de farmácias que obtiveram empréstimo nos bancos mas que não pagam a fornecedores.

Está a decorrer uma mega-operação de buscas em vários pontos do país. Em causa uma investigação por burlas à banca e a fornecedores de medicamentos por parte de dezenas de farmácias.
A Policia Judiciária investiga farmacêuticos, suspeitos de terem contraído dívidas de largos milhões de euros à banca na compra de farmácias e na gestão das mesmas. E, para além disto, ainda recebiam a comparticipação do estado na venda dos medicamentos.

Sectores protegidos, com uma regulação para tuga ver e sem concorrência aberta, é no que dá!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:30


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    OLÁ!!! Você é um homem ou uma mulher? Você precisa...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Ile é conectado como o controle de acesso à Intern...

  • Anónimo

    Eles são conhecidos como os onipotentes gurus da I...

  • Anónimo

    Se você precisa de um serviço de hackers genuíno e...

  • Anónimo

    Olá pessoal, você precisa de serviços de hackers?E...

  • Төлөгөн Аимэшхан

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ON-LINE Cuidado com os a...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds