Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Liberdade religiosa - 2

por Luis Moreira, em 02.10.11

As crianças podem ir para a escola com uma T-shirt a dizer "Che Guevara" ou "Love and Peace", ou mesmo com um insulto a Bush, podem levar um triângulo cor de rosa a defender a causa dos Gays, a única coisa que não podem levar é a Cruz, a estrela de David e o Crescente...

É isto neutro? Isto é dar uma mensagem às crianças, tudo é permitido menos um símbolo religioso.

Na tradição europeia o estado laico é uma opção respeitável, mas não é neutro. O estado diz que tudo é permitido menos a Cruz ou a estrela de David e está transmitir uma mensagem religiosa.

Em Itália ( onde a Cruz é permitida) há como que um dever educacional de respeitar os ateus e as outras religiões. Em França, (onde a Cruz não é permitida) mas se permite tudo o resto há o dever de explicar aos estudantes o que é o respeito pelos símbolos religiosos.

Não ao preconceito, sim à tolerância!

Aceitar a autodeterminação, um judeu pode ser primeiro ministro, como um muçulmano ou um ateu, mas tem que aceitar o catolicismo e a Cruz , para o bem e para o mal, como uma identidade.

Vivemos numa sociedade em que algumas pessoas são religiosas , outras não. A questão é saber como vamos viver juntos. Se o estado for laico não quer dizer que impeça a liberdade religiosa. É um direito individual. O estado não deixa de ser neutro se permitir a liberdade religiosa.

Em Portugal, pelas raízes  do Cristianismo, a Cruz deve estar na parede da escola, porque seria uma lição de pluralismo. Porque díriamos , apesar de ter uma Cruz na escola, o nosso primeiro ministro é Judeu, ou agnóstico, ou ateu...

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00


30 comentários

De Nuno António a 02.10.2011 às 21:15

É completamente diferente dizer que as escolas públicas TÊM de ter um crucifixo nas paredes de dar à escola (independentemente do que se considere "a escola") essa liberdade de opção.


Quanto à sua segunda questão, a Igreja católica tem benefícios fiscais por se aceitar que cumpre um papel social relevante não sendo parte dos quadros do Estado. Poderemos discutir se os benefícios que tem são adequados. O princípio em si faz sentido e é aplicado a tantos outros casos.


Completamente imorais são, por exemplo, os benefícios fiscais dados aos proprietários de imobiliários há décadas. Um proprietário de casas em Portugal praticamente não paga impostos pelo seu património, beneficia de todos os serviços que o Estado lhe presta (reabilitação dos imóveis no âmbito dos programas de reabilitação urbana, proteção da sua propriedade e todos os restantes serviços associados às suas edilidades). Temos aqui um exemplo cidadãos que não são contribuintes líquidos para a sociedade, beneficiam dela e estão isentos de impostos.

De António Filipe a 02.10.2011 às 23:05

A meu ver, ambas as situações são injustas. Mas tenho, particularmente, muita dificuldade em aceitar que, com os meus impostos, sou obrigado a ajudar uma organização que, através da história, tem vindo a apoiar ditadores em vária partes do mundo; que, em tempos, torturou pessoas porque não partilhavam das mesmas ideias; que, hoje em dia, se cala perante essa aberração e crime que é a pedófilia, praticada por alguns dos seus membros...

De Luis Moreira a 02.10.2011 às 23:18

António Filipe, nesse plano tem toda a razão. A Igreja católica há muito que escolheu os ricos e poderosos, ao contrário de Cristo.

De Nuno António a 02.10.2011 às 23:35


"com os meus impostos, sou obrigado a ajudar uma organização que, através da história, tem vindo a apoiar ditadores em vária partes do mundo ; que, em tempos, torturou pessoas porque não partilhavam das mesmas ideias;"


Eu respeito a sua posição mas nós ajudamos com os nossos impostos diversas instituições que se enquadram nessa descrição. Poderiamos, por exemplo, colocar aqui uma parte substancial das democracias ocidentais (exemplo dado por ser onde nos enquadramos).

No entanto, as questões essenciais para o nosso tema em debate são referentes aos tempos atuais:
- A igreja católica cumpre um papel social relevante?
- Deverá o Estado reconhecer esse papel? 


Os benefícios fiscais são uma das formas possíveis viabilizar estruturas da igreja que de outra forma não poderiam funcionar. Estas são constituídas, em grande parte, por voluntários.


Quanto ao silêncio da pedofilia estou totalmente em desacordo que não tenha sido falado. Tem sido falado e muito, por várias hierarquias da igreja. Espero que quem a praticou esses actos hediondos tenha o que merece nos tribunais e vá cumprir a totalidade da pena pelos crimes que cometeu.

De Nuno António a 02.10.2011 às 23:37


"com os meus impostos, sou obrigado a ajudar uma organização que, através da história, tem vindo a apoiar ditadores em vária partes do mundo ; que, em tempos, torturou pessoas porque não partilhavam das mesmas ideias;"


Eu respeito a sua posição mas nós poderíamos, por exemplo, colocar aqui uma parte substancial das democracias ocidentais (exemplo dado por ser onde nos enquadramos).

No entanto, as questões essenciais para o nosso tema em debate são referentes aos tempos atuais:
- A igreja católica cumpre um papel social relevante?
- Deverá o Estado reconhecer esse papel? 


Os benefícios fiscais são uma das formas possíveis viabilizar estruturas da igreja que de outra forma não poderiam funcionar. Estas são constituídas, em grande parte, por voluntários.


Quanto ao silêncio da pedofilia estou totalmente em desacordo que não tenha sido falado. Tem sido falado e muito, por várias hierarquias da igreja. Espero que quem a praticou esses actos hediondos tenha o que merece nos tribunais e vá cumprir a totalidade da pena pelos crimes que cometeu.

Comentar post



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...

  • Piyush Giri Goswami

    VOCÊ ESTÁ PROCURANDO UM HACKER ONLINE, ENTRE EM CO...

  • Piyush Giri Goswami

    Você precisa de algum serviço de hackers? Você est...

  • Anónimo

    hello everyone, i'm so happy to recommend and tell...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Tenho o prazer de anunciar ao mundo sobre esse gru...

  • Anónimo

    Eles são uma equipe de legítimos profissionais HAC...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    They are a professional group of hackers beyond th...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog