Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Hoje estou sem paciência para escrever, por isso

por autor convidado, em 08.09.11

Apenas vos conto esta cena. Que merecia ser escrita num blog, se o tivesse, mas acontece que ainda não me apeteceu criar um e tenho quem me ouça, o que basta. Então, é como segue. Adiante.

Fui aos correios enviar um vale. De correio. É que recebi uma carta para pagar uma taxa moderadora, com o aviso de que tenho dez dias para fazer o seu pagamento voluntário, caso contrário, lixo-me.

E diz lá na carta que estou a ser “notificado” mas também diz que estou a ser “informado” o que, convenhamos, são termos que quanto à sua força jurídica não são nada a mesma coisa, nem por lá perto.

E a taxa moderadora para pagar pode ser elevada, muito elevada, precisamente, sem tirar nem pôr, que a quantia de 1.10€. Atenção que são 1.10€ e não 1,10€. O que significa que a diferença entre um ponto e uma vírgula pode fazer a diferença de milhões. E se for de milhões, então, a coisa fica por uma fortuna. Colossal.

Vejam bem que, se não fizer o pagamento voluntário, a coisa a multiplicar «num valor cinco vezes superior» pode ser a minha desgraça. Chiça.

Então, para afastar desgraças, fui enviar o vale. De correio. Aos correios. E o envio do vale custou-me 1,48€. Sim, aqui é mesmo 1,48€ e não 1.48€. O que significa que a taxa moderadora me ficou em 1,10€, atenção, se for com vírgula, mais 1,48€ das despesas de envio. E se àqueles valores somar o tempo perdido na deslocação, o tempo que perdeu o funcionário dos correios, que, por acaso, acho que foi por acaso, era uma funcionária, e que até estava com umas trombas de segunda-feira (Rogério, por favor, não publique isto depois de hoje, ou então tem que ser só na próxima semana, claro, na segunda-feira). Dizia eu.

Que a somar àquela fortuna, ainda há o trabalho que dou a quem me publica estas coisas numa chafarica de um blog, mais o tempo que demorei a chatear o gajo que nunca mais me tem o barco pronto e que tem oficina mesmo ali e que aproveitei para passar por lá. Ao pé dos correios. Onde fui enviar o vale. De correio.

E o hospital, que, neste caso, fica a 50 quilómetros para lá mais 50 para cá, não tem outra forma de pagamento disponível aos utentes, que por coincidência também são os próprios doentes e que podem não poder sair de casa nos próximos dez dias. E a alternativa restante seria enviar um cheque, com a curiosidade de, neste caso, também teria que ir. Aos correios. Mas acontece que eu não uso cheques há mais de 15 anos, porque, porque, porque… E o que têm vocês com isso.

Quando podia demorar segundos a pagar isto pela Internet. Mas o hospital não deve ter Internet em condições. Porque enquanto lá estive, no “Barbeiro de Celas”, a rede, de facto, ia abaixo muitas vezes.

E é assim a minha vida. Hoje não me apeteceu escrever, mas fica o episódio contado. Sempre deu menos trabalho. Ah… E os correios também não têm Multibanco, vá lá saber porquê (por acaso até sei…). Desculpem lá, portanto, o tempo que vos fiz perder.

João José Fernandes Simões

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15


Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Olá a todos, espero que estejam bem. Meu nome é sh...

  • Anónimo

    Olá senhoras e senhores, precisam de ajuda finance...

  • Anónimo

    Undetected Fake bank statement for loan fake bank ...

  • Anónimo

    COMO EU OBTENHO MEU EMPRÉSTIMO DESEJADO COM UM EMP...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...

  • Anónimo

    Para este novo ano ofereço crédito rápido e privad...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog  



subscrever feeds