Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Animal

por Licínio Nunes, em 27.03.13
Estou a escrever este post para reclamar o meu sagrado direito à parvoíce. A RTP irá transmitir hoje a mais antecipada, receada, comentada, dissecada, adivinhada, lamentada, entrevista, desde talvez, a primeira das "conversas em família" do sr. Marcelo Caetano: o Animal volta ao pequeno ecran em horário nobre.

Podem ocorrer surpresas. Não ficarei surpreendido se tal acontecer, mas o mais provável é que os que gostam dele o adorem, que os que não gostem o odeiem e que aqueles para quem, como eu, o assunto não tem substância, tenham que concluir que fizeram mais uma vez figura de tolos, ao não serem capazes de pensar em melhor forma de perder tempo.

Mas até pode acontecer que O Animal decida chamar merda à merda e, por exemplo, reclamar a demissão imediata daquele Zé Manel holandês que conseguiu, à primeira oportunidade, mijar três vezes seguidas fora do balde em menos de 24 horas.

Não acredito que o faça, porque duvido que O Animal tenha realmente algo de animalesco, o que implicaria ter..., nada de ordinarices, pelo menos em português..., aquilo a que os nosso vizinhos do lado chamam los cojones suficientes para isso. Não por míngua de oportunidades e temas, note-se. Confrontado com a geração de políticos mais medíocre e incompetente, que este continente estafado já conheceu, pelo menos desde os dias em que Calígula decidiu nomear o seu cavalo senador, qualquer gatinho meigo conseguiria rugir que nem um leão; se apenas o quisesse. Se não fosse também um zémanel.

O problema não é "O Animal". Olha, zémanel, se tu és um daqueles talvez 320 000 portugueses que, periodicamente, oscilam entre o ps e o psd e assim mantêm a ilusão da alternância democrática e quiseres saber onde residem realmente os problemas que te oprimem e esmagam, faz uma coisa simples: olha para o espelho e vais ver o alojamento real desses problemas, ali, entre as tuas orelhas esquerda e direita. O problema, zémanel, és tu. Tu e a tua cabeça. Infelizmente, a única que tens.



Another head hangs lowly,
Child is slowly taken.
And the violence caused such silence,
Who are we mistaken?

But you see, it's not me, it's not my family.
In your head, in your head they are fighting,
With their tanks and their bombs,
And their bombs and their guns.
In your head, in your head, they are crying...

In your head, in your head,
Zombie, zombie, zombie,
Hey, hey, hey. What's in your head,
In your head,
Zombie, zombie, zombie?

Another mother's breakin',
Heart is taking over.
When the vi'lence causes silence,
We must be mistaken.

It's the same old theme since nineteen-sixteen.
In your head, in your head they're still fighting,
With their tanks and their bombs,
And their bombs and their guns.
In your head, in your head, they are dying...

In your head, in your head,
Zombie, zombie, zombie,
Hey, hey, hey. What's in your head,
In your head,
Zombie, zombie, zombie?


The Cranberries — Zombie

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:07


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada


Posts recentes


Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá pessoal, Você precisa de serviços de hackers? ...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Muitas pessoas disseram que os hackers invadiram d...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    QUERO HACKEAR UM BLOG!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Anónimo

    oi me explica mais siobre isso

  • Anónimo

    Necesita un préstamo urgente para revivir sus acti...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds