Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cigarrogate

por Rogério Costa Pereira, em 14.05.08
Sócrates e Pinho violaram proibição de fumar a bordo do voo de Lisboa para Caracas.

Constitucionalistas dizem que José Sócrates violou Lei do Tabaco.

PSD e BE querem que José Sócrates seja multado por fumar em avião.

O primeiro-ministro José Sócrates pediu hoje desculpa por ter fumado no voo que transportou a comitiva governamental para a Venezuela. Em declarações aos jornalistas, na venezuela, o primeiro-ministro diz que desconhecia que estava a violar a lei. José Sócrates adiantou ainda que decidiu deixar de fumar em definitivo, na sequência da polémica.

Teço meia dúzia de considerações - embora ache que esta ordenação de notícias constitui, por si só, um post, e bem esclarecedor, sobre o estado da nação. Após a manifestação dos constitucionalistas, fico agora a aguardar que o Público inquira os fiscalistas e os civilistas, assim como os sapateiros, as varinas e o senhor do Portugal Profundo (Filipe: repara em como não ponho o link do tipo, ó pra mim, vês?, não pus!). Tudo gente especializada na área em apreço. Quanto à multa: Não acho que o devam multar, penso que deviam obrigá-lo a ser raptado pelas FARC. Trocá-lo pela outra senhora, ou isso. Quanto às desculpas do ilustre fumador e à promessa de não voltar a fumar: para se redimir, das desculpas que apresentou e da promessa que fez, deviam obrigá-lo a correr a próxima meia-maratona de Lisboa de cigarro sempre aceso.

E é só!

Próximo assunto!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:45


29 comentários

De Rogério da Costa Pereira a 14.05.2008 às 21:42

Diz-me lá, rapaz, achaste mesmo que eu te ia responder?

De Algarviu a 15.05.2008 às 04:44

O que é que o fumo tem a ver com as calças? O que é que o fumo do Pinto de Sousa tem a ver com o aumento da gasolina? O facto do Pinto de Sousa (tanto pinto tem este país...) fumar no avião lança uma cortina de fumo sobre a bandalhice a que a gasolineiras se dedicam? Claro que não, mas parece que a inversa deve ser verdadeira.
Sem alienar a questão do preço da gasosa, fico admirado por neste blog à beira-mar plantado, os perspicazes do costume não terem reparado na pérola do nosso primeiro: desconhecia que estava a infringir a Lei, Lei consubstanciada numa lei que ELE próprio tinha assinado! Ele há com cada artista!
Pois é, Cuco, abençoado país que tais primeiros ministros têm!

De nuno castelo-branco a 15.05.2008 às 14:07

A blogosfera nacional anda em plena efervescência com o caso do cigarro fumado a bordo do avião da TAP. Não vale a pena entretermos-nos com episódios típicos de um dia a dia primo-ministerial e o lapso, ou melhor, a ilegalidade cometida, proveio certamente do estado de coisas que vem sendo incentivado pelo Poder. O engenheiro Sócrates sabe agora o que realmente vale a delação que bem conhecidos circuitos acicatam.
O outro tema de momento, é a visita à Venezuela, país, ou arremedo de país que abriga uma numerosa comunidade de origem portuguesa. O regime chavista e a natureza dos pressupostos que lhe dão corpo são sobejamente conhecidos, pelo que nos eximiremos a mais considerações. Para informação complementar, os leitores deverão consultar a obra de Hergé, especialmente os volumes "O Ídolo Roubado" e "Tintim e os Pícaros", onde decerto o caudilho orinoconense se inspirou.
A visita de Sócrates é benéfica sob vários prismas. Primeiramente, o esvaziamento da presença espanhola, ou pelo menos, o seu declínio, suscitará saudáveis impulsos no sentido da ocupação de posições que garantem amplos proventos e desta forma, Sócrates fez bem. A Venezuela está no caminho certo para se tornar em mais um Estado pária, ombreando com Cuba, Coreia do Norte ou Irão, no sinuoso caminho condutor a futuros não muito ridentes. Portugal é o parceiro ideal para um lavar de cara. País antigo, membro da União Europeia e da NATO, pátria-mãe do Brasil, é um desejável conviva à mesa do opulento banquete. Mas a soberania vale o que vale e não podemos forçar os venezuelanos e as suas castas dirigentes a seguir modelos alheios. Em grande medida, as culpas da presente situação hoje vivida naquele país, cabem inteiramente às oligarquias conotadas com as direitas que esbulharam a seu bel--prazer, os recursos que deviam ter sido mais equitativamente repartidos. Chávez aproveitou a oportunidade oferecida e parodiando Mussolini no "Grande Ditador" de Chaplin, subiu ao palco do estrelato internacional.
A única questão que poderá derivar rapidamente para claro óbice de conduta, é esta. Poderá o senhor primeiro-ministro garantir que os acordos celebrados entre o reino de Portugal e a Venezuela beneficiarão o país como um todo? Ou servirão apenas para impulsionar certos e bem conhecidos interesses privados subsidiadores e subsidiários do regime? É esta a questão.
Se o eng. José Sócrates nos der uma explicação cabal e sem sofismas acerca do lucro colectivo a recolher pelos portugueses, só poderei aplaudir o olhar de águia, o golpe de génio. No caso de a realidade ser a contrária, enfim, não perderemos todos por esperar o muito que haverá para dizer. E as consequências e as responsabilidades caberão inteiramente a quem colheu momentâneos proventos.

De j a 14.05.2008 às 22:12

Li agora no Confrarias das Bifanas, um blog aqui da terra:

«...
Ele há com cada estratégia!
Muito bem, Sr. primeiro-ministro José Sócrates!
A sua fumarada, conjunta com o ministro Manuel Pinho, foi uma excelente estratégia política para a malta nem se lembrar que, desde a meia-noite, o preço dos combustíveis voltaram a subir! Sim senhor, fantástico! Bela máquina política…

No Google sobre o facto de Sócrates ter fumado no avião aparecem mais de 200 resultados. Já, sobre o aumento dos combustíveis aparecem pouco mais do que meia dúzia de notícias… Há coisas fantásticas, não há?!
...»

De Ricardo Santos Pinto a 14.05.2008 às 21:51

Já respondeu. E já percebi quais as respostas. E já percebi que vai na linha dos autores deste blogue, que é ironizar e mostrar superioridade em relação àqueles que não seguem a linha oficial do regime.

De Ricardo Santos Pinto a 15.05.2008 às 19:15

É melhor, penso que sim.
Só relembro que esta pequena «troca de ideias» começou porque o senhor não gostou da minha opinião em relação ao caso do cigarro do primeiro-ministro e respondeu-me assim: «Diz-me lá, rapaz, achaste mesmo que eu te ia responder?»
Se acha que é forma de tratar os outros...

De Rogério da Costa Pereira a 15.05.2008 às 19:07

"Já agora, como professor do ensino superior, a forma como reage perante quem mostra alguma discordância não diz muito de si, como professor e como pessoa. Felizmente, para o senhor, que não é a senhora Maria de Lurdes Rodrigues a avaliá-lo."

Eh lá... Andámos a dar no google, hein? Não diz muito de mim? Então não há problema, certo? Olhe, Professor Pinto, vamos terminar a conversa aqui. Melhor, aqui!

De Ricardo Santos Pinto a 14.05.2008 às 21:29

À parte a sua falta de educação para com o autor do «Portugal Profundo» (que deve ter cometido o crime de escrever contra o primeiro-ministro), deixo só umas perguntas: acha que o Zé da Esquina não pode fumar no café, mas o sr. José de Sousa já pode? acha que o actor Manuel de Melo não pode fumar no avião e até deve ser repatriado para Portugal, mas o sr. José de Sousa já pode?
E se sim, pode porque é primeiro-ministro? acha que quem fuma em local público deve pagar uma multa, mas o sr. José de Sousa já não deve?
Claro que pedir desculpas foi uma palhaçada, porque ele só pediu desculpa porque o caso foi notícia. Desculpas mesmo, devia pedir a TAP pela protecção esfarrapada ao primeiro-ministro nos comunicados e o comandante do avião por ter permitido que se fumasse contra todas as regras.
Claro que palhaçada maior, só mesmo o primeiro-ministro anunciar que vai deixar de fumar. Mas o que é que isso interessa a alguém? O que é que alguém tem a ver com isso? O que é que uma coisa tem a ver com a outra?

De Luís Marvão a 15.05.2008 às 10:46

"Talvez valha a pena, também, matutar na diferença de tratamento que diversos jornais deram ao mesmo assunto: desde o «24 horas» (que, além da capa, dedicou duas páginas inteiras ao episódio) até ao «DN» (onde a única referência aparece na página 18, numa pequena “caixinha” de 4cmx8cm - cujo texto, aliás “desculpabilizante”, vale a pena ler)."

Eu diria que o DN é o jornal oficioso do Regime, com vocação para Jornal de Angola ;)

De C. Medina Ribeiro a 14.05.2008 às 22:44

Talvez valha a pena, também, matutar na diferença de tratamento que diversos jornais deram ao mesmo assunto: desde o «24 horas» (que, além da capa, dedicou duas páginas inteiras ao episódio) até ao «DN» (onde a única referência aparece na página 18, numa pequena "caixinha" de 4cmx8cm - cujo texto, aliás "desculpabilizante", vale a pena ler).
Imagens e texto podem ser vistos [aqui (http://sorumbatico.blogspot.com/2008/05/ao-contrrio-do-que-possa-parecer-este.html)].
.

Comentar post


Pág. 1/3



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    BEM-VINDO: O EMPRÉSTIMO ONLINE ENTRE PESSOAS GRAVE...

  • Anónimo

    Philip Mark Financial Corporation, Inc.Somos credo...

  • Anónimo

    eu preciso de um empréstimo urgente em fredlarrylo...

  • Anónimo

    RELIABLE PRIVATE ONLINE INVESTIGATIONS Have you ev...

  • Anónimo

    Olá a todos, Meu nome é janice albert, sou do Alab...

  • Anónimo

    Mettiamo a vostra disposizione un prestito da 1000...

  • jOse

    INSTEAD OF GETTING A LOAN, GET A BLANK ATM CARD AN...

  • jOse

    INSTEAD OF GETTING A LOAN, GET A BLANK ATM CARD AN...

  • Anónimo

    OPORTUNIDADE DE INVESTIMENTO DE EMPRÉSTIMO:Você pr...

  • Kelvin Ericksson

    Blank ATM cardDo you know that you can withdraw c...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog