Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


No dia 10 de Julho de 1979 faleceu em Brookline, Massachusetts, com oitenta e quatro anos, o maestro americano Arthur Fiedler. Tinha nascido em Boston a 17 de Dezembro de 1894. Era filho de uma pianista e de um violinista austríaco, que era membro da Orquestra Sinfónica de Boston. Frequentou a Escola Latina de Boston, até que o pai se aposentou e voltou para a Áustria, onde Arthur estudou e trabalhou até regressar à terra natal. Em 1909, foi para Berlim estudar violino e, em 1915, integrou a Orquestra Sinfónica de Boston, como violinista. Também trabalhou como pianista, organista e percussionista.
Em 1924, Fiedler formou a Sinfonietta de Boston, uma orquestra de música de câmara, com membros da Sinfónica de Boston e, em 1930, foi nomeado o décimo oitavo maestro da Orquestra Pops de Boston. Sob a direcção de Fiedler, a orquestra fez inúmeras gravações para a RCA Victor, com um lucro de 50 milhões de dólares. Fiedler também se associou à Orquestra Pops de São Francisco durante vinte e seis verões, a partir de 1949.
Arthur tinha muitos hobbies. Ficava fascinado com o trabalho dos bombeiros e deslocava-se muitas vezes, no seu próprio carro, para os ajudar em grandes incêndios. Foi nomeado Comandante Honorário da Associação de Bombeiros de Boston. Muitas outras associações de bombeiros ofereceram-lhe capacetes e crachás. A biografia oficial do maestro relata a sua ajuda no trágico fogo de 1942, em Cocoanut Grove, na cidade de Boston.
Misto de Homem-músico e Homem-espectáculo, dizia que o seu principal objectivo era “dar bons momentos aos auditórios”. E a verdade é que, embora criticado por alguns por tratar tão “ligeiramente” a música clássica, ninguém como ele conseguiu levar a música às multidões que enchiam os seus concertos ou compravam os seus discos.
Quando faleceu, Arthur Fiedler completava cinquenta anos à frente da Orquestra Pops de Boston. Em sua honra, a orquestra mandou fazer uma escultura com o seu rosto.


Excerto do 1ª andamento do Concerto nº 1, para piano, de Tchaikovsky
Piano: Earl Wild
Orquestra Pops de Boston
Maestro: Arthur Fiedler

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 13 de Maio de 1842 nasceu, em Lambeth, Londres, o compositor inglês Arthur Sullivan. Era filho de um professor de música e director de banda irlandês, que durante anos foi director da Royal Military Academy. Quando rapaz, Sullivan cantou no coro da Capela Real. Foi o primeiro a receber a bolsa de estudo Mendelssohn na Academia Real de Música, o que lhe permitiu estudar no Conservatório de Leipzig, onde compôs a música para “A Tempestade”, uma peça de Shakespeare produzida em 1862. Foi organista na Igreja de St. Michael, em Londres, em 1861 e professor de composição na Academia Real de Música, em 1866. Em 1871 iniciou a sua colaboração, longa e cheia de sucesso, com Gilbert. Juntos escreveram uma grande quantidade de óperas, que foram levadas a cena por Richard D’Oyly Carte, que, em 1881, construiu o Teatro Savoy expressamente para a produção de obras de Gilbert e Sullivan.
Arthur Sullivan foi também um maestro de sucesso. Para além das operetas, dirigiu a Orquestra Filarmónica de Londres, de 1885 a 1887 e os Leeds Festivals, de 1880 a 1889. Quando foi criada a Escola de Música Nacional, em 1876, Sullivan assumiu o cargo de Director, onde se manteve até 1881.
Mais conhecido pela sua colaboração com o libretista William Gilbert, de que resultaram obras de muita popularidade na cena da ópera cómica, Sullivan compôs 23 óperas, mas destacou-se também pelas suas obras orquestrais e pelos seus hinos, bailados e obras de câmara e para piano. A qualidade da sua obra valeu-lhe o título de Cavaleiro de Sua Majestade e o reconhecimento póstumo de ser sepultado na Catedral de São Paulo e de ter um monumento em sua memória nos jardins do Victoria Embankment, em Londres. Os diferentes temperamentos entre Sullivan e Gilbert causaram querelas e, eventualmente, a separação, em 1896.
Tendo sofrido de uma longa doença de rins desde 1880, que fez com que ele tivesse que dirigir a orquestra sentado, Arthur Sullivan morreu de ataque de coração no seu apartamento em Londres, no dia 22 de Novembro de 1900.


Abertura da opereta "H.M.S. Pinafore", de Arthur Sullivan
Orquestra Pops de Boston
Maestro: Arthur Fiedler

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Meu nome é Valeria Marco. Há 6 meses atrás, meu ne...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • Anónimo

    Você está em busca de um serviço de hacking confiá...

  • Anónimo

    They are all scammers, they will make you pay afte...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog