Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O último sorriso

por Rogério Costa Pereira, em 19.11.12

Saiu da casca, pendurou-se na beira do ninho, bateu as asas e gostou. Sentiu-se livre. O que não faz sentido pois nunca havia estado preso. No ninho nem sequer sentia, apenas estava à espera de nascer. O que não faz sentido, pois não sabia o que era esperar. Menos ainda o que era nascer. Mas a verdade é que para ali esteve, a bater as asas e a sentir aquele sentir. Ousou saltar. Sempre sem parar de bater as asas. E caiu ao de leve no ninho. Não gostou. Recuou até sentir a parede da casca sua mãe. Teve esse instinto a que na língua dos homens se chama medo. Baixou a cabeça. Deu um passo atrás e viu-se dentro do ovo que agora lhe apertava as asas. Baixou a cabeça e encolheu-se ainda mais. Mas o ovo estava cada vez mais pequeno. Levantou-se de repente e viu-se fora do ovo. Os estilhaços espalhavam a sua vergonha a quem a quisesse olhar. Deu um, dois, três passos atrás. Bateu as asas, abriu o bico e gritou. Um grito surdo onde se reconheceu. Saltou do ninho. Não no ninho. Bateu as asas e voltou a sentir aquela sensação estranha. Não caiu. Bateu as asas. E de novo. E de novo. Estava a andar no ar. Voava e gritava. Estava a gostar. Nisto sentiu uma prisão na garganta. Voava e tossia. Já não gostava. Sentia dor. O que quer que isso fosse. Dor era o nome que lhe vinha à cabeça. Queria gritar e libertar-se daquela sensação de voar só com meias asas. Fechou os olhos e continuou a bater as asas. Tossiu com força e sentiu algo desprender-se da garganta. Sorriu. Ia abrir os olhos. Já não a tempo de ver a árvore onde acabou por bater e que ali tinha crescido momentos antes. Parou a tosse. Parou as asas. Parou o coração. Caiu na terra molhada. Mesmo em cima do catarro que se havia soltado da sua garganta. Foi o último sorriso de um pardal.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:53


4 comentários

De Ana a 20.11.2012 às 22:49

«Saltou do ninho e nao no ninho. .» sensação maxima de liberdade coartada pela  árvore  que  ali nasceu  e contra  a qual embateu  porque fechou os olhos por causa da tosse .Maldita tosse ,maldita arvore ,maldita sensação de liberdade que o fez ficar aprisionado num corpo sem vida só porque saltou do ninho e não abriu os olhos .

De Anónimo a 22.11.2012 às 19:24

Tera valido a pena? 


 leito de morte o seu catarro !morte sinistra... e pouco limpa! Morreu na sua propria merda .Mas morreu feliz ,por momentos foi livre e ousou !Ultrapassou-se e para isso nao precisou de ofender , de prpvocar ,de mendigar atencao ou de se vitimizar ...foi apenas Ele - o passaro que saltou do ninho e nao no ninho!

De ana a 22.11.2012 às 19:40

Por lapso não me identifiquei no comentário anterior

De ana a 22.11.2012 às 19:40

Por lapso não me identifiquei no comentário anterior

Comentar post



página facebook da pegadatwitter da pegadaemail da pegada



Comentários recentes

  • Anónimo

    Você precisa de um hacker para ajudar a invadir qu...

  • Anónimo

    Si vous avez besoin d'un véritable service de pira...

  • Anónimo

    Si vous avez besoin d'un véritable service de pira...

  • Anónimo

    Si vous avez besoin d'un véritable service de pira...

  • Anónimo

    Se trata de un grupo profesional de piratas inform...

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Você precisa de serviços de hackers? Em seguida, v...

  • Aboubacar Aboubacar Sacko

    Se você precisar dos serviços de um hacker ético c...

  • Anónimo

    Você precisa de serviços de hackers? Em seguida, v...

  • Anónimo

    Você precisa de serviços de hackers? Em seguida, v...


Arquivo

  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2013
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2012
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2011
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2010
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2009
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2008
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D

Pesquisar

Pesquisar no Blog