Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Le coq is dead

por Luiz Antunes, em 16.12.10

 


"Le coq is dead"
Enviado por canalzero. - Clipes, entrevista dos artistas, shows e muito mais.

 

Le Coq is Dead

 

Estreou a 27 de Dezembro de 2007 na Moagem, Fundão.

 

Direcção Artística e Coreografia Luiz Antunes Co-Criação | Interpretação Allan Falieri, Francisco Pedro, Luiz Antunes Composição e Desenho Sonoro João Bento

Designer de Produto Luís Ferreira Figurinos Lidija Kolovrat Desenho de Luz Pedro Fonseca Colaboração Artística Ana Trincão Consultor de Design Luís Royal

Assessoria de Imprensa António de Noronha Designer Gráfico David Duarte, Joana Marques, Nuno Lages Fotografia Margarida Dias Captação de Imagem Rodolfo Pimenta, Zina Caramelo Produção Executiva Terpsicore A23

Co-Produção Casa da Moagem – Fundão Parceria Pinus Verde Residência Artística Centa, Casa da Moagem Apoios E.E.D.C. Anna Mascolo

Nota: Este projecto foi a concurso para os apoios do Direcção Geral das Artes mas não foi apoiado.

 

Passado três anos e a convite de um colectivo de artistas, Feedback Kolectiv, vai ser um dos trabalhos apresentados em revisitação.

 

O Feedback Kolectiv apresenta o projecto  Feedback#1 - uma plataforma dinâmica e aberta, onde artistas de diferentes áreas apresentam e promovem o seu trabalho de forma informal.

Ao longo da noite, com momentos em formato de curta duração, são apresentados vários trabalhos nas áreas da dança, teatro e música, combinadas com a escultura, a fotografia, a performance e o vídeo. Acabando a noite com imagens de anime Japonês Akira,  em simultâneo, com o nosso DJ MADMIG&Co.
O Feedback Kolectiv tem o prazer de apresentar a sua primeira noite nos estúdios da companhia Olga Roriz.

 

Sobre o LE COQ IS DEAD revisited

 

Direcção Artística e coreografia_ Luiz Antunes

Interpretação_ Bruno Huca_Luiz Antunes_Miguel Enes

Desenho Sonoro_ João Bento

Produção_ feedback1 Kolectiv

 

 

Sinopse

Num momento em que se celebra a estreia dos Ballets Russes na Europa achei pertinente revisitar e adaptar Le Coq is Dead (coreografia criada em 2007), como ponto de charneira de algo…tal como foi marcante o trabalho desta companhia no mundo das artes. Le Coq is Dead é uma viagem pessoal de três intérpretes (Allan Falieri, Francisco Pedro e Luiz Antunes) sobre dois trabalhos coreográficos de Fokine: Le Spectre de la Rose e Dying Swan de Saint-Saens.

Escrevi na altura:

“(…) consiste no ir às memórias de ícones representativos das diversas áreas que se transcendem e subverte-los à crueza da recordação. Aprofundar, obrigar a recordar e a estudar o lembrar. Buscar um diálogo e tentar conjuga-lo entre diferentes noções de representação num mesmo espaço e ao mesmo tempo, no mesmo palco. Tentar construi-lo sobre as novas premissas. Ser confuso para simplificar, Le coq is dead surge e fica. O palco é um sítio de possibilidades totais, de validades; o palco é a plataforma de um objecto paradoxal. No mesmo espaço o barroco e o minimal podem co-existir, não é importante catalogar os estilos, o corpo dançado é o parado, o virtuoso. A disponibilidade dos olhos tem que ser total. (…)”.

Le Coq is Dead revisited é uma extracção e uma adaptação partindo das mesmas premissas, da mesma essência que permite o alterar do lembrar.

 

(a revisitação é feita a partir da cena que aparece no vídeo a partir do momento 13'21'' _ The Swan_).

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 01:27

 

Allan Falieri bailarino do mundo mas nascido no Brasil, de primeira linha, estreia-se hoje como bailarino principal na Compania Nacional de Danza de Espana, depois de ter passado pelo Bejart Ballet de Lausane, pelo extinto Ballet Gulbenkian (B.G.) e pelo Nederlands Dans Theatre I (N.D.T. - companhia de danca holandesa). Fica aqui um momento do ultimo espectaculo de Jiri Kylian, Memoires d'Obliettes, que foi tambem a ultimo espectaculo de Allan Falieri com a companhia holandesa NDT.

A nao perder hoje (11 de Novembro de 2010) nos Teatros del Canal de Madrid, no ambito do Festival Madrid en Danza. este grande bailarino que estreia juntamente com o novo Director da Companhia Herve Palito, que veio em substituicao de Nacho Duato. Apresentam Noodles coreografia de Philippe Blanchard.

 

Noodles

Coreografía: Philippe Blanchard

Música original(*): Philippe Boix-Vives

Cenografia: Arik Levy

Figurinos: Maline Casta

Luzes: Peder Lindbom

Assistencia artística: Sandra Medina, Peter Gardiner, Niklas Stureberg

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 02:52


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá pessoal, Você precisa de serviços de hackers? ...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço de hackeamento prof...

  • Anónimo

    Muitas pessoas disseram que os hackers invadiram d...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    QUERO HACKEAR UM BLOG!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Anónimo

    oi me explica mais siobre isso

  • Anónimo

    Necesita un préstamo urgente para revivir sus acti...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog