Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Distopia (por Fernando Felizes)

por autor convidado, em 21.04.13

Wikipedia Português - Uma distopia ou antiutopia é o pensamento, a filosofia ou o processo discursivo baseado numa ficção cujo valor representa a antítese da utópica ou promove a vivência em uma "utopia negativa". São geralmente caracterizadas pelo totalitarismo, autoritarismo bem como um controlo opressivo da sociedade. Nelas, a sociedade tida como perfeita, utópica, mostra-se corruptível, e as normas criadas para o bem comum mostram-se flexíveis. Com isso, a tecnologia, as inovações que aparentemente fariam dessas, sociedades perfeitas, acabam por tornar-se meios de controle, seja do Estado, de instituições ou mesmo de corporações.

“Vivemos num mundo ao contrário” diz Eduardo Galeano, num mundo onde se usam limões verdadeiros para fabricar detergentes e produtos de limpeza, e usam-se uma panóplia de aditivos sintéticos (corantes, conservantes, aromatizantes) para fazer sumo de limão. Foi aprovado há umas semanas nos EUA uma lei que protege uma multinacional chamada Monsanto dando-lhe a completa imunidade face aos riscos para a saúde e para o ambiente dos seus produtos alimentares geneticamente modificados, colocando-a mesmo acima da Lei. A Monsanto já tem um cadastro invejável de crimes contra a Humanidade, durante a Guerra do Vietname produziu e vendeu uma mistura de dois herbicidas, conhecida como Agente Laranja, que o exército norte americano espalhou sobre o território vietnamita, com consequências e sequelas irreversíveis nas populações vietnamitas e nos próprios soldados americanos, consequências que ainda hoje se fazem sentir naquela região. Para quem quiser ter uma ideia experimentem colocar as palavras ‘agente laranja vietname’ num motor de busca e ver as imagens estarrecedoras que aparecem, mesmo nos dias de hoje apesar destes acontecimentos terem ocorrido nos anos 60 do século passado. Actualmente a Monsanto descobriu que alimentar o mundo é um negócio lucrativo, pelo que andam ocupados a patentear sementes de produtos agrícolas geneticamente modificados, obrigando desta forma os agricultores a pagarem novamente por estas sementes no ano seguinte, uma vez que cada uma destas sementes modificadas geneticamente tem um ‘gene suicida’, não permitindo que as sementes no ano a seguir sejam viáveis. Tradicionalmente os agricultores por todo o mundo guardavam sementes dos seus campos, contribuindo de forma sustentável e viável para a manutenção de diferentes variedades e fomentando uma biodiversidade agrícola rica. O CEO da Nestlé disse nesta semana que a água não é um Direito Humano, que deve ser privatizada, porque só os homens de negócios é que têm sapiência e meios para gerir este recurso limitado. Talvez interesse saber que a Nestlé tem um laboratório que produz água, ou melhor, desmineraliza a água e acrescenta sais minerais da sua patente, negócio lucrativo uma vez que todas as pessoas necessitam de água para viver. Saiu também uma notícia referente à intenção da Nestlé privatizar uma planta que tem sido usada como medicamento há milhares de anos pelas populações da Ásia e do Médio Oriente. A Nestlé refere que foram os seus cientistas que descobriram as propriedades milagrosas da planta, e pretendem assim criar um monopólio lucrativo, impedindo em termos legais as populações locais de usar essa planta que usaram desde sempre. De facto, parece que a regra nos dias de hoje é criar problemas para depois aparecer com a solução milagrosa e ganhar muito dinheiro. A privatização e patenteação da Natureza e da Vida é de facto um assunto muito sério, em variadíssimos aspectos incluindo éticos. Esta semana também começou a ser julgado no Supremo Tribunal de Justiça dos EUA um caso a propósito de patentes de um laboratório de dois genes ligados ao risco de cancro da mama e dos ovários. A questão de fundo é se os genes devem ser patenteáveis.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:33



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    Se você precisar de um serviço genuíno de hackers ...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    OLÁ, você precisa de um serviço de hackers? Você e...

  • Anónimo

    ENTRE EM CONTATO PARA TODOS OS TIPOS DE TRABALHO H...

  • Anónimo

    Olá, você precisa de um serviço de hackers profiss...

  • Anónimo

    Você está em busca de um serviço de hacking confiá...

  • Anónimo

    They are all scammers, they will make you pay afte...

  • Anónimo

    SE VOCÊ PRECISA DE UM SERVIÇO DE HACKING GENUÍNO E...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog