Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um banco que não cobra juros nos empréstimos

por Rolf Dahmer, em 19.08.11

Sem dúvida uma boa performance de engenharia financeira. Esperemos que frutifique e se expanda por cá...
A razão porque este tipo de banco não se instala é a mesma razão pela qual os donos do actual sistema colocam os seus empregados bem comportados no poder político.

Um banco que não cobra juros nos empréstimos!

Era uma vez uma cooperativa com 36 500 membros que também eram proprietários de um banco no qual esses membros emprestavam dinheiro uns aos outros sem taxa de juro.

Não se trata de um conto de fadas, esse banco existe, situa-se na Suécia e chama-se JAK Medlemsbank.  

Além de ser uma banca, esta associação é sobretudo um movimento social criado em 1965 e reconhecido oficialmente como banco em 1997. Este sistema financeiro inovador está assim muito próximo da economia real, não necessita de ir buscar dinheiro nos mercados financeiro, prova que é possível emprestar dinheiro sem juros e que existem soluções para uma sociedade mais justa.

O sistema é relativamente simples, um associado que necessita de um empréstimo, terá, ao mesmo tempo o que o reembolsa mensalmente, de criar uma conta paralela de poupança de igual montante durante o mesmo período do empréstimo. No fim, quando acabar de pagar o empréstimo, poderá levantar a totalidade dessa sua conta paralela de poupança. Durante esse período, o banco vai utilizar essa conta poupança para financiar outros associados. No final o empréstimo não terá sido sujeito a qualquer taxa de juros.
Um exemplo prático:
Um dos sócios, com um depósito nulo no banco, necessita de 14 000 euros para um período de 11 anos. Vai ter de pagar:
15 euros por mês de despesas de funcionamento
106 euro por mês de reembolso do empréstimo
106 euros por mês numa conta poupança obrigatória
No total deverá pagar por mês 15 + 106 + 106 = 227 euros por mês

Ao fim de 11 anos, o empréstimo estará pago e simultâneamente, a sua conta poupança terá 14 000 euros, que poderá levantar ou deixar para a eventualidade de ter de vir a pedir outro empréstimo e nesse caso terá que criar uma conta poupança obrigatória de um montante inferior.

Numa economia como a nossa, baseada nas taxas de juros, o dinheiro é transferido dos mais pobres para os mais ricos, até se concentrar nas mãos de uma minoria. Actualmente a massa total do dinheiro que circula no mundo, é constituída, quase exclusivamente, pelo dinheiro proveniente das dividas e das suas taxas de juros. Este dinheiro especulativo não assenta em qualquer valor real, isto é em bens e serviços. 

É o crescimento exponencial dessa massa monetária especulativa que irá acabar por atingir um ponto de rotura e provocará o desmoronamento da economia mundial tal como a conhecemos actualmente.

Esta iniciativa bancária prova que é possível construir uma economia sustentável e mais equitativa.

http://jak.se/international/international

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:00


5 comentários

De Arroz de polvo a 19.08.2011 às 21:29

Já antes por outrem publicado: 


em 20 de Julho - "Um banco que não cobra juros nos empréstimos !"
http://octopedia.blogspot.com/2011/07/um-banco-que-nao-cobra-juros-nos.html (http://octopedia.blogspot.com/2011/07/um-banco-que-nao-cobra-juros-nos.html)


e em 21 de Julho - "O juro escondido do banco que não cobra juros nos empréstimos"
http://octopedia.blogspot.com/2011/07/o-juro-escondido-do-banco-que-nao-cobra.html (http://octopedia.blogspot.com/2011/07/o-juro-escondido-do-banco-que-nao-cobra.html)

De Luis Moreira a 19.08.2011 às 22:13

Acontece meu caro...

De Luis Moreira a 19.08.2011 às 22:59

Além disso, o original está bem assinalado:http//jak.se/internacional/internacional
E, meu caro, isto não é bem uma corrida a ver quem publica primeiro. Ainda se fosse um original seu!
Abraço

De Arroz de polvo a 22.08.2011 às 11:53

Curiosa a coincidência do texto em português - tão igualzinho - quando a página internacional do link que refere apenas apresenta informação em inglês, esperanto, italiano, alemão, espanhol, francês e árabe.
Nota: Eu não sou o octopus nem tenho nada a ver com a página dele, apenas li lá, antes, o mesmo texto. Mas talvez octopus e Rolf Dahmer sejam afinal o mesmo ficando explicada a igualdade dos textos apesar da diferença das assinaturas.

De Luis Moreira a 22.08.2011 às 16:00

Acontece muitas vezes, mas também não sei quem traduziu com a certeza que Rolf Dahmer domina muito bem o inglês.

Comentar post



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Precisa de um empréstimo? Empréstimo comercial? Em...

  • Anónimo

    Are you looking to Discount, Monetize, or create a...

  • Anónimo

    Hello, thanks to LAPO MICRO FINANCE who gave me a ...

  • Anónimo

    I really want to thank LAPO microfinance for givin...

  • Anónimo

    Bonjour la famille. Je vous présenteoffre de prêt ...

  • Anónimo

    Bonjour la famille. Je vous présenteoffre de prêt ...

  • Anónimo

    I am so delighted I found your weblog, I really fo...

  • Anónimo

    PRONTO MEU TESTEMUNHOMeu nome é Jeremy Santos, do ...

  • Anónimo

    PRZYGOTUJ MOJE ŚWIADECTWONazywam się Jeremy Santos...

  • Anónimo

    bonjour madame et monsieurParticuliers Grecs Belgi...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog