Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Anna Netrebko – "La Bellissima"

por António Filipe, em 18.09.13
No dia 18 de Setembro de 1971, nasceu, em Krasnodar, na Rússia, a soprano Anna Netrebko, admirada, não só pela sua beleza, mas, principalmente, pela sua voz. Os seus fãs puseram-lhe a alcunha de "La Bellissima".

Começou a trabalhar lavando nas limpezas do Teatro Mariinsky de São Petersburgo, onde chamou a atenção do maestro Valery Gergiev, que se tornou o seu orientador vocal no Conservatório de São Petesburgo. Guiada por Gergiev, Netrebko estreou-se no Mariinsky como Susanna, na ópera “As Bodas de Fígaro”, de Mozart. Depois disso, interpretou, com aquela companhia, vários papéis como Pamina, da ópera “A Flauta Mágica”, de Mozart e Rosina, da ópera “O Barbeiro de Sevilha”, de Rossini.
Em 1995, aos 24 anos, Anna Netrebko fez a sua estreia nos Estados Unidos, como Lyudmila em “Ruslan e Lyudmila”, de Mikhail Glinka, na Ópera de São Francisco.
Em 2002, estreou-se no Metropolitan Opera como Natasha, na primeira produção da companhia de “Guerra e Paz”, de Prokofiev. No mesmo ano, participou no Festival de Salzburgo, sob a direcção de Nikolaus Harnoncourt.
Em 2003, lançou o seu primeiro disco gravado em estúdio, Opera Arias, que se tornou um dos discos de música erudita mais vendidos do ano. No ano seguinte, lançou outro disco, Sempre Libera. Em 2005, participou novamente no Festival de Salzburgo, interpretando Violetta Valéry, na ópera “La Traviata”, de Verdi, ao lado do tenor mexicano Rolando Villazón e sob a batuta de Carlo Rizzi.
Em Março de 2006 requereu a cidadania austríaca, que lhe foi concedida em Julho do mesmo ano. Mantém ambas as cidadanias, russa e austríaca, e, actualmente vive em Viena.
Em Abril de 2008, Netrebko anunciou que tinha casado com o baixo-barítono uruguaio Erwin Schrott mas, na verdade, o casamento nunca se realizou. O filho deles, Tiago, nasceu em Viena, no dia 5 de Setembro de 2008.
Em Setembro de 2011, surgiu a notícia de que Netrebko participará nas cerimónias de abertura e de encerramento dos Jogos Olímpicos de 2014, na Rússia, que se realizarão perto da sua cidade natal.

Ária “Meine Lippen sie Kussen so heiss”, da opereta “Giuditta”, de Franz Lehár

Soprano: Anna Netrebko

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


“Ernani”, de Giuseppe Verdi

por António Filipe, em 03.09.13
No dia 3 de Setembro de 1844, estreou-se, no Teatro alla Scala de Milão, a ópera “Ernani” de Giuseppe Verdi.

O libreto da ópera “Ernani”, de Verdi foi escrito por Francesco Maria Piave e é baseado no drama com o mesmo nome, de Victor Hugo, que tinha sido levado à cena, com grande sucesso, em 1830. Considerando que algumas modificações eram inevitáveis, podemos dizer que o libreto estava muito próximo do original. A diferença mais marcante reside no facto de, no drama de Victor Hugo, ambos os amantes se suicidarem, enquanto Verdi optou só pela morte de Ernani. Victor Hugo não gostou desta modificação e fez tudo o que pôde para que a ópera não tivesse sucesso.
Ernani marca uma evolução na obra de Verdi. Ao contrário de outras óperas do mesmo compositor, esta dá menos importância ao coro e maior relevância ao indivíduo. Os coros ainda desempenham um papel importante na música, mas as partes principais são para as vozes a solo. A estreia absoluta desta ópera teve lugar no Teatro La Fenice, em Veneza, no dia 9 de Março de 1844. Verdi não ficou satisfeito com o desempenho de alguns dos cantores. Embora, no início, tivesse uma fraca aceitação, a popularidade de Ernani cresceu rapidamente e nem a reprovação de Victor Hugo conseguiu abrandar o seu sucesso.


Ária “Surta è la notte”, da ópera “Ernani”, de Giuseppe Verdi
Soprano: Maria Callas
Orquestra Sinfónica da Radiodifusão do Norte da Alemanha
Maestro: Georges Prêtre

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01

No dia 2 de Agosto de 1937, nasceu em Berlim, na Alemanha, a soprano austríaca Gundula Janowitz, uma das sopranos mais famosas do século XX, que atingiu o auge da carreira nas décadas de 1960 e 1970.

Estudou no Conservatório de Graz, na Áustria. Tornou-se cidadã austríaca e começou a cantar no final da década de 1950. Em 1959, o maestro Herbert von Karajan escolheu-a para o papel de Barbarina, na ópera “As Bodas de Fígaro”, de Mozart, na Ópera Estatal de Viena, companhia da qual Gundula Janowitz se tornou membro permanente em 1962. Nas décadas de 1960 e 1970 foi uma das cantoras mais populares a nível internacional e fez muitas gravações de obras, desde Johann Sebastian Bach a Richard Strauss, em cooperação com os mais destacados maestros, como o seu mentor Karajan, Otto Klemperer, Eugen Jochum, Leonard Bernstein, Rafael Kubelík, Karl Böhm, Georg Solti, Carlos Kleiber, entre outros. Em 1978, ganhou o prémio de Música Joseph Marx, do estado da Styria, na Áustria, do famoso compositor Joseph Marx.
Janowitz fez muito sucesso no Festival de Salzburgo, o que deu um grande impulso à sua carreira. Além da sua carreira como cantora, foi, também, professora. Em 1990, foi, por algum tempo, directora da ópera de Graz, na Áustria.
Janowitz cantou em muitos dos grandes palcos mundiais, incluindo o Festival de Ópera de Glyndebourne, os Festivais de Páscoa de Salzburgo, o Metropolitan Opera de Nova Iorque, a Ópera de Paris e a Royal Opera House.
A sua despedida dos palcos realizou-se no dia 18 de Maio de 1990, na Ópera Estatal de Viena, interpretando o papel principal, na ópera “Ariadne auf Naxos”, de Richard Strauss. Continuou, no entanto, a cantar recitais de Lied até 1997, ano em que se retirou completamente dos palcos.


Ária "Porgi Amor", da ópera “As Bodas de Fígaro”, de Mozart
Soprano: Gundula Janowitz
Orquestra da Ópera de Paris
Maestro: Georg Solti

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


Jennifer Smith – Soprano portuguesa

por António Filipe, em 13.07.13
No dia 13 de Julho de 1945, nasceu, em Lisboa, a soprano portuguesa Jennifer Smith.

Depois de se licenciar no Conservatório de Música de Lisboa, foi para Londres, com uma bolsa de estudos da Fundação Gulbenkian. A sua variada carreira de gravações inclui óperas e recitais, desde a música do período barroco à música moderna. A capacidade de cantar em Português Continental e Brasileiro faz dela especialista na música desses países (compositores como João de Sousa Carvalho, Francisco António de Almeida, Carlos de Seixas e António Teixeira).
Em 1995, desempenhou um papel no filme de Tony Palmer, feito para a televisão, sobre a vida de Henry Purcell. Foi professora de canto no Royal College of Music, em Londres. Devido à sua paixão pelo bailado, está, actualmente, a estudar dança, no Anniesland College.
Devido ao seu nome e à sua residência em Londres, Jennifer Smith é, muitas vezes, considerada uma cantora inglesa.


Ária "S'estinto è l'idol mio”, da ópera “Amadigi di Gaula”, HWV 11, de Haendel
Soprano:
Jennifer Smith
Agrupamento “Les Musiciens du Louvre”
Maestro: Marc Minkowski

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:01


página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Eles são um grupo profissional de hackers além da ...

  • Anónimo

    Muitos QUEREM SER HACKERS ONLINE Cuidado com os am...

  • Barei Khan

    Olá, deparei-me com um grupo de hackers certificad...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • SALLY PAUL

    NOTA: Se vocêestá procurando uma empresa de emprés...

  • MIKE BLIZZ

    Por que você vai ao banco pedir um empréstimo que ...

  • MARK DOROTHY

    Do you suffer financially or do you need emergency...

  • Anónimo

    VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING DE QUALIDADE...

  • Anónimo

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE E ENTRE OS H...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds